Índice da edição de 24/11/2009

A luta contra a fome deve contar com os que a padecem, artigo de Esther Vivas Em debate: Drogas levam ao consumismo, artigo de Maurício Gomide Martins Belém a um pulo para a Europa, artigo de Yasmim Uchôa e Fátima Baia COP 15: Banco Mundial estima que Brasil tem metas ambiciosas, mas possíveis para reunião do clima Relatório do WWF afirma que mudanças climáticas podem levar ao colapso da Amazônia Comissão Pastoral da Terra, CPT:

A luta contra a fome deve contar com os que a padecem, artigo de Esther Vivas

Esther Vivas [EcoDebate] Fórum dos Movimentos Sociais paralelo à Cúpula da FAO - Mais de 600 delegados/as de organizações camponesas, pescadores, consumidores críticos, pastores, mulheres, jovens... estão reunidos nesses dias em Roma, no Fórum dos Movimentos Sociais para debater e estabelecer estratégias conjuntas de ação para enfrentar a grave crise alimentar que atinge a mais de 1 bilhão de pessoas em todo o planeta, um em cada seis habitantes, especialmente nos

Em debate: Drogas levam ao consumismo, artigo de Maurício Gomide Martins

[EcoDebate] Estão sempre expostas na mídia as atividades criminosas de traficantes e usuários de drogas. A cada dia, sabe-se de casos trágicos em que jovens viciados cometem ações destrutivas, tanto no âmbito social como no familiar, não sendo incomum assassinato de pais. Como os atuais jovens são os pilares sociais do futuro próximo, vimos com amargura que tal vício, apesar do combate nominal do governo, está se alastrando, indicando que

Belém a um pulo para a Europa, artigo de Yasmim Uchôa e Fátima Baia

[EcoDebate] No século XIX Belém passou por uma reestruturação paisagística caracterizada na arquitetura e na infra-estrutura. O período ficou conhecido como belle epoque. Tal remodelagem ocorreu durante o ciclo da borracha, 1850 a 1910. No final do século XIX era fácil encontrar filhas de nobres belenenses encomendando de Paris cortes de tecidos finos. Foi o momento de desenvolvimento vertiginoso de nossa economia e cultura. 21545

COP 15: Banco Mundial estima que Brasil tem metas ambiciosas, mas possíveis para reunião do clima

A economista-chefe e coautora do Relatório sobre Desenvolvimento e Mudança Climática do Banco Mundial, Marianne Fay, e o coordenador de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do banco, Mark Lundell, apresentam dados do relatório Foto: Valter Campanato/ABr O Brasil tem metas ambiciosas para a reunião sobre mudanças climáticas que será realizada em dezembro, mas que podem ser alcançadas na avaliação da economista chefe do Banco Mundial e coautora do Relatório Desenvolvimento

Relatório do WWF afirma que mudanças climáticas podem levar ao colapso da Amazônia

Relatório encomendado pela Rede WWF e Allianz SE afirma que outros locais do mundo também poderão ser afetados Relatório divulgado hoje na Alemanha afirma que regiões e ecossistemas mais diversos do planeta correm riscos de atingir um ponto de colapso que desencadeia consequências ambientais, sociais e econômicas devastadoras. A Amazônia é uma destas áreas e os efeitos do aquecimento global não ficarão restritos apenas à região. O possível colapso do sistema

Comissão Pastoral da Terra, CPT: Sintonia entre capital e Estado mantém a violência no campo

Apresentamos à sociedade os dados parciais de conflitos e de violência no campo relativos ao período de janeiro a 15 de novembro de 2009. Como sempre alertamos que estes dados são parciais, não só porque se referem a um período do ano, mas também porque ainda poderão chegar ao nosso Setor de Documentação novas informações que serão incorporadas ao que já está registrado. Isto significa que pode haver alteração nos

MPT, PF e Polícia Civil flagram aliciamento de adolescentes indígenas em aldeias de Dourados

Ministério Público do Trabalho, Polícia Civil e Polícia Federal em diligência realizada ontem, 19 de novembro, nas aldeias indígenas Bororó, Panambizinho e Jaguapiru, no município de Dourados, flagraram ônibus onde estavam três adolescentes que seriam contratados para o corte de cana na usina Santa Olinda, localizada no distrito de Quebra Coco, no município de Sidrolândia. A operação foi realizada em virtude de denúncia anônima apresentada ontem mesmo na sede da

MPF/TO ajuíza 18 ações que buscam titulação de terras quilombolas

Objetivo é agilizar a obtenção dos títulos definitivos, conforme estabelece a Constituição Federal de 1988 O Ministério Público Federal no Tocantins ajuizou na Justiça Federal, como parte dos eventos alusivos ao Dia da Consciência Negra, 18 petições iniciais de ação civil pública contra a União e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para exigir a titulação dos territórios quilombolas. A iniciativa, que aconteceu na sexta-feira, 20 de novembro,

Survival International: Esforços para frear o aquecimento global são devastadores para povos indígenas, adverte novo relatório

Represas hidroelétricas estão sendo construídas na Amazônia em nome do combate às mudanças climáticas ©Survival Medidas contra o aquecimento global apresentam riscos tão prejudiciais aos povos indígenas quanto as mudanças climáticas em si, de acordo com novo relatório publicado pela organização de direitos indígenas Survival International. O relatório ‘A verdade mais inconveniente: as mudanças climáticas e os povos indígenas’ define quatro ‘medidas mitigatórias’ chaves que ameaçam povos indígenas: 21527

Ambientalista diz que projetos financiados pelo BNDES causam impacto negativo na América do Sul

Os financiamentos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) estão causando impactos negativos às populações indígenas e campesinas de países da América do Sul. A denúncia foi feito ontem (23) à Agência Brasil, no Rio de Janeiro, pelo presidente do Fórum Boliviano sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, Manoel Lima, após participar do 1º Encontro Sulamericano de Populações Afetadas pelos Projetos Financiados pelo BNDES. 21523

O BNDES na visão dos movimentos sociais. Entrevista especial com Luiz Dalla Costa, coordenador do MAB

“Nós (dos movimentos sociais) temos conversado com o BNDES, mas achamos que deve haver mais avanços. Queremos que o BNDES seja um banco público, de interesse público e popular e o mais democrático possível”. Assim, Luiz Dalla Costa aborda as relações entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social e os movimentos sociais, formados por pessoas atingidas por obras financiadas pelo banco. Em entrevista, por telefone, à IHU On-Line,

Top