Possibilidades e limitações para a inserção da agricultura familiar no desenvolvimento e produção de bioenergia derivada da Palma-de-Óleo no Estado do Maranhão

    POSSIBILIDADES E LIMITAÇÕES PARA A INSERÇÃO DA AGRICULTURA FAMILIAR NO DESENVOLVIMENTO E PRODUÇÃO DE BIOENERGIA DERIVADA DA PALMA-DE-ÓLEO NO ESTADO DO MARANHÃO1 Adriano Venturieri1 adriano.venturieri@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental; Alfredo Kingo Oyama Homma1 alfredo.homma@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental; João de Deus Barbosa Nascimento Júnior1 joao.nascimento@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental; José Mário Ferro Frazão2 jose.frazao@embrapa.br – Pesquisador da Embrapa Cocais; Lucieta Guerreiro Martorano2 lucieta.martorano@embrapa.br –

Terra disponível no planeta não é fator limitante para a produção de bioenergia e alimentos, dizem especialistas

  Da Agência FAPESP Metas de produção de biocombustíveis, segurança alimentar e desenvolvimento sustentável podem ser alcançadas simultaneamente, de acordo com o relatório “Reconciling Food Security and Bioenergy: Priorities for Action [Conciliando a Segurança Alimentar e a Bioenergia: Prioridades para Ação]”, divulgado no dia 14 de junho por uma equipe internacional e multidisciplinar de especialistas de 10 instituições de pesquisa em sete países. O documento identifica medidas baseadas em conhecimento científico para mostrar que

A bioenergia deve ser sustentável, artigo de Reinaldo Dias

    [EcoDebate] A publicação da Lei no 13.263, no dia 24 de março deste ano, que altera os percentuais de adição de biodiesel ao óleo diesel comercializado no Brasil pode ser considerada um passo importante para o avanço das políticas públicas relacionadas aos biocombustíveis. Estabelece a obrigatoriedade de adição de biodiesel com aumento gradativo pré-estabelecido no texto legal. Serão adicionados 8% nos primeiros doze meses após a publicação da lei, passando

Percentual de bioenergia utilizada pelo Brasil supera em cinco vezes países da OCDE

  Participação da bioenergia – etanol e biodiesel – no sistema de transportes brasileiro em 2014 atingiu 17,6%   O Brasil é um dos países que mais utiliza fontes renováveis de energia no mundo. Um exemplo disso é a participação da bioenergia (etanol e biodiesel) no sistema de transportes brasileiro em 2014, que atingiu 17,6%. O percentual é cinco vezes superior ao verificado nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico

Biocombustibles y bioenergía en aumento: Biodiversidad en peligro

  Los biocombustibles a escala industrial y la bioenergía, con sus nuevas demandas de madera, productos agrícolas y otros tipos de biomasa vegetal, están teniendo efectos graves e irreversibles en la biodiversidad, especialmente de los bosques. Con el impulso de la inversión extranjera, grandes extensiones de tierra se están destinando a la producción de materias primas para bioenergía en el sur global, socavando así los derechos de los Pueblos Indígenas, la

FAO alerta que desenvolvimento da bioenergia no Brasil não pode afetar segurança alimentar

  Plantação de palma (dendê) para produção de biodiesel   O desenvolvimento da bioenergia no Brasil deve evitar comprometer a segurança alimentar, alertou o coordenador do programa de Bioenergia da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), Olivier Dubois. Em entrevista à Agência Brasil, Dubois falou da necessidade constante de mapeamento do solo para investigar o impacto ambiental da produção agropecuária. Destacou que é preciso estudar os efeitos indiretos da ocupação do

Bioenergia, a promessa quebrada

  Pegada ecológica do etanol de milho   [EcoDebate] Biocombustíveis vão nos salvar de ameaças climáticas e a crise do petróleo, ao mesmo tempo, proporcionando uma oportunidade para os pequenos agricultores do mundo. As esperanças são elevadas, mas completamente irreais. É como tentar empurrar um pino quadrado em um buraco redondo, de acordo com uma tese [Fields of Gold. The Bioenergy Debate in International Organizations] apresentada pela Profa. Magdalena Kuchler, na Universidade de Linköping. A

Bioenergia terá indicadores globais para referencial de sustentabilidade do setor

  Encontro na próxima semana discutirá a padronização de cálculos de emissões de gases de efeito estufa e determinará indicadores para referencial de sustentabilidade do setor O governo brasileiro participa na próxima semana, de 15 a 16, em Tóquio, da reunião da Parceria Global de Bioenergia (GBEP, em inglês). O encontro irá debater a padronização das metodologias de cálculo de emissões de gases de efeito estufa e ratificar 24 indicadores que poderão

Bioenergia no bolso do brasileiro

[Por Luana Copini para o EcoDebate] Os preços do etanol e da gasolina comum tiveram queda na última semana de maio enchendo o bolso do brasileiro com dados otimistas. Isto, segundo o Levantamento de Preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bicombustível (ANP) que é aplicado semanalmente. Segundo a pesquisa, no Brasil o preço médio da gasolina comum (que contém 25% de etanol anidro) foi de R$ 2,82 por

Fiscalização do trabalho interdita atividades de corte de cana em seis fazendas do grupo LDC Bioenergia

Foto da Polícia Federal Concluída nesta quinta-feira, 19, uma força-tarefa feita pelo Ministério do Trabalho e Emprego, Ministério Público do Trabalho e Polícia Federal. Alvo da operação, a LDC Bioenergia teve interditadas as atividades de corte de cana em seis fazendas na região de Lagoa da Prata, a 211 km de Belo Horizonte. Durante a operação, foram identificados cerca de 530 trabalhadores terceirizados, em condições inadequadas de saúde e segurança.

Usina LDC Bioenergia, de Jaboticabal, foi autuada pela Cetesb em R$ 74 mil por despejo de material orgânico em represa

Multinacional leva maior multa do ano - A usina LDC Bioenergia, em Jaboticabal, foi multada em 5.000 Ufesps (Unidades Fiscais do Estado de São Paulo), o equivalente hoje a R$ 74,4 mil, pela Cetesb (Companhia de Tecnologia em Saneamento Ambiental) devido ao despejo de material orgânico numa represa ao lado da empresa, no ribeirão Anhumas, o que é considerado infração gravíssima. Foi a maior multa aplicada em novembro na região pela

A insustentável bioenergia do milho, artigo de José Graziano

[Valor Econômico] Mesoamérica - composta pelos países da América Central e México - é hoje a sub-região da América Latina onde estamos perdendo a luta contra a fome. Segundo dados da FAO, entre 1990/92 e 2002/04 o número de pessoas subnutridas na região passou de 9,6 para 12,8 milhões de pessoas, um aumento de 33%, ou seja, 3,2 milhões de pessoas em 10 anos. E é uma miséria que se

Top