Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.284, de 21/02/2011

Afinal, mídia alternativa e independente para que? por Henrique Cortez Mudança do clima causa enchentes? artigo de Efraim Rodrigues Historinha (pra boi dormir) sobre o lixo de Arroio do Silva (SC), artigo de Ana Echevenguá Derrotados pelo peso (2), artigo de Américo Canhoto Três cenários do drama ecológico atual, artigo de Leonardo Boff Denúncia: Governo Mineiro comete crime ambiental (Barragem do Peão, São João do Paraíso, MG) Cientistas, parlamentares e ambientalistas discutem em Brasília aspectos jurídicos

Afinal, mídia alternativa e independente para que? por Henrique Cortez

[EcoDebate] Atitude e consciência não são assuntos diretamente socioambientais, mas relacionam-se com nossos projetos, quer sejam ambientais, sociais ou culturais. Aos leitores que não gostam de textos longos e reflexivos, peço desculpas, mas realmente gostaria de contar com a reflexão e opinião de vocês, porque acredito que ainda enfrentaremos sérios problemas pela frente. Nos últimos anos, as empresas estão concentrando suas verbas de apoio, publicidade e patrocínio em projetos que tenham

Mudança do clima causa enchentes? artigo de Efraim Rodrigues

[EcoDebate] São Paulo alagou mais uma vez nesta semana, mas esta foi muito pior porque eu estava lá. Todos somos rápidos em concluir que as chuvas estão mais intensas por causa das alterações do clima. Já escrevi algumas vezes neste espaço que não havia relação confiável entre a mudança global e alterações locais, tais como a chuva paulistana. O planeta é um sistema bem complicado e o aumento da temperatura global não

Historinha (pra boi dormir) sobre o lixo de Arroio do Silva (SC), artigo de Ana Echevenguá

[EcoDebate] Vejam uma notícia interessante que saiu no jornal: o município de Arroio do Silva-SC está desenvolvendo o projeto “Cidade Limpa”, de conscientização quanto à destinação correta do lixo. “Milhares de folders foram confeccionados com orientações para manter a cidade limpa e organizada”1. Com o apoio da Preservale que instalou, na cidade, mais de 20 lixeiras para material reciclável. Já imaginei o balneário cheio de turistas, que triplicaram a

Derrotados pelo peso (2), artigo de Américo Canhoto

* Na seqüência do bate papo iniciado em Derrotados pelo peso (1) [EcoDebate] Como se formam nossos hábitos alimentares? Alimento disponível, influência do meio cultural somado á aprendizagem. APRENDIZAGEM DOS HÁBITOS ALIMENTARES Nossas tendências e predisposições tem um fator inato e outro adquirido. Em se tratando de dieta, ao nascer, já tendemos a buscar determinados tipos de alimentos e a sentir certa aversão a outros. No decorrer do processo educativo ocorre a fixação dos hábitos, dos

Três cenários do drama ecológico atual, artigo de Leonardo Boff

Há tempos atrás abri um congresso sobre a situação ecológica da Terra e proferi, fundamentalmente, este discurso. Parece-me que conserva ainda atualidade. A humanidade se encontra numa encruzilhada: deve decidir se quer continuar a viver nesse Planeta ou se aceita caminhar ao encontro do pior. Ela se parece com um avião na pista de rolamento. Sabemos que há um momento crítico de não retôrno no qual o piloto não pode

Denúncia: Governo Mineiro comete crime ambiental (Barragem do Peão, São João do Paraíso, MG)

O Governo de Minas Gerais através da Fundação Rural Mineira –RURALMINAS - empreendedora da Barragem do Peão, localizada no município de São João do Paraíso, extremo norte de Minas Gerais, cometeu um grave crime ambiental e social. Em dezembro de 2010 a RURALMINAS iniciou o processo de enchimento da represa sem obter a Licença de Operação – LO, sem ter cumprido todas as condicionantes definidas para a liberação da licença

Cientistas, parlamentares e ambientalistas discutem em Brasília aspectos jurídicos e científicos do Código Florestal

O Instituto Direito por um Planeta Verde e a Frente Ambientalista do Congresso Nacional realizam nesta segunda-feira (21), às 14h, no auditório do anexo 2 da Câmara dos Deputados em Brasília o seminário Código Florestal – Aspectos Jurídicos e Científicos. O evento reunirá representantes da academia, parlamentares, organizações civis e cientistas. O objetivo é aprimorar o debate nacional em torno dos aspectos técnicos e legais do Código Florestal, a lei brasileira

