Grandes e pequenas usinas solares no Brasil geram mais de 3,4 Gigawatts

Por: Ruy Fontes – Agência #movidos A capacidade instalada da energia solar no Brasil já ultrapassou 3,4 Gigawatts (GW), somando os projetos de grandes usinas e os micro / minigeradores distribuídos em todo o país. Segundo os dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), são 2,26GW em geração centralizada e 1,19 GW no segmento distribuído, totalizando cerca de 3,45 GW de energia gerados pelo sol brasileiro. O total é superior ao projetado

Governo estuda construção de seis usinas nucleares até 2050, ao custo de US$ 30 bilhões

    O governo federal informou ontem (26) que estuda construir seis usinas nucleares até 2050. A informação foi dada pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia, Reive Barros. A construção das usinas deve ser incluída no Plano Nacional de Energia (PNE), que está em fase final de elaboração. Em nota, o ministério destaca que o PNE está em fase final de elaboração e informa que o governo

Quais hábitos da modernidade contribuem para a obesidade?

    Médico aponta quais hábitos da modernidade contribuem para obesidade José Ernesto dos Santos comenta que o estilo de vida contemporâneo também tornou as crianças sujeitas à síndrome metabólica Jornal da USP no Ar / Rádio USP A síndrome metabólica é uma doença moderna que envolve obesidade, gordura no fígado, resistência à insulina e diabete. O tratamento deve envolver a terapia nutricional e medicamentos anteriormente apenas usados para o controle da diabete. O assunto

EcoDebate: Índice da edição nº 3.291, de 26/09/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Paisagens em ecologia histórica, artigo de Roberto Naime Emergência Climática - A ciência destaca fatos e números importantes sobre o crescente fosso entre metas e realidade Emergência Climática - Relatório do IPCC prevê oceanos com temperaturas mais altas e menos oxigênio Perigos para as florestas de Bornéu, das mais biodiversas e ameaçadas do planeta Rio dá início ao plantio das 13.725 mudas, de 207 espécies da Mata Atlântica, na Floresta

Paisagens em ecologia histórica, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Na ecologia histórica, o meio ambiente fica registrado como cenário físico específico, a paisagem, que é definida como uma área de interação entre cultura humana e ambiente não antrópico. A paisagem é sempre alterada por manifestações físicas dos protagonistas. Ecologia histórica revisa a noção de ecossistema e o substitui por paisagem. Enquanto um ecossistema é estático e cíclico, uma paisagem é histórica. Enquanto a concepção de visão do ecossistema sempre tenta

Emergência Climática – A ciência destaca fatos e números importantes sobre o crescente fosso entre metas e realidade

  As principais organizações de ciência climática do mundo se uniram para produzir um novo relatório histórico para a Cúpula de Ação Climática das Nações Unidas , sublinhando a evidente - e crescente - lacuna entre as metas acordadas para enfrentar o aquecimento global e a realidade. WMO* O relatório, United in Science , inclui detalhes sobre o estado do clima e apresenta tendências nas emissões e concentrações atmosféricas dos principais gases de efeito estufa. Ele destaca a urgência de transformações

Emergência Climática – Relatório do IPCC prevê oceanos com temperaturas mais altas e menos oxigênio

    O Painel Intergovernamental sobre as Alterações Climáticas (IPCC), criado pelas Nações Unidas (ONU), apresentou na quarta-feira (25) um relatório dedicado aos efeitos das alterações climáticas nos oceanos e nas massas de gelo permanentes da Terra. A devastação dos mares e das regiões geladas devido às alterações climáticas é o grande problema apontado no documento. É urgente priorizar "ações oportunas, ambiciosas e coordenadas" de forma a enfrentar estas mudanças "sem precedentes e

Perigos para as florestas de Bornéu, das mais biodiversas e ameaçadas do planeta

  Caros colegas, Apesar das promessas de reduzir pela metade o desmatamento, as taxas globais de perda de florestas aumentaram 43% nos últimos anos. O que é especialmente alarmante é o rápido desaparecimento de áreas selvagens sobreviventes e florestas intactas. Por que estamos fragmentando a Terra tão rapidamente? A maior ameaça direta: uma explosão de nova infraestrutura e as dramáticas mudanças que muitas vezes traz - uma caixa de perturbação ambiental de Pandora. Este enorme

Rio dá início ao plantio das 13.725 mudas, de 207 espécies da Mata Atlântica, na Floresta dos Atletas

  A prefeitura do Rio iniciou ontem (25) no Parque Radical, em Deodoro, zona oeste da cidade, o plantio da Floresta dos Atletas, promessa feita durante a Olimpíada Rio 2016.   Estudantes da rede municipal do Rio ajudam a plantar. mudas na Floresta dos Atletas. Foto: Marcos de Paula/Prefeitura do Rio ABr O espaço vai abrigar 13.725 mudas de 207 espécies da Mata Atlântica e honrar o compromisso assumido ao vivo, anunciado para 3 bilhões

Projeto refloresta 60 hectares com 120 mil mudas nativas da Mata Atlântica, em Cachoeiras de Macacu (RJ)

  O Projeto Guapiaçu Grande Vida (GGV), gerido pela organização não governamental (ONG) Reserva Ecológica de Guapiaçu (REGUA), foi o responsável pelo reflorestamento de 60 hectares com 120 mil mudas nativas da Mata Atlântica. A área reflorestada equivale a 60 estádios do Maracanã. O projeto, localizado no município de Cachoeiras de Macacu, região metropolitana do Rio de Janeiro, tem o patrocínio do Programa Petrobras Socioambiental. Os investimentos da empresa somam cerca de R$ 5 milhões. “A

EcoDebate: Índice da edição nº 3.290, de 25/09/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Brasil vive outra década perdida, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Floresta dos Atletas: resolvendo o passado e olhando o futuro, artigo de Marcelo Queiroz Emergência Climática - Relatório do IPCC revela mudanças ‘sem precedentes’ nos oceanos e regiões congeladas Emergência Climática - Cientistas alertam que mudanças climáticas estão acontecendo 'antes e pior' do que o previsto Gerar energia solar no próprio telhado é a modalidade mais usada por consumidores Assassinatos

Brasil vive outra década perdida, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] O IBGE divulgou no final de agosto que o Produto Interno Bruto (PIB) registrou variação positiva de 0,4% no segundo trimestre de 2019 (comparado ao primeiro), na série com ajuste sazonal. Desta forma, este número evitou que o Brasil entrasse em recessão técnica (queda em dois trimestres consecutivos). Mesmo assim, a recuperação apresenta fôlego curto e não evitará que a segunda década dos anos 2000 entre para a história como

Top