Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.484, de 06/12/2011

  Instalação de hortos florestais, artigo de Roberto Naime Entre agosto de 2010 e julho de 2011, a Amazônia perdeu 6.238 km² de floresta MS: MPF quer que União seja responsabilizada por conflito entre fazendeiros e índios Guarani Kaiowá Deputados apontam descaso do Estado brasileiro em relação à situação indígena em Mato Grosso do Sul Conjuntura da Semana. Kaiowá Guarani: Um povo martirizado. 'Quando o boi vale mais que o índio'

Instalação de hortos florestais, artigo de Roberto Naime

  [EcoDebate] Entre os argumentos que listam os impactos mais positivos das atividades econômicas de implantação de hortos florestais em geral vinculados a projetos de fábricas de celulose e papel, estão a criação de empregos ou geração de renda mais amplamente falando e a criação de fator gerador de impostos, cuja reversão para comunidades empobrecidas sempre são um fator de enorme atração destes projetos. A questão é saber se o incremento de

Entre agosto de 2010 e julho de 2011, a Amazônia perdeu 6.238 km² de floresta

  Desmatamento na Amazônia cai 11% e atinge menor taxa em 24 anos - É a menor taxa anual de desmate registrada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), desde o início do levantamento, em 1988. O número é calculado pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que utiliza satélites para observação das áreas que sofreram desmatamento total, o chamando corte raso. A taxa de 2011 é 11% menor que

MS: MPF quer que União seja responsabilizada por conflito entre fazendeiros e índios Guarani Kaiowá

  O procurador da República em Dourados (MS), Marco Antonio Delfino de Almeida, planeja entrar com acões civis públicas na Justiça Federal. Ele adiantou à Agência Brasil que deve impetrar as duas primeiras ações em janeiro de 2012. Vivem em Mato Grosso do Sul 50 mil índios Guarani Kaiowá. O Ministério Público Federal (MPF) vai pedir que a Justiça Federal responsabilize o Estado brasileiro pela atual situação dos cerca de 50 mil

Deputados apontam descaso do Estado brasileiro em relação à situação indígena em Mato Grosso do Sul

  Para quem trafega pelo trecho da rodovia estadual MS-386 que liga as cidades sul-mato-grossenses de Amambaí e Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, é impossível não notar os barracos onde Mariluce Alves vive com os cinco filhos e sete adultos. No calor amplificado pelas folhas de zinco e pela lona plástica, o pai de Mariluce, José Alves, 71 anos, repousa a perna, atrofiada por um acidente, deitado em uma

Conjuntura da Semana. Kaiowá Guarani: Um povo martirizado. ‘Quando o boi vale mais que o índio’

  A análise da conjuntura da semana é uma (re)leitura das ‘Notícias do Dia’ publicadas, diariamente, no sítio do IHU. A análise é elaborada, em fina sintonia com o Instituto Humanitas Unisinos - IHU, pelos colegas do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores - CEPAT - com sede em Curitiba, PR, parceiro estratégico do Instituto Humanitas Unisinos - IHU. Sumário: Kaiowá Guarani: Um povo martirizado Kaiowá Guarani – genocídio em marcha “Tenho medo, mas

Índios Kayabi e Munduruku anunciam que vão resistir contra usinas no Teles Pires

  Os índios convidaram procuradores da República do Pará e do Mato Grosso para falar da revolta pela forma como o governo tenta barrar o rio sem consultá-los Belém, 05 de dezembro de 2011 Procuradores da República do Mato Grosso e do Pará estiveram semana passada na Terra Indígena Kayabi, na divisa entre os dois estados, a convite dos índios Kayabi e Munduruku, para debater os projetos de usinas hidrelétricas que afetam suas

Nota da CPT/MG – Conflitos agrários em Manga só se resolverão com reforma agrária

  No município de Manga, no Norte de Minas Gerais, conflitos agrários nas Fazendas Marilândia e Pau D’Arco só se resolverão com reforma agrária e com o fim da grilagem de terras devolutas. Nota da CPT às autoridades, à imprensa e à sociedade. Belo Horizonte, 05 de dezembro de 2011. Dia 24 de novembro de 2011, com a chegada do Capitão Evilásio e da Polícia na  casa das lideranças da ocupação da Fazenda Marilândia,

Dinheiro para a saúde: problema antigo e solução distante

  Imposto sobre grandes fortunas, reforma tributária e fim de isenções fiscais são propostas para conseguir mais recursos. Os problemas financeiros do Sistema Único de Saúde (SUS) costumam ser, desde a criação do sistema, assinalados como um grande entrave ao seu funcionamento. Esta semana, com a regulamentação da Emenda 29 tão próxima de ser votada pelo Senado, o tema está ainda mais presente, e tem sido destaque em muitos momentos da 14a Conferência

