Reduzir a perda e o desperdício de alimentos contribui para combate às mudanças climáticas

  A perda e o desperdício de alimentos gera de 8% a 10% de todas as emissões de gases de efeito estufa produzidos por seres humanos, de acordo com novo relatório sobre mudanças climáticas, o primeiro a destacar a relação estreita entre esse fenômeno e os fracassos do sistema alimentar. A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) adverte há anos sobre a magnitude deste problema: quase um terço de

Desperdício de alimentos e água, artigo de Roberto Naime

    Desperdício de alimentos e água [EcoDebate] Desperdício de alimentos é um conceito de definição imprecisa. De modo geral, considera-se desperdício um dos tipos de perda que ocorrem na cadeia produtiva dos alimentos, que vai da produção até o consumo, referindo-se especificamente às perdas deliberadas que ocorrem na comida apta para o consumo, seja por descarte ou pela não utilização. Como muitas vezes pode ser difícil distinguir até que ponto as perdas são

Prefeitura de São Paulo lança programa de combate ao desperdício e à perda de alimentos

    O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, assinou, na quinta-feira (18), o decreto que institui o Programa Municipal de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos. ABr Promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho o programa vai coletar alimentos em feiras livres e mercados municipais, que estejam em boas condições de consumo, mas que seriam descartados por não ter valor comercial, e doar para mais de 300 entidades assistenciais cadastradas

Dois problemas antagônicos coexistem no Brasil, o desperdício de alimentos e a insegurança alimentar

  A fome não deixou de ser um problema no Brasil. A convivência mútua do desperdício de alimentos com a insegurança alimentar. Entrevista especial com Gustavo Porpino Por Patricia Facchin, IHU     Apesar de o Brasil ter saído do Mapa da Fome, dois problemas ainda persistem quando se trata de analisar a situação alimentar do brasileiro: o desperdício e a insegurança alimentar. O alerta é feito por Gustavo Porpino, coordenador do projeto “Diálogos Setoriais

Por ano, 33 mil toneladas de alimentos das feiras livres de São Paulo vão para o lixo

  Pesquisa dimensiona desperdício e propõe, entre outras, uma finalidade social para esses alimentos: creches, asilos e escolas públicas Por Ivanir Ferreira, Jornal da USP Os dados sobre desperdício de alimentos no mundo são alarmantes. Cerca de 1,3 bilhão de toneladas são jogadas fora por ano. O Brasil tem uma grande participação nesta conta porque está entre os dez países que mais desperdiçam alimentos. Em média, descartamos 50% do que produzimos. Nas feiras

Famílias da UE desperdiçam mais de 17 milhões de toneladas de frutas e legumes frescos por ano

  Artigo conclui que os agregados familiares da UE descartam cerca de 35,3 kg de frutas e legumes frescos por pessoa por ano, dos quais 14,2 kg são evitáveis. Cerca de 88 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçados anualmente na UE, com custos associados estimados em 143 bilhões de euros. Joint Research Centre (JRC)* A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação estima que cerca de um terço dos alimentos produzidos globalmente

Quanta água desperdiçamos com a comida que jogamos fora?

    Universidad Politécnica de Madrid* A pegada hídrica espanhola associada ao desperdício de comida equivale a mais de 130 litros de água por pessoa por dia, segundo pesquisadores da UPM, depois de estudar o consumo de alimentos realizado em domicílios espanhóis durante um ano. Pesquisadores da Universidad Politécnica de Madrid, em colaboração com o Water Observatory of the Botín Foundation, realizaram um estudo sobre hábitos alimentares e padrões de desperdício em domicílios espanhóis

FAO alerta que 30% de toda a comida produzida no mundo vai parar no lixo

  ONU Em seminário online promovido na segunda-feira (13), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Brasil alertou que, anualmente, 1,3 bilhão de toneladas de comida é desperdiçada ou se perde ao longo das cadeias produtivas de alimentos. Em seminário online promovido na segunda-feira (13), a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) no Brasil alertou que, anualmente, 1,3 bilhão de toneladas de

Para combater o desperdício de alimentos, Comissão da Câmara aprova normas para a destinação de resíduos alimentares

    A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou proposta que estabelece regras para a destinação de resíduos alimentares, com o objetivo de combater o desperdício de alimentos. O texto aprovado é um substitutivo da Comissão de Seguridade Social e Família ao Projeto de Lei 3070/15 do deputado Chico D'Angelo (PT-RJ). Segundo o relator, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), a proposta ajuda no combate à fome e à miséria que “assolam o

Desperdício de alimentos – A legislação brasileira e a falta de estatísticas impedem alcançar a meta de sua redução

  Desperdício de alimentos - A legislação brasileira e a falta de estatísticas impedem alcançar a meta de sua redução. Entrevista especial com Walter Belik IHU     Apesar de o Brasil ter se comprometido com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS, oriundos da Conferência Rio+20, para orientar as políticas nacionais nos próximos 15 anos e ter entre suas metas a redução pela metade das perdas e desperdício de alimentos, ainda “não existe nenhuma

Combate ao desperdício de alimentos e aproveitamento das sobras do processo de produção exigem políticas públicas

  ABr   Quase 30 projetos sobre combate ao desperdício de alimentos tramitam na Câmara O Brasil ainda não tem uma política nacional que regule iniciativas de combate ao desperdício de alimentos e defina o destino de sobras do processo de produção, comercialização e consumo, mas, na Câmara dos Deputados, tramitam atualmente quase 30 projetos de lei com esse objetivo. No entanto, divergências em torno de alguns pontos impedem o avanço das propostas. A maioria

Produção e resíduos de alimentos, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] Cada vez mais, se utilizam recursos naturais devido ao crescimento das populações, pelas alterações do estilo de vida e devido ao crescente consumo pessoal. Para se contrapor ao consumo insustentável, a comunidade europeia propõe atuar sobre o sistema de recursos de forma integral, incluindo os métodos de produção, os padrões de procura e as cadeias de distribuição. O sistema alimentar inclui todos os materiais, processos e infraestruturas relacionados com a

Top