Índice da edição de 13/02/2009

Desmataram e daí? O desmatamento de sempre, como sempre Professor da Universidade Federal de Rondônia diz que construção de Jirau atenta contra legislação ambiental Projeto piloto em Rondônia utiliza mucuna preta como alternativa ao uso do fogo Governo não vai reabrir discussão sobre terras quilombolas, diz ministro O grande levante social e religioso de Irmã Dorothy. Entrevista especial com Margarida Pantoja Diversidade de culturas reduz a poluição por nitrogênio Novas usinas nucleares produzem mais radiação Ministro norte-irlandês

Desmataram e daí? O desmatamento de sempre, como sempre

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, cumprindo um tradicional ritual anual, inaugurado ainda na gestão Marina Silva, reuniu-se ontem (12/02) com os prefeitos dos 36 municípios incluídos na lista dos que mais desmatam na Amazônia Legal. Ainda, de acordo com a tradição, o ministro discutiu a propostas do governo para reduzir o desmatamento e os prefeitos reclamaram da falta de apoio e do "excesso" de

Professor da Universidade Federal de Rondônia diz que construção de Jirau atenta contra legislação ambiental

Professor de Planejamento de Sistemas Energéticos da Universidade Federal de Rondônia (Unir), o físico Arthur Moretti afirmou, em entrevista à Agência Brasil, que a construção da Usina Hidrelétrica de Jirau, no Rio Madeira, cujas obras já foram iniciadas, atenta contra a legislação ambiental. O consórcio Energia Sustentável do Brasil, vencedor da licitação, já iniciou o empreendimento e desviou o local da obra, que está 9,2 quilômetros abaixo da área inicialmente prevista.

Projeto piloto em Rondônia utiliza mucuna preta como alternativa ao uso do fogo

MUCUNA-PRETA, Mucuna aterrima, em foto do Instituto Agronômico - IAC, SP Projeto de conversão de multas do Prevfogo em parceria com a ONG Patcha Mama Amazônia, desenvolve um centro de treinamento na Comunidade Bom Jesus, próximo ao Km 13 da Br 364, em Rondônia, que tem como objetivo demonstrar como a mucuna preta (Mucuna aterrina) pode ser utilizada na limpeza e recuperação de solos degradados, sendo uma alternativa sustentável e totalmente

Governo não vai reabrir discussão sobre terras quilombolas, diz ministro

A demarcação das áreas remanescentes de quilombos na região de Alcântara (MA) é questão fechada dentro do governo. Esta foi a resposta do ministro Edson Santos, da Secretaria Especial de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial (Seppir), sobre a solicitação feita pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim, para que a Advocacia-Geral da União (AGU) abrisse uma Câmara de Conciliação para discutir o assunto. Em entrevista à Agência Brasil, Santos explicou

O grande levante social e religioso de Irmã Dorothy. Entrevista especial com Margarida Pantoja

Nesta quinta-feira, dia 12, completaram-se os quatro anos da morte da Irmã Dorothy Mae Stang, assassinada em 2005 com seis tiros a queima-roupa, aos 73 anos de idade, em uma estrada de terra de difícil acesso no interior do município de Anapu, no Estado do Pará. Seu assassinato ocorreu a mando de grileiros e madeireiros da região que já a ameaçavam há muito tempo por seu compromisso com a defesa

Diversidade de culturas reduz a poluição por nitrogênio

[Por Henrique Cortez, do Ecodebate] Pesquisadores identificaram uma ligação entre a diversidade de plantas cultivadas e poluição por nitrogênio que geram em lagos e rios. Na última edição da revista online Frontiers in Ecology and the Environment, pesquisadores demonstram que quando a biodiversidade das culturas é alta, menos nitrogênio é encontrado dissolvido nas bacias hidrográficas. O nitrogênio dos fertilizantes infiltra-se no solos e águas subterrâneas, atingindo rios e lagos. 9854

Novas usinas nucleares produzem mais radiação

Novo reator EPR em construção em Flamanville, Normandia, França. Foto a AFP, no The Independent [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Matéria do jornal The Independent, de 8/2/2009, afirma que os novos reatores nucleares planejados para construção na Grã-Bretanha vão produzir muito mais radiação do que os reatores da geração anterior, o que pode ser muito mais perigoso em caso de um acidente nuclear. Segundo o jornal, estas informações, que constam de

Ministro norte-irlandês proíbe campanha sobre as mudanças climáticas

[Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Uma campanha publicitária convidando as pessoas para ajudar a combater as mudanças climáticas foi proibida pelo ministro do Ambiente da Irlanda do Norte, porque ele não acredita que os humanos são a principal causa do aquecimento global. Sammy Wilson disse que os anúncios sugerindo que as televisões sejam desligadas, ao contrário de permanecer no modo de espera (stand-by), para ajudar a salvar o planeta é

Evolução histórica do conceito de savana e a sua relação com o Cerrado brasileiro, artigo de Fabiana de Gois Aquino, José Roberto Rodrigues Pinto e José Felipe Ribeiro

Cerrado, em foto de arquivo Agrupar a vegetação de uma região, de um país ou do planeta em categorias de fácil reconhecimento parece, inicialmente, uma tarefa simples. Entretanto, os critérios, as observações subjetivas, as escalas e outras variáveis consideradas no método de classificação adotado dificultam que um mesmo padrão possa emergir nos diferentes sistemas propostos por distintos autores. Embora certa uniformidade na conceituação e na terminologia seja desejada, é muito difícil

Cerrado no contexto das transformações socioambientais, artigo de Laurindo Elias Pedrosa

Cerrado, em foto de arquivo [ComCiência] O presente texto tem como propósito formular alguns questionamentos e ainda trazer, a partir de experiências vivenciadas, contribuições para a reflexão sobre a degradação humana e ambiental francamente em curso no Cerrado brasileiro. As proposições construídas, frutos de debates amplos e democráticos, tão ausentes no momento, poderão resultar em ações concretas no seio da sociedade e que devem ser implementadas por uma vigorosa política de

A Votorantim e a destruição em Vazante, artigo de José de Souza Castro

[NovaE] Leio na Folha de S. Paulo uma interessante reportagem de Cristina Moreno de Castro e Gustavo Hennemann, contando como a Companhia Mineira de Metais (CMM), do Grupo Votorantim, vai aos poucos destruindo a paisagem rural de Vazante, um pacato município do Noroeste de Minas, e envenenando as águas do rio Santa Catarina. E me lembro de uma reportagem publicada pelo Jornal do Brasil no dia 25 de novembro de

Top