Pesquisa indica o declínio global de espécies de abelhas

 

 

Pesquisa indica o declínio global de espécies de abelhas

Destaques

• O número de espécies de abelhas encontradas a cada ano nos dados do GBIF diminuiu desde a década de 1990
• Aproximadamente 25% menos espécies foram encontradas entre 2006 e 2015 do que antes de 1990
• Conforme os registros aumentam como resultado da mobilização de dados aprimorada, a incerteza da análise diminui
• Ambos os obstáculos à mobilidade de dados e os fatores de declínio real das abelhas precisam ser abordados

A polinização de abelhas selvagens é fundamental para a reprodução de centenas de milhares de espécies de plantas selvagens e é a chave para garantir rendimentos adequados em cerca de 85% das culturas alimentares. Declínios na abundância e diversidade de espécies de abelhas foram relatados em nível local, regional e nacional em diferentes continentes, mas até agora não houve uma avaliação de longo prazo sobre as tendências globais.

Recorremos a dados publicamente disponíveis sobre coleções de espécimes e observações coletadas no Global Biodiversity Information Facility, principalmente provenientes de museus e coleções acadêmicas e complementadas por esforços de ciência cidadã. Descobrimos que o número de espécies de abelhas coletadas ou observadas ao longo do tempo tem diminuído continuamente desde a década de 1990. Embora esses resultados possam, em parte, refletir maiores impedimentos para a coleta de espécimes e mobilização de dados,

Resumo

As abelhas silvestres e manejadas são os principais polinizadores, garantindo ou melhorando a reprodução de uma grande fração das plantas com flores silvestres do mundo e o rendimento de ~85% de todas as safras cultivadas.

Relatórios recentes sobre o declínio das abelhas selvagens e suas consequências potenciais são, portanto, preocupantes.

No entanto, as evidências são baseadas principalmente em estudos locais ou regionais; o status global do declínio das abelhas ainda não foi avaliado.

Para preencher essa lacuna, analisamos os registros de ocorrência mundial disponíveis publicamente do Global Biodiversity Information Facility, abrangendo mais de um século. Descobrimos que, após a década de 1990, o número de espécies de abelhas coletadas diminui drasticamente, de modo que aproximadamente 25% menos espécies foram relatadas entre 2006 e 2015 do que antes da década de 1990.

Resumo gráfico

Pesquisa indica o declínio global de espécies de abelhas

Referência:
Worldwide occurrence records suggest a global decline in bee species richness
Zattara, Eduardo E. et al.
One Earth, Volume 4, Issue 1, 114 – 123
DOI: https://doi.org/10.1016/j.oneear.2020.12.005

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 25/01/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

Nota: Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top