Serviço ecossistêmico: Estudo estima em R$ 43 bi a contribuição econômica dos polinizadores à agricultura brasileira

    O serviço ecossistêmico prestado pelos animais polinizadores à agricultura brasileira contribuiu com um valor econômico estimado de R$ 43 bilhões em 2018. A estimativa se refere ao valores que seriam gastos pelos agricultores caso os polinizadores não contribuíssem para a produção de alimentos. O cálculo foi feito pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (BPBES) e pela Rede Brasileira de Interações Planta-Polinizador (Rebipp), que lançou ontem (6) o Relatório Temático

Estudo revela que sombreamento natural desenvolve abelhas mais rápido e melhora qualidade do mel

  Embrapa Foto: José Maria Vieira Neto Abelhas precisam de sombra e água fresca. Estudo conduzido pela pesquisadora Maria Teresa Rêgo, da Embrapa Meio-Norte (PI), revelou que o sombreamento das colmeias e a presença de água nas proximidades favorecem o desenvolvimento das colônias e a qualidade do mel. Um dos resultados mais expressivos dessa pesquisa mostrou que o sombreamento natural, com árvores, ajudou na ampliação rápida da área de cria. Essa área corresponde ao favo,

Novo estudo relaciona as mudanças climáticas ao potencial declínio de abelhas

  Por Amanda Morris, Northwestern University* Um novo estudo da Northwestern University e do Chicago Botanic Garden descobriu que a mudança climática pode levar à extinção local de abelhas no Arizona e outros climas naturalmente quentes.     Em um experimento de campo de dois anos que alterou a temperatura dos ninhos de abelhas para simular um clima futuro mais quente, 35% das abelhas morreram no primeiro ano e 70% morreram no segundo ano. Isto

Projeto com abelhas nativas pretende recompor espécies em extinção

    No Brasil, existem mais de 300 espécies de abelhas nativas. Grandes responsáveis pela polinização das plantas, também contribuem para a agricultura e produção de alimentos. “Cerca de 75% da polinização nas áreas cultivadas é feita por abelhas. A qualidade dos frutos e das sementes depende, em grande parte, desses insetos”, explica o agrônomo e doutor em Gestão de Recursos Naturais pela Colorado State University, Carlos Hugo Rocha, membro da Rede

Un sistema para detectar pesticidas en el polen y el néctar puede ayudar a las abejas

  Investigadores de la Universidad de Jaén han creado un nuevo método para, con muy poca cantidad de muestra, obtener las cantidades de insecticidas presentes en el polen y el néctar. La nueva herramienta es capaz de analizar ocho compuestos que pueden estar contribuyendo a la desaparición de las abejas y otros insectos. Servicio de Información y Noticias Científicas (SINC)   Científicos del grupo de investigación Química Analítica de la Universidad de Jaén han desarrollado un

Pesticidas neonicotinoides reduzem significativamente o número de grãos de pólen que uma abelha pode coletar

  University of Stirling*   Foto: University of Stirling   A pesquisa, realizada por uma equipe na Faculdade de Ciências Naturais, descobriu que doses realistas de um pesticida neonicotinoide afetam o comportamento das abelhas - em última análise, interferindo com o tipo de vibrações que produzem ao coletar o pólen. A Dra. Penelope Whitehorn, pesquisadora da Universidade de Stirling, que liderou a pesquisa, disse: "Nosso resultado é o primeiro a demonstrar mudanças quantitativas no tipo de

O agronegócio e o declínio dos insetos; análise de Luiz Marques (IFCH/Unicamp)

  Jornal da UNICAMP Texto: LUIZ MARQUES Fotos: REPRODUÇÃO | FRED DOLT | GREENPEACE Edição de imagem: LUIS PAULO SILVA Vinte anos atrás, um artigo da Science, intitulado “Human Domination of Earth’s Ecosystems”, assim concluía sua avaliação das consequências dos impactos antropogênicos sobre os ecossistemas [I]: “As consequências globais da atividade humana não são algo a ser enfrentado no futuro. Elas estão conosco agora. Todas essas mudanças estão em curso e em muitos casos, em aceleração.

Cientistas preocupados com a perda de colônias de abelhas

    Cientistas brasileiros e de diversos países estarão reunidos de 16 a 18 de outubro para discutir e propor alternativas para evitar a perda de colônias de abelhas. O encontro, promovido pela Embrapa, vai ocorrer em Teresina, Piauí, no “Simpósio sobre Perda de Abelhas no Brasil ”. Durante o evento serão discutidas as principais causas de perdas de enxames de abelhas no Brasil, suas consequências, estratégias e direcionamentos de pesquisa para reduzir

O massacre das abelhas pelo agrotóxico. Nos últimos anos, no Brasil mais de um bilhão de abelhas foram mortas

  O massacre das abelhas pelo agrotóxico. Nos últimos anos, no Brasil mais de um bilhão de abelhas foram mortas. Entrevista especial com Lionel Segui Gonçalves IHU     O fenômeno do desaparecimento das abelhas pode ser explicado cientificamente, diz Lionel Segui Gonçalves, especialista em genética de abelhas, à IHU On-Line. Segundo ele, esse fenômeno que tem ocorrido no mundo todo, e particularmente no Brasil, está associado ao uso de agrotóxicos que contêm neonicotinoides. No

Pesticida neonicotinóide reduz as chances de uma abelha rainha começar uma nova colônia

  Royal Holloway, Universidade de Londres* As abelhas são menos capazes de iniciar as colônias quando expostas a um pesticida neonicotinóide comum, o que pode levar a colapsos em populações de abelhas selvagens, de acordo com uma nova pesquisa, publicada em Nature Ecology & Evolution. Pesquisadores da Royal Holloway, da Universidade de Londres e da Universidade de Guelph, descobriram que a exposição ao tiametoxame, um pesticida comum, reduziu as chances de uma abelha

Uso indiscriminado de agrotóxicos pode levar à extinção de abelhas

    Estudos projetam para 2035 o ano da extinção das abelhas, se nada for feito para mudar o atual panorama mundial Por Rádio USP http://jornal.usp.br/wp-content/uploads/ABELHA-ACABA-MATERIA-FECHADA-FERRAZ-JUNIOR-6.48.mp3   O uso indiscriminado de agrotóxicos está acabando com as abelhas e esse é um problema mundial. As consequências são sentidas diretamente na produção de alimentos. É que as abelhas são responsáveis pela polinização das plantas. As plantas que têm flor precisam ser polinizadas para produzir sementes e sobreviver. Quem faz

Aluguel de colmeias de abelhas, artigo de Roberto Naime

  “Se as abelhas desaparecerem da face da terra, a humanidade terá apenas mais quatro anos de existência. sem abelhas não há polinização, não há reprodução da flora, sem flora não há animais, sem animais não haverá raça humana”. “Albert Einstein”     [EcoDebate] As abelhas trabalham todos os dias do ano, sem direito a benefícios ou folgas. São confinadas em pequenas casas de madeira ao longo das plantações e têm até sua funcionalidade

Top