‘Impeachment de Jair Bolsonaro pelo crime de Ecocídio’, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Impeachment de Jair Bolsonaro pelo crime de Ecocídio” “Ah! um povo que iniciasse a destruição dos marcos e deixasse intactas as florestas!“ Henry Thoreau (1817-1862) “O Ecocídio é um crime contra a humanidade e a vida na Terra” Tribunal Penal Internacional [EcoDebate] No mês passado participei de uma manifestação no Largo do Machado, no bairro Flamengo, no Rio de Janeiro (local tradicional de reunião e reivindicação), no âmbito das atividades preparatórias da Greve Global

Sobre o poder de barrar os crimes ambientais a partir das nossas escolhas de consumo, por Augusto Lima da Silveira e Rodrigo Berté

    [EcoDebate] Todas as atividades humanas são responsáveis por modificar o meio ambiente, gerar resíduos e causar impactos. Com o desenvolvimento industrial e a inserção de materiais sintéticos, o problema do descarte aumenta vertiginosamente por meio dos diversos processos produtivos. À medida que caminhamos para uma realidade tecnológica, criamos por outro lado, problemas que ainda não somos capazes de resolver. Extrair recursos naturais, utilizá-los como matérias-primas, produzir bens de consumo e ofertar

Transpetro é condenada por crime ambiental em São Sebastião, no litoral norte paulista

  A Petrobras Transporte (Transpetro) foi condenada pela Justiça Federal em São Paulo por crime ambiental em São Sebastião. A empresa terá que pagar uma multa de R$ 2 milhões e custear projetos ambientais e obras de recuperação das áreas degradadas e manutenção de espaço público devido ao vazamento de óleo no canal de São Sebastião e Caraguatatuba, ocorrido em abril de 2013. O valor da multa será destinado a órgãos e

A terceira edição de ‘Capitalismo e colapso Ambiental’. O que mudou nos últimos 3 anos? análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  JORNAL DA UNICAMP TEXTO LUIZ MARQUES FOTOS REPRODUÇÃO EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA Em outubro de 2015, a Editora da Unicamp lançou a primeira edição de Capitalismo e colapso ambiental. O objetivo do livro, como então escrevi, era levar a termo “a ingrata empresa de perscrutar o colapso socioambiental que se desenha em nosso horizonte”. No dia 25 próximo, às 15h., a terceira edição desse livro será lançada no Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH)

Colapso econômico e ecológico, artigo de Tomas Togni Tarquinio

  O crescimento do PIB não resolve o problema do emprego, da distribuição da renda e tampouco o da crise ecológica     [EcoDebate] A médio e longo prazo, manter o crescimento do PIB juntamente com o crescimento do emprego e reduzir as desigualdades é um desafio impossível; tanto mais que estamos vésperas de mais uma revolução com a entrada em cena da inteligência artificial. Talvez por pouco tempo ainda seja possível alcançar taxas positivas

#ACulpaNãoéDoMacaco – Macacos não transmitem febre amarela: denuncie agressões

  Ibama Agredir ou matar macacos é crime ambiental e prejudica o trabalho de prevenção dos surtos de febre amarela. Além de não transmitirem o vírus, macacos são os primeiros a morrer com o contágio em ambiente silvestre, servindo de alerta para que sejam adotadas medidas de controle. A Lei n° 9.605/98 estabelece detenção de seis meses a um ano e multa para quem matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou

Maioria dos deputados recebeu doação de empresas e pessoas que cometeram crimes e infrações ambientais

  Por Ana Aranha e Guilherme Zocchio – Repórter Brasil Empresas e pessoas que cometeram crimes e infrações ambientais doaram R$ 58 milhões para mais da metade da Câmara. Entre eles, está Cristiane Brasil e o ministro do Meio Ambiente Mais da metade dos deputados federais eleitos para a atual legislatura recebeu financiamento de doadores que estão na lista de autuados do Ibama. Dos 513 eleitos, 249 receberam um total de R$ 58,9

Rio já tem 131 macacos mortos em todo o estado; 69% foram vítimas de ação humana

  ABr O estado do Rio de Janeiro já contabiliza 131 macacos mortos desde o início do ano. No entanto, a maioria das mortes não deve ter relação com o vírus da febre amarela. Do total, 69% registram sinais de ataques humanos, seja por meio de espancamento ou de envenenamento. É o que aponta a Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses (Subvisa) da prefeitura do Rio de Janeiro, órgão

Força Nacional fica mais seis meses na Amazônia para combater crimes ambientais

  ABr     O Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou por mais seis meses a presença de integrantes da Força Nacional nos estados da Amazônia Legal. O objetivo é a participação no combate a crimes ambientais na região. Entre as ações dos agentes da Força está o apoio a equipes de instituições públicas que atuam com fiscalização de irregularidades e a apuração de crimes ambientais na área, em especial o Instituto Brasileiro do

Incêndio que já atinge 22% do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros foi criminoso

  ABr   O incêndio que está assolando o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, desde o dia 17 de outubro foi criminoso, na avaliação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). As suspeitas são de que o incêndio foi iniciado por fazendeiros da região, em represália à recente ampliação da área do parque. De acordo com o órgão, o fogo ainda não foi controlado e já atingiu 22%

Na Bahia, na cidade de Cândido Sales, Ibama e PF combatem ação de curtumes que jogam resíduos em rio

    ABr A Polícia Federal na Bahia deflagrou ontem (16) a Operação Dark Water, para combater a prática de crimes ambientais na cidade de Cândido Sales, a cerca de 600 quilômetros de Salvador. A operação foi feita em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Segundo as investigações, a atividade econômica de curtição de couro (curtumes) era feita sem autorização dos órgãos ambientais e isso gerou

Mobilização internacional para que o ecocídio seja considerado delito universal

Ativistas se mobilizam pela instituição do ecocídio para coibir crimes ambientais IHU As constantes agressões ao ambiente natural cometidas por grandes grupos econômicos, com a complacência de governos e dispositivos legais, têm levado a uma mobilização em nível internacional para que o ecocídio seja considerado delito universal. Esta é a proposta do jurista espanhol Baltasar Garzón, para quem os ataques sistemáticos contra a natureza por parte de corporações, que promovem explorações arbitrárias e

Top