Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.726, de 27/11/2012

    Integração de normas sócio-ambientais, artigo de Roberto Naime Boas novas do Windows, artigo de Efraim Rodrigues Territórios da Cidadania e da economia-mundo, artigo de Bruno Peron Governo baiano suspende queima de lixo tóxico da Rhodia em Camaçari Carcinicultura: MPF consegue condenação de empresa por crime ambiental COP18: Fracasso na prorrogação do Protocolo de Kyoto enfraquece busca por novo acordo climático COP 18: A principal meta da Conferência é a renovação

Integração de normas sócio-ambientais, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] O planeta esta passando por grandes modificações no que se refere ao meio ambiente. Estas mudanças ocorrem não só com o meio ambiente, mas também com as pessoas. O mercado mundial de produtos está sendo agressivo ao meio ambiente, isto está acontecendo devido ao aumento do numero da população mundial, de sua distribuição desta população no espaço urbano e rural. O grande desafio para o próximo século para as organizações

Boas novas do Windows, artigo de Efraim Rodrigues

  Estação de Tratamento de Esgoto em Unaí (MG). Foto de Valter Campanato/ABr   [EcoDebate] Perdi a conta das vezes que o Windows me deixou na mão. Todos têm a sua história. Um sinistro consolo é que entre nós está ninguém menos que Bill Gates, que pelo menos em 1998 e 2005 viu sua “obra prima” travar em público. Faz décadas que vemos, versão após versão, eles dizerem que agora a coisa se resolveu. Nesta

Territórios da Cidadania e da economia-mundo, artigo de Bruno Peron

    [EcoDebate] O Portal da Cidadania do governo federal define Territórios da Cidadania como um programa que visa a "promover o desenvolvimento econômico e universalizar programas básicos de cidadania por meio de uma estratégia de desenvolvimento