Breve análise do relatório substitutivo do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) ao PL 8035/2010 (Plano Nacional de Educação)

Pioneira na elaboração e divulgação de 101 emendas ao PL 8035/2010, em fevereiro de 2011, a rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação[1] ansiava pela apresentação do relatório substitutivo do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) ao Projeto de Lei 8035/2010, que trata do segundo Plano Nacional de Educação (PNE) pós-redemocratização do Brasil. O objetivo deste texto é apresentar, em cinco tópicos, uma breve análise dos principais temas presentes na proposta

Brasil, na COP17, reconhece que novo Código Florestal pode causar desmatamento

  A reforma do Código Florestal, que o Senado brasileiro pretende votar esta terça-feira, poderá provocar o desmatamento, e a extensão de seus impactos ainda não foi avaliada, admitiu nesta segunda-feira o secretário de Mudanças Climáticas do Ministério de Meio Ambiente, Eduardo Assad, durante a Cúpula Climática das Nações Unidas, em Durban, África do Sul. Matéria da AFP. A reforma do "Código Florestal não foi votada ainda, então estamos discutindo suposições e

Aumento de 2ºC ameaça 30% do potencial hidrelétrico do país, diz ambientalista

  A 17ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP-17) acontece em um ápice dos debates sobre o projeto de lei que reforma o Código Florestal e amplia as áreas passíveis de desmatamento. Foi aprovado o texto da Comissão de Meio Ambiente do Senado e agora o texto deve ir à votação em plenário na Casa esta semana. Além disso, o Brasil ganhou o prêmio Fóssil do Dia na COP por causa

‘A ciência foi deixada de lado na COP17’, diz Rajendra Pachauri, presidente do IPCC

  O cientista indiano Rajendra Pachauri, de 71 anos, presidente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), acompanha com frustração a 17.ª Conferência do Clima da ONU, a COP-17. O pesquisador, que concedeu entrevista em uma pequena sala VIP no centro de convenções de Durban, avalia que a ciência e os alertas dados pelos cientistas não estão no centro das negociações climáticas. A entrevista é de Afra Balazina e publicada pelo jornal

COP17, em Durban: Semana derradeira em Durban começa sem solução para impasses

  Protestos em Durban (Reuters) - No fim de semana, milhares de manifestantes cobraram soluções para a questão do clima Com a chegada de ministros e chefes de governo a Durban, na África do Sul, começou nesta segunda-feira a etapa final da 17ª conferência das Nações Unidas sobre mudança climática. O encontro começou em marcha lenta, contrastando com a urgência sugerida por pesquisas científicas recentes que apontam para uma aceleração no aquecimento global

COP17, em Durban: Aumenta pressão para acordo legalmente vinculante de redução de emissões

  Aumenta pressão para acordo na Conferência Climática da ONU em Durban - A conferência das Nações Unidas sobre as mudanças climáticas, que termina na próxima sexta-feira em Durban, África do Sul, se aproxima da hora da verdade, com fortes pressões para se alcançar um acordo que parece incerto e que divide os grandes emissores do planeta, como Estados Unidos, Europa, Brasil, Índia e China. Reportagem da France Presse. O principal obstáculo

COP17, em Durban: Não ter um segundo período de Kyoto é o mais provável, diz especialista

  O especialista em direito ambiental internacional e professor da Escola de Sustentabilidade da Universidade do Estado do Arizona, Daniel Bodanksy, apresenta três cenários possíveis para a Conferência de Durban no artigo “Qual o futuro provável do Protocolo de Kyoto? Durban e além”, publicado em agosto de 2011 no site do Projeto de Acordos Climáticos de Harvard. Por Flávia Dourado, para o UOL Ciência e Saúde. Veja abaixo os cenários: Três possíveis cenários

Novos estudos científicos indicam que as geleiras do Himalaia diminuíram até 22% em 30 anos

  Geleiras do Himalaia diminuíram até 22% em 30 anos, afirmam cientistas. Relatórios de instituto apontam que redução ocorreu no Nepal e no Butão. Derretimento se acelerou entre 2002 e 2005 em dez geleiras avaliadas. Matéria da France Presse. Novos estudos científicos sobre o derretimento das geleiras do Himalaia revelam o impacto das mudanças climáticas nesta região e a ameaça que pesa sobre 1,3 bilhão de habitantes. Segundo os estudos publicados em três

New Google Earth Animation Shows How Damming Rivers Will Worsen Climate Crisis

  International Rivers and Friends of the Earth International have teamed up to create a state-of-the-art Google Earth 3-D tour and video narrated by Nigerian activist Nnimmo Bassey, winner of the prestigious Right Livelihood Award. The production will be launched at the COP17 climate meeting in Durban next week. The video and tour allow viewers to explore why dams are not the answer to climate change, by learning about topics such

Top