Líderes indígenas denunciam os incêndios na região amazônica como ‘uma terrível praga’

  Muitas terras indígenas têm sido incendiadas por fazendeiros e grileiros há anos, mas agora os incêndios são especialmente graves. Hemokomaá, um homem Awá, mostra sua floresta depois do incêndio que atingiu sua terra em 2010. © Fiona Watson/Survival Líderes indígenas da região amazônica denunciam os incêndios devastadores como uma “praga” e um “terror” que “faz nossas crianças ficarem doentes, mata os animais, só traz coisa ruim.” Antonio Enésio Tenharim, do povo Tenharim, afirmou:

Antes de pensar no preço da energia solar, veja 10 exemplos de custo-benefício

A maioria das pessoas que começa a considerar a energia solar para pagar menos na conta de luz acaba desistindo na primeira barreira: o preço. Apesar das quedas anuais no preço da energia solar no Brasil, ainda assim é considerado um investimento de alto custo. Mas, resolvemos levantar algumas considerações para colocar na balança o custo-benefício da instalação de um sistema solar. E, pode acreditar, pegue as facilidades de financiamento

EcoDebate: Índice da edição nº 3.271, de 27/08/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Percepção do risco de carrapaticidas, artigo de Roberto Naime Witzel ou Auscwitzel? artigo de Gaudêncio Torquato É possível recuperar 12 milhões de hectares de vegetação nativa do país até 2030, indica relatório Catástrofe: este é o cenário provável na Mina Guaíba (RS) Estudo demonstra que a tragédia de Mariana causou alterações substanciais e perenes na foz do Rio Doce Com aprovação de mais agrotóxicos à base de Sulfoxaflor, apicultores temem novo

Percepção do risco de carrapaticidas, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] SILVA et al (2012) caracterizam os riscos relacionados ao uso de agrotóxicos na pecuária leiteira, em relação a questões de legislação, de saúde e da percepção dos riscos desta atividade. Estudos apontam uma situação de especial interesse para o campo da Saúde Coletiva. No que diz respeito aos trabalhadores da pecuária leiteira, a invisibilidade de riscos associados ao manejo de agrotóxicos de uso veterinário aumenta sua exposição e está relacionada

Witzel ou Auscwitzel? artigo de Gaudêncio Torquato

    Cena da semana: um saltitante e sorridente governador, dando murros no ar sobre a ponte Rio-Niterói, comemorando o abate do jovem Willian Augusto da Silva, de 20 anos, sequestrador de um ônibus com 39 passageiros, por um sniper escondido em cima de um caminhão de bombeiros. O ex-juiz Wilson Witzel, agora na condição de mandatário-mor do Rio de Janeiro, vibrava com a tragédia que chegara ao fim, convencido de que a

É possível recuperar 12 milhões de hectares de vegetação nativa do país até 2030, indica relatório

  Documento lançado pela Plataforma Brasileira de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos estima que restauração florestal sequestraria 1,39 megatonelada de CO2 da atmosfera e aumentaria em 200% a conservação da biodiversidade, sem prejuízos à agropecuária   (foto: Leticia Garcia)   Elton Alisson | Agência FAPESP – O Brasil perdeu 71 milhões de hectares de vegetação nativa nos últimos 30 anos – área maior que a ocupada pela Amazônia – em decorrência de desmatamento e queimadas, entre

Catástrofe: este é o cenário provável na Mina Guaíba (RS)

    Uma audiência pública promovida pelo Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul (MP-RS) na noite de terça-feira (20), em Porto Alegre, debateu a viabilidade de implantação do projeto Mina Guaíba e teve a presença de autoridades e ambientalistas de vários lugares do país. Caso o projeto for autorizado, será a maior área de extração de carvão mineral a céu aberto do Brasil. Isso também acarretará em uma concentração de

Estudo demonstra que a tragédia de Mariana causou alterações substanciais e perenes na foz do Rio Doce

  Estudo desenvolvido no Instituto de Geociências demonstra os efeitos do rompimento da barragem de Fundão JORNAL DA UNICAMP TEXTO PAULA PENEDO | INSTITUTO DE GEOCIÊNCIAS | ESPECIAL PARA O JU FOTOS AGÊNCIA BRASIL EDIÇÃO DE IMAGEM LUIS PAULO SILVA O Rio Doce, localizado nos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, é um dos cursos d’água mais importantes da região Sudeste brasileira, com uma bacia hidrográfica que incorpora 184 municípios. Em novembro de 2015, ele sofreu

Com aprovação de mais agrotóxicos à base de Sulfoxaflor, apicultores temem novo extermínio de abelhas

  Última leva de aprovações do governo Bolsonaro incluiu seis produtos com Sulfoxaflor; pesticida é apontado como causador de morte de enxames     Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil Se o número de abelhas mortas desde o final do ano passado assusta – foram mais de 500 milhões em três meses –, apicultores brasileiros se preparam para uma realidade ainda pior este ano. Isso porque, além dos agrotóxicos que já causam mortandade segundo diversos estudos,

Como as emoções afetam nossas escolhas alimentares?

