Índice da edição de 23/07/2008

Presidente Lula assina decreto que regulamenta Lei de Crimes Ambientais Do Riacho Grande a Areia Grande: 30 anos de resistência camponesa à grilagem e aos agrocombustíveis, artigo de Ruben Siqueira Exploração de indígenas nos canaviais do MS é histórica Sucesso do biodiesel depende do sistema agrícola, diz estudo Proteção às Florestas: 11 programas federais têm execução abaixo de 15% Redução da Fronteira não traz benefícios à metade Sul do RS Defesa admite mudar regras para investimento

Presidente Lula assina decreto que regulamenta Lei de Crimes Ambientais

O presidente Lula assina o decreto que regulamenta a Lei de Crimes Ambientais e o decreto que institui o Programa de Segurança Ambiental, o Corpo de Guarda-Parques e a Guarda Ambiental Nacional Foto: José Cruz/ABr O presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva assinou, nesta terça-feira (22), o decreto que regulamenta a Lei de Crimes Ambientais (9605/08) durante a cerimônia de inauguração do Centro de Triagem de Animais Silvestres

Do Riacho Grande a Areia Grande: 30 anos de resistência camponesa à grilagem e aos agrocombustíveis, artigo de Ruben Siqueira

[Ecodebate] Farsa e tragédia, a história da terra no Brasil é a da repetição dos conflitos agrários, suas formas, desmandos e violências. Mesmo depois de “tanta reforma agrária”, “feita” por todos os governos desde o general Castelo Branco até o ex-retirante nordestino e ex-operário Lula. O quadro fundiário se modifica cosmeticamente aqui e ali para continuar o mesmo: a terra sob controle de antigos latifundiários ou modernos empresários, vedada ao

Exploração de indígenas nos canaviais do MS é histórica

Desde o Proálcool, índios Terenas e, principalmente, Guaranis cortam cana para a indústria sul-mato-grossense. Pacto do Trabalhador Indígena, de 1999, regula a atividade, mas não garante condições dignas reais de trabalho. Por André Campos, da Agência de Notícias Repórter Brasil. Equipamentos de proteção inadequados: um dos problemas verificados na Debrasa (Foto: Divulgação) Alimentação deficiente, banheiros entupidos e alojamentos precários. Esse foi o panorama encontrado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) na

Sucesso do biodiesel depende do sistema agrícola, diz estudo

Derivado de óleos vegetais ou gordura animal e menos poluente, o biodiesel leva muitas vantagens sobre o seu similar vindo do petróleo, o óleo diesel. Mas nem tudo são flores na corrida pela aposentadoria dos combustíveis fósseis. Um estudo do Departamento de Plantas de Lavoura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) avaliou as vantagens e desvantagens da produção do biodiesel para o ambiente e para a agricultura.

Proteção às Florestas: 11 programas federais têm execução abaixo de 15%

O debate em torno da proteção ao ecossistema brasileiro ganha espaço a cada dia. Aumentar a proteção, manter os múltiplos papéis e funções de todos os tipos de florestas, reabilitar o que está degradado são alguns dos temas em destaque, inclusive, internacionalmente. Na semana em que se comemora o Dia Nacional de Proteção às Florestas, uma análise sobre os 11 programas relacionados à proteção da vegetação, administrados majoritariamente pelo Ministério

Redução da Fronteira não traz benefícios à metade Sul do RS

Entre os argumentos para o projeto de lei que prevê a redução da faixa de fronteira no país, senador Zambiasi (PTB) afirma que medida traria desenvolvimento econômico para metade Sul do Rio Grande do Sul. Ambientalistas, movimentos sociais e sindicais declaram que proposta apenas vai favorecer multinacionais. Porto Alegre (RS) – A redução da área de faixa de fronteira no Rio Grande do Sul foi o tema de audiência pública nesta

Defesa admite mudar regras para investimento na Faixa de Fronteira. Governo age para reverter posição militar

Um impasse no governo federal atrasa a definição de novos limites e regras para a compra de terras por empresas estrangeiras na Faixa de Fronteira. Mesmo depois de dois anos de discussões, a edição de uma nova regulamentação para o tema ainda esbarra na resistência das Forças Armadas e do Ministério do Desenvolvimento Agrário e atrasa investimentos no Rio Grande do Sul. Por Fábio Schaffner e João Guedes, Brasília e Porto

Justiça Federal descobre grilagem de terras indígenas no sul do Pará

Com títulos falsos, empresa vendia nos EUA e no Brasil terra de caiapós a R$ 1,20 Era tudo uma grande mentira. Uma trapaça do tamanho de dois países europeus juntos: Bélgica e Holanda. Ocupantes tradicionais do megalatifúndio de 3,8 milhões de hectares, os índios caiapós sequer desconfiavam que num escritório de Nova Iorque (EUA) e em outro gabinete, no Brasil, suas terras eram vendidas a preço de banana, R$ 1,20. As

Liminar veta agrotóxicos perto do parque das Emas

USP aponta contaminação de espécie de ave ameaçada de extinção em Goiás. Impacto de herbicida e inseticida em área próxima a unidade de conservação é alvo de pesquisa também em parques de MG, BA e PI. Por Felipe Bachtold, da Agência Folha, na Folha Online, 22/07/2008 - 08h09. Vista aérea de campo amazônico no sudeste do Amazônas O risco de contaminação de parques nacionais por agrotóxicos aplicados em lavouras próximas vêm deixando

Brasil busca acordo de biodiversidade na Rodada Doha

Entre as negociações travadas pela delegação brasileira em Genebra está um acordo em biodiversidade que, segundo estimativas do Itamaraty, poderia render grandes lucros ao país. Várias substâncias usadas em produtos são de origem amazônica O Brasil e a maioria dos países latino-americanos, africanos e asiáticos pretendem inclui-lo em um acordo mais amplo da Rodada Doha, que voltou à mesa de negociações na reunião ministerial na sede da Organização Mundial do Comércio (OMC),

Rodada Doha: Resistências ao etanol

O governo brasileiro exige que o etanol faça parte de uma solução final na Rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC) e chega a ameaçar abrir uma guerra nos tribunais internacionais. Os Estados Unidos, porém, se recusaram ontem a aceitar a redução de sua tarifa de importação e alertaram que esse não é o momento de tratar do assunto. Do Jornal do Commercio, 22/07/2008. 2907

Top