Trabalhadores de cana à margem do setor produtivo

Num país de tantos contrastes, não é de se estranhar que a expansão do setor sucro-alcooleiro se dê às custas dos cortadores de cana. Uma revisão da literatura científica publicada na Revista de Saúde Pública revela os riscos à saúde associados à queima da cana a que estão sujeitos esses trabalhadores, que agora se vêem ameaçados também pela substituição da queima pela colheita mecanizada. A nova ameaça é o desemprego.Por

Estudo feito na Unifesp aponta que maioria dos pediatras e nutricionistas prescreve produtos considerados inadequados para crianças com alergia ao leite de vaca

Erros conceituais - Os pediatras e nutricionistas erram com freqüência no diagnóstico para detectar a alergia às proteínas do leite de vaca em crianças menores de 2 anos. Essa é a conclusão de uma pesquisa, feita na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em que foi demonstrada a presença de “erro conceitual” em relação às recomendações terapêuticas na alergia ao leite de vaca em lactentes. 43

Edificações consumo zero de energia. Utopia?

As empresas que perceberam que não há futuro se a questão da sustentabilidade não for incorporada aos seus negócios investem forte em tecnologia, mas esbarram em um problema; sem empresários e consumidores conscientes, não há como vender produtos sustentáveis, ainda mais quando isso se traduz em custos mais elevados. Matéria de Márcia Pimenta, para o EcoDebate, 09/04/2008. 42

Transposição: uma análise cartesiana, estudo de Manoel Bomfim Ribeiro

1) Introdução Este trabalho mostra o quadro real da Transposição, como tudo ocorreu desde o início e as razões subterrâneas que levam à execução desta mega-obra que, em nada, resolverá os problemas hídrico do Semi-Árido brasileiro. Esta região já possui um grande manancial de água construído pela tenacidade do homem do Nordeste. É um grande cubo de 37 quilômetros cúbicos de água armazenados nos milhares de reservatórios espalhados por todos os

Quanto custa um pôr-do-sol? artigo de Leonardo Boff

Um grande empresário americano, estando em Roma, quis mostrar ao filho a beleza de um pôr-de-sol nas colinas de Castelgandolfo. Antes de se postarem num bom ângulo, o filho perguntou ao pai: "Pai, onde se paga?". Esta pergunta revela a estrutura da sociedade dominante, assentada sobre a economia e o mercado. Nela para tudo se paga – também um pôr-do-sol – tudo se vende e tudo se compra. Ela operou,

Reduzir o desmatamento pode render bilhões, diz estudo

OSLO (Reuters) - A redução do desmatamento em lugares como a Amazônia e a bacia do Congo poderia gerar bilhões de dólares por ano para os países em desenvolvimento, como parte de um esquema da ONU para combater a mudança climática, segundo estudo divulgado na segunda-feira. As queimadas nas matas representam cerca de 20 por cento das emissões mundiais de gases do efeito estufa. Em dezembro, uma conferência de 190

Clima mais seco agrava risco de queimada na Amazônia, diz estudo

OSLO (Reuters) - As queimadas agrícolas serão a maior ameaça à Amazônia nas próximas décadas, agravadas pelo clima mais seco provocado pelo aquecimento global, disseram pesquisadores na segunda-feira. De acordo com eles, a devastação provocada pelo fogo é mais preocupante do que a transformação da floresta em cerrado, como resultado das secas mais freqüentes -- uma tendência prevista no relatório de 2007 da Comissão Climática da Organização das Nações Unidas

Top