Açailândia, MA: Mais de 300 famílias estavam vivendo em meio à poluição causada pelas indústrias siderúrgicas

MP garante a aquisição de terreno para o reassentamento dos moradores de Pequiá de Baixo Devido aos problemas de poluição ambiental causados pelas empresas siderúrgicas em Açailândia, o Ministério Público do Maranhão provocou mais uma reunião, quinta-feira, 16, com representantes do Sindicato das Indústrias de Ferro Gusa (SIFEMA), e de moradores do povoado de Pequiá de baixo para a aceleração das discussões no processo de aquisição de um novo terreno para

No Pará, municípios sustentáveis poderão ter pacote de benefícios

Pecuaristas, governo e MPF/PA: trabalho conjunto pela sustentabilidade. Foto: MPF/PA Governo do Estado, MPF/PA e federações dos municípios e da pecuária trabalham pela implementação de programas de apoio a cidades que assinarem acordo pelo desmatamento zero Os municípios que fizerem parte do acordo contra o desmatamento no Pará poderão ganhar prioridade na implementação, pelo governo do Estado, de programas de regularização fundiária, recuperação de solos e de capacitação de proprietários rurais em

Brasil mínimo, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

No Brasil, tudo é mínimo: o salário, a renda, até o Estado há pouco tempo era para ser mínimo. No Brasil, para a maioria da população, tudo é mínimo: o salário, a renda, o Bolsa Família, até o Estado há pouco tempo atrás era para ser mínimo. A saúde e a educação talvez nem cheguem ao mínimo, mas o mínimo é a meta a ser conquistada. Superar a fome, a sede, a

Crise cambial: Importando a confusão e somando com a nossa, artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] Dificilmente em qualquer outra época se terão juntado tantos fatores externos e internos para dificultar o diagnóstico e a adoção de caminhos eficazes para resolver em âmbito global ou de cada país a grave crise econômico-financeira-produtiva-social-ambiental do mundo de hoje. A tal ponto que dificilmente a reunião de hoje e amanhã do G-20 chegará a consensos produtivos. Da mesma forma que, no nosso panorama interno, são

Otra crisis alimentaria y al ‘Dios mercado’ no hay quién le tosa, por Vicent Boix

Sólo en USA, durante 2010, se destinó el 35% de maíz al consumo nacional de bioetanol como agrocombustible. El dato es importante porque dicha potencia cosecha el 40% de la producción mundial, lo que significa que sólo con datos de USA, el 14% del maíz mundial se dedicó a la alimentación de coches. Con ello, lógicamente, podrían tener problemas los países que dependan de las importaciones estadounidenses de maíz. Que

Governo vai afrouxar regras ambientais após o carnaval

Pacote de decretos que será anunciado após o carnaval vai simplificar licenças ambientais e reduzir prazos e custos Governo afrouxa regras ambientais - Um pacote de decretos promoverá o que vem sendo entendido no governo como "choque de gestão" na área de licenciamento ambiental, com regras mais simples e redução de prazos e custos. Os decretos vão fixar novas normas por setores, e os primeiros a passarem por reforma serão petróleo,

O governo brasileiro está preocupado com a repercussão internacional de Belo Monte

Protestos da população indígena em Altamira em 2008 contra a construção da usina de Belo Monte Ministério Público aponta irregularidades e questiona viabilidade da hidrelétrica, que é vista com desconfiança no exterior. Já governo brasileiro defende que a obra tem que sair e diz que sociedade local apoia projeto. O governo brasileiro está preocupado com a repercussão internacional de Belo Monte. Diante de todas as críticas que acompanham a construção da usina

Índios coletam sementes usadas para recuperar as nascentes do Rio Xingu

Fazendeiros e ambientalistas plantam florestas de árvores nativas da região. Os técnicos trabalham com 160 espécies florestais. O trabalho de recuperação das nascentes do Rio Xingu, em Mato Grosso, conta com a ajuda dos índios ikpengs, que coletam sementes de espécies nativas para vender aos agricultores da região. Os agricultores e ambientalistas também utilizam a técnica muvuca, pela qual é usada a plantadeira de soja para semear florestas. Reportagem da Gazetaweb. A

Top