    Você sabia que a sua alimentação pode estar sendo afetada pelos seus sentimentos? E que, talvez, esses sentimentos – estresse, ansiedade, depressão - estejam dificultando hábitos mais saudáveis e até a perda de peso? Por Bruna Bozza Segundo a psicóloga clínica, especialista em saúde focada em emagrecimento, nutrição emocional e comportamental, Dra. Daiana Peixé, nossas emoções afetam nossas escolhas porque o ser humano é guiado por duas forças: a busca pelo prazer

EcoDebate: Índice da edição nº 3.270, de 26/08/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Amazônia em chamas, artigo de Montserrat Martins Queimadas na Amazônia: De Birnam Wood a Dunsinane Hill; da Amazônia ao Planalto Central, artigo de Hugo Cavalcanti Melo Filho Relatório Luz da Sociedade Civil mostra Brasil distante do desenvolvimento sustentável Biocarvão (biochar) pode ser usado para recuperar solo degradado, indica estudo Reduzir a perda e o desperdício de alimentos contribui para combate às mudanças climáticas Regiões afetadas por baixa qualidade da água podem

Amazônia em chamas, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] A sua opinião é mais importante do que você imagina. Ela influencia nos discursos e nas ações das autoridades, dos políticos, desde um vereador até o Presidente da República. A sua opinião sobre a Amazônia é fundamental para o que vai acontecer com ela, o quanto dela vai sobreviver. A Amazônia está em chamas, alvo de queimadas que acabam com a floresta. Os incendiários se apossam dessas terras, depois de

Queimadas na Amazônia: De Birnam Wood a Dunsinane Hill; da Amazônia ao Planalto Central, artigo de Hugo Cavalcanti Melo Filho

  “Macbeth shall never vanquished be until great Birnam Wood to high Dunsinane Hill shall come against him”.   [EcoDebate] Nesta semana, um texto atribuído a Tarso de Melo, intitulado “A queda do céu”, no qual o autor comenta, de forma poética, os efeitos das queimadas na Amazônia sentidos pelos moradores da cidade de São Paulo, terminava com uma advertência: “a floresta vem visitar, vem avisar. Vai cair o céu”. Não pude deixar

Relatório Luz da Sociedade Civil mostra Brasil distante do desenvolvimento sustentável

  Análise realizada por especialistas em cada um dos Objetivos da Agenda 2030 revela acirramento das violações e o desrespeito aos direitos sociais, ambientais e econômicos O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030, o GT Agenda 2030, lançou nesta quinta-feira, 22/08, em Brasília, a terceira edição do seu Relatório Luz. A exemplo do que aconteceu em 2017 e 2018, a publicação analisa a implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento

Biocarvão (biochar) pode ser usado para recuperar solo degradado, indica estudo

  Biocarvão ou Biochar. Foto de Simon Dooley, no Jornal da PUC-Rio   Pesquisa inédita realizada pela professora do Departamento de Geografia e Meio Ambiente da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), Agnieska Latawiec, provou que o biocarvão, ou biochar, pode ser utilizado como insumo para recuperação de pastagens degradadas no Brasil. Agnieska disse à Agência Brasil que o biocarvão não é um adubo. “É um potencializador de solo”. O biocarvão é

Reduzir a perda e o desperdício de alimentos contribui para combate às mudanças climáticas

  A perda e o desperdício de alimentos gera de 8% a 10% de todas as emissões de gases de efeito estufa produzidos por seres humanos, de acordo com novo relatório sobre mudanças climáticas, o primeiro a destacar a relação estreita entre esse fenômeno e os fracassos do sistema alimentar. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) adverte há anos sobre a magnitude deste problema: quase um terço de

Regiões afetadas por baixa qualidade da água podem ter um corte de um terço no seu potencial econômico

  'Crise invisível da qualidade da água' ameaça bem-estar humano e ambiental Alerta é do novo relatório do Banco Mundial; baixa qualidade deste recurso pode reduzir em um terço potencial econômico de regiões afetadas; sem ação urgente, problema terá impactos na saúde humana, reduzindo de forma maciça a produção de alimentos. A deterioração da qualidade da água está reduzindo o potencial econômico de áreas altamente poluídas, afirma um novo relatório do Banco Mundial

EcoDebate: Índice da edição nº 3.269, de 23/08/2019

  Revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394   Dia Mundial pelo fim do Especismo: 24 de agosto de 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves A Amazônia está agonizando, artigo de Augusto Lima da Silveira e Rodrigo Berté Como os edifícios podem reduzir 80% de suas emissões de carbono até 2050 3 passos para ter um kit de energia solar residencial Pesquisadores descrevem trajetória do 'rio de fumaça' que escureceu São Paulo 3 vantagens do trabalho freelancer para a

Dia Mundial pelo fim do Especismo: 24 de agosto de 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Não tenho dúvidas de que é parte do destino da raça humana, na sua evolução gradual, parar de comer animais, tal como as tribos selvagens deixaram de se comer umas às outras quando entraram em contato com os mais civilizados” Henry Thoreau (1817-1862) [EcoDebate] Em 24 de agosto de 2019 acontece o Dia Mundial pelo Fim do Especismo (DMFE). É uma oportunidade para denunciar o genocídio das espécies, o holocausto biológico, a

A Amazônia está agonizando, artigo de Augusto Lima da Silveira e Rodrigo Berté

  [EcoDebate] Amazônia está agonizando e cadê a grande mídia? Uma sucessão de incêndios em florestas e reservas por todo o estado de Rondônia tem causado mortes, perdas e mudanças na rotina da população. Com queimadas se estendendo por vários dias, a fumaça mergulhou até a capital, Porto Velho, em uma nuvem interminável, enquanto um rastro de cinzas e animais mortos é deixado pelo fogo que continua a se alastrar e

Top