Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.484, de 06/12/2011

  Instalação de hortos florestais, artigo de Roberto Naime Entre agosto de 2010 e julho de 2011, a Amazônia perdeu 6.238 km² de floresta MS: MPF quer que União seja responsabilizada por conflito entre fazendeiros e índios Guarani Kaiowá Deputados apontam descaso do Estado brasileiro em relação à situação indígena em Mato Grosso do Sul Conjuntura da Semana. Kaiowá Guarani: Um povo martirizado. 'Quando o boi vale mais que o índio'

Instalação de hortos florestais, artigo de Roberto Naime

  [EcoDebate] Entre os argumentos que listam os impactos mais positivos das atividades econômicas de implantação de hortos florestais em geral vinculados a projetos de fábricas de celulose e papel, estão a criação de empregos ou geração de renda mais amplamente falando e a criação de fator gerador de impostos, cuja reversão para comunidades empobrecidas sempre são um fator de enorme atração destes projetos. A questão é saber se o incremento de

Entre agosto de 2010 e julho de 2011, a Amazônia perdeu 6.238 km² de floresta

  Desmatamento na Amazônia cai 11% e atinge menor taxa em 24 anos - É a menor taxa anual de desmate registrada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), desde o início do levantamento, em 1988. O número é calculado pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que utiliza satélites para observação das áreas que sofreram desmatamento total, o chamando corte raso. A taxa de 2011 é 11% menor que

MS: MPF quer que União seja responsabilizada por conflito entre fazendeiros e índios Guarani Kaiowá

  O procurador da República em Dourados (MS), Marco Antonio Delfino de Almeida, planeja entrar com acões civis públicas na Justiça Federal. Ele adiantou à Agência Brasil que deve impetrar as duas primeiras ações em janeiro de 2012. Vivem em Mato Grosso do Sul 50 mil índios Guarani Kaiowá. O Ministério Público Federal (MPF) vai pedir que a Justiça Federal responsabilize o Estado brasileiro pela atual situação dos cerca de 50 mil

Deputados apontam descaso do Estado brasileiro em relação à situação indígena em Mato Grosso do Sul

  Para quem trafega pelo trecho da rodovia estadual MS-386 que liga as cidades sul-mato-grossenses de Amambaí e Ponta Porã, na fronteira com o Paraguai, é impossível não notar os barracos onde Mariluce Alves vive com os cinco filhos e sete adultos. No calor amplificado pelas folhas de zinco e pela lona plástica, o pai de Mariluce, José Alves, 71 anos, repousa a perna, atrofiada por um acidente, deitado em uma

Conjuntura da Semana. Kaiowá Guarani: Um povo martirizado. ‘Quando o boi vale mais que o índio’

  A análise da conjuntura da semana é uma (re)leitura das ‘Notícias do Dia’ publicadas, diariamente, no sítio do IHU. A análise é elaborada, em fina sintonia com o Instituto Humanitas Unisinos - IHU, pelos colegas do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores - CEPAT - com sede em Curitiba, PR, parceiro estratégico do Instituto Humanitas Unisinos - IHU. Sumário: Kaiowá Guarani: Um povo martirizado Kaiowá Guarani – genocídio em marcha “Tenho medo, mas

Índios Kayabi e Munduruku anunciam que vão resistir contra usinas no Teles Pires

  Os índios convidaram procuradores da República do Pará e do Mato Grosso para falar da revolta pela forma como o governo tenta barrar o rio sem consultá-los Belém, 05 de dezembro de 2011 Procuradores da República do Mato Grosso e do Pará estiveram semana passada na Terra Indígena Kayabi, na divisa entre os dois estados, a convite dos índios Kayabi e Munduruku, para debater os projetos de usinas hidrelétricas que afetam suas

Nota da CPT/MG – Conflitos agrários em Manga só se resolverão com reforma agrária

  No município de Manga, no Norte de Minas Gerais, conflitos agrários nas Fazendas Marilândia e Pau D’Arco só se resolverão com reforma agrária e com o fim da grilagem de terras devolutas. Nota da CPT às autoridades, à imprensa e à sociedade. Belo Horizonte, 05 de dezembro de 2011. Dia 24 de novembro de 2011, com a chegada do Capitão Evilásio e da Polícia na  casa das lideranças da ocupação da Fazenda Marilândia,

Dinheiro para a saúde: problema antigo e solução distante

  Imposto sobre grandes fortunas, reforma tributária e fim de isenções fiscais são propostas para conseguir mais recursos. Os problemas financeiros do Sistema Único de Saúde (SUS) costumam ser, desde a criação do sistema, assinalados como um grande entrave ao seu funcionamento. Esta semana, com a regulamentação da Emenda 29 tão próxima de ser votada pelo Senado, o tema está ainda mais presente, e tem sido destaque em muitos momentos da 14a Conferência

Breve análise do relatório substitutivo do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) ao PL 8035/2010 (Plano Nacional de Educação)

Pioneira na elaboração e divulgação de 101 emendas ao PL 8035/2010, em fevereiro de 2011, a rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação[1] ansiava pela apresentação do relatório substitutivo do deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) ao Projeto de Lei 8035/2010, que trata do segundo Plano Nacional de Educação (PNE) pós-redemocratização do Brasil. O objetivo deste texto é apresentar, em cinco tópicos, uma breve análise dos principais temas presentes na proposta

Brasil, na COP17, reconhece que novo Código Florestal pode causar desmatamento

  A reforma do Código Florestal, que o Senado brasileiro pretende votar esta terça-feira, poderá provocar o desmatamento, e a extensão de seus impactos ainda não foi avaliada, admitiu nesta segunda-feira o secretário de Mudanças Climáticas do Ministério de Meio Ambiente, Eduardo Assad, durante a Cúpula Climática das Nações Unidas, em Durban, África do Sul. Matéria da AFP. A reforma do "Código Florestal não foi votada ainda, então estamos discutindo suposições e

Aumento de 2ºC ameaça 30% do potencial hidrelétrico do país, diz ambientalista

  A 17ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP-17) acontece em um ápice dos debates sobre o projeto de lei que reforma o Código Florestal e amplia as áreas passíveis de desmatamento. Foi aprovado o texto da Comissão de Meio Ambiente do Senado e agora o texto deve ir à votação em plenário na Casa esta semana. Além disso, o Brasil ganhou o prêmio Fóssil do Dia na COP por causa

Top