Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.841, de 23/05/2013

    Comer insetos para acabar com a fome? artigo de Esther Vivas Entre a vida e a morte: povo indígena Munduruku e rio Tapajós, artigo de Johannes Gierse Ocupação desordenada é o principal fator de desmatamento da Amazônia Governo e sociedade civil divididos em debate na Câmara sobre energia nuclear Mais barata, energia eólica registra expansão mundial Plantação de cana-de-açúcar na Amazônia Legal: 'O ciclo se repete com novos desmatamentos' MPF

Comer insetos para acabar com a fome? artigo de Esther Vivas

    [EcoDebate] A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) publicou na semana passada um relatório que causou certo alvoroço: “Insectos comestibles. Perspectivas de futuro para la seguridad alimentaria y la alimentación”, onde recomenda o consumo de insetos para dar de comer a um número cada vez maior de pessoas. Porém, acabar com a fome no mundo passa por começar a consumir insetos ou tornar accessível a

Entre a vida e a morte: povo indígena Munduruku e rio Tapajós, artigo de Johannes Gierse

  Complexo hidrelétrico projetado para o rio Tapajós. Imagem no sítio da ABIAPE/Valor   [EcoDebate] Faz um ano que foi celebrado o Centenário da Missão Francisco do Rio Cururu no Pará, fundada em 1911, e desde então está aos cuidados dos franciscanos na Amazônia. Um mutirão de visita às aldeias indígenas (numa área de 25.000 km²) foi o gesto concreto da comemoração. Vieram uns 35 missionários/as de todo o Brasil e do exterior

Governo e sociedade civil divididos em debate na Câmara sobre energia nuclear

    A retomada do programa nuclear brasileiro colocou estudiosos sobre o tema e o governo em lados opostos da mesa, durante debate organizado ontem (22) pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados. Professores e ambientalistas defenderam que a energia nuclear não pode ser uma alternativa para suprir o aumento da demanda por energia e para reduzir emissões de gases de efeito estufa, substituindo fontes fósseis como

Mais barata, energia eólica registra expansão mundial

    Cem países já produzem energia mais barata e de menos impacto ambiental. Ásia, América do Norte e Europa Ocidental são mercados em expansão, mas Leste Europeu e América do Sul, incluindo o Brasil, concorrem. Nunca foram construídas tantas unidades de produção de energia eólica no mundo como em 2012, de acordo com um relatório divulgado na semana passada em Bonn, no oeste da Alemanha, pela World Wind Energy Association (WWEA, sigla

Plantação de cana-de-açúcar na Amazônia Legal: ‘O ciclo se repete com novos desmatamentos’

  O Projeto de Lei 626/2001 "poderá desencadear ou reforçar um mecanismo semelhante ao do desmatamento ilegal realizado pela indústria madeireira, que abre espaço para a criação de gado, que, por sua vez, dá lugar à soja e esta à cana-de-açúcar”, diz o geógrafo. Confira a entrevista. Foto: www.cana.cnpm.embrapa.br A aprovação do Projeto de Lei 626/2001 pela Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor, Fiscalização e Controle do Senado, que revê o Zoneamento Agroecológico – ZAE da

MPF quer suspensão de decisão que permite continuidade de estudo ambiental do Complexo Hidrelétrico do Tapajós

  Complexo hidrelétrico projetado para o rio Tapajós. Imagem no sítio da ABIAPE/Valor   Recurso interposto solicita reconsideração de decisão do STJ e caso seja mantida a decisão, que seja encaminhado à corte especial O Ministério Público Federal (MPF) interpôs recurso (agravo regimental) solicitando a reconsideração da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) que suspendeu liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª região (TRF1). A liminar impedia a realização da chamada Operação Tapajós,

Proibido em países da Europa, Brasil quer usar fraturamento hidráulico para explorar gás de xisto

  Proibido em países da Europa, polêmico método é condenado por oferecer riscos ao meio ambiente. Agência Nacional do Petróleo garante monitorar o tema, mas ONGs alertam para perigo de contaminação da água e do solo. Uma polêmica técnica de extração de gás natural, proibida em alguns países da Europa, será testada pela primeira vez no Brasil. O fraturamento hidráulico (fracking, em inglês) é questionado pela falta de estudos sobre possíveis danos

Vitória dos céticos da mudança climática, por Martin Wolf

    A humanidade resolveu não enfrentar o assunto chato e deixar se acumularem os perigos reais e presentes da mudança climática. Foi esse argumento que defendi na coluna da semana passada. A julgar pela inação mundial, os céticos da mudança climática venceram. Isso torna seu ressentimento mais notável. Para o restante de nós, a interrogação que permanece é se alguma coisa ainda pode ser feita, e, se puder, o que seria. O

Moradias de pescadores, índios, quilombolas, trabalhadores rurais e de favelas estão ameaçadas, diz Anistia Internacional

    A moradia e fonte de subsistência de comunidades de pescadores, trabalhadores rurais, índios, quilombolas e moradores de favelas estão ameaçadas pelos projetos de desenvolvimento do Brasil.  A conclusão faz parte do relatório O Estado dos Direitos Humanos no Mundo, lançado ontem (22) pela Anistia Internacional. A entidade demonstrou preocupação com remoções forçadas, tanto na área rural quanto nas cidades, ameaças e intimidações desses grupos. Para o diretor executivo da Anistia Internacional

Lobos marinhos achados mortos no Peru com suspeita de envenenamento

  Leão marinho. Foto: gemars.org.br   Entre 30 e 50 lobos marinhos foram encontrados mortos em praias do norte do Peru por razões que as autoridades investigam e que uma ONG ambientalista atribui a um provável envenenamento praticada por pescadores artesanais. Matéria da AFP, no UOL Notícias. Junto dos lobos marinhos foram encontradas as carcaças de alguns golfinhos e de tartarugas marinhas, afirmou à AFP Carlos Yaipén, da ONG Orca (Organização Científica para a

Senadores e movimento social defendem divulgação do Relatório Figueiredo, sobre crimes contra índios

  Brasília, 23/04/2013 – Um grupo de índios xavantes, que vivem na Terra Indígena Marãiwatsédé, no norte de Mato Grosso, entregou a representantes da Comissão Nacional da Verdade um documento em que relatam episódios de violações aos seus direitos ao longo de décadas. Foto de Antonio Cruz/ABr/Portal Terra   Parlamentares e representantes de organizações sociais defendem a divulgação do teor do Relatório Figueiredo, extenso documento produzido pelo Estado brasileiro, durante o regime militar,

Top