Curso gratuito da Embrapa ensina como criar abelhas sem ferrão em casa

 

meliponicultura

Curso gratuito da Embrapa ensina como criar abelhas sem ferrão em casa

Meliponicultura Urbana – Embrapa abre inscrições para único curso on-line sobre criação de abelhas sem ferrão voltado para o público urbano.

Já pensou em criar abelhas sem ferrão no quintal? Isso está cada vez mais comum entre os brasileiros, afinal, temos mais de 300 espécies nativas.

Uma nova edição do curso criação de abelhas sem ferrão, agora com foco para quem mora nas cidades, será lançada na semana do aniversário da Embrapa. A iniciativa é realizada em parceria com a Associação Brasileira de Estudo das Abelhas (A.B.E.L.H.A.) e a Loja das Abelhas.

O curso Meliponicultura Urbana é uma derivação da edição anterior, mas com foco direcionado para questões de quem quer criar abelhas na cidade.  “Essa ideia surgiu da grande predominância de pessoas residentes em áreas urbanas entre os inscritos nos módulos anteriores.  Percebemos que mais de 80% moravam em cidade.”, explica o criador e instrutor do curso, Cristiano Menezes, biólogo e pesquisador da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) e membro do comitê científico da A.B.E.L.H.A..

Entre os tópicos abordados, os participantes irão conhecer a diversidade de abelhas sem ferrão e sua relação com as cidades, aprender como iniciar a criação, como é a biologia e o manejo dessas abelhas em ambiente urbano. Também será estimulado o plantio de mudas que favorecem as abelhas.

Cristiano acredita que esse interesse aumentou em função da pandemia, provavelmente pelo fato das pessoas ficarem em casa, e a criação de abelhas sem ferrão se destacou nesse novo cenário.

“Ao longo do ano passado, mostramos a importância das abelhas sem ferrão para as nossas vidas, inclusive com dicas para criá-las em casa. Porém, recebemos muitas dúvidas de pessoas da cidade que ainda precisavam de informações para tomar a decisão de iniciar a criação. Por exemplo, onde conseguir as colmeias, como instalar, como cuidar, e algumas outras dicas que não foram contempladas nos cursos anteriores”, destaca o pesquisador.

Agora, o curso procura responder as dúvidas mais frequentes, especialmente para o público urbano.

O pesquisador recomenda ainda que quem tiver interesse em aprofundar seus conhecimentos sobre essas abelhas não deixe de assistir ao primeiro curso, onde a biologia e manejo delas são discutidos de forma mais detalhada.

Esta edição está dividida em 8 módulos, com palestras curtas e bem objetivas:

Módulo 1: Diversidade de abelhas sem ferrão e sua relação com as cidades
Módulo 2: Como escolher as espécies certas para criar em ambiente urbano?
Módulo 3: Como obter as colônias e os materiais necessários para iniciar a criação?
Módulo 4: Onde devo colocá-las e quais cuidados preciso ter para garantir sua sobrevivência?
Módulo 5: É possível produzir mel e multiplicar as colônias em ambiente urbano?
Módulo 6: O que devo plantar para ajudar as abelhas das cidades?
Módulo 7: Quais as licenças necessárias e como obtê-las?
Módulo 8: Dicas importantes, curiosidades, problemas frequentes e aspectos polêmicos

As inscrições são permanentes e, após a sua efetivação, o participante tem sete dias para realizar o curso.

As inscrições devem ser feitas no site do curso

 

Sobre a A.B.E.L.H.A.

A Associação Brasileira de Estudos das Abelhas tem o objetivo de liderar a criação de uma rede em prol da conservação de abelhas e outros polinizadores. Sua missão é reunir, produzir e divulgar informações, com base científica, que visem à conservação da biodiversidade brasileira e à convivência harmônica e sustentável da agricultura com as abelhas e outros polinizadores.

Cristina Tordin (MTb 28.499/SP)
Embrapa Meio Ambiente

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 30/04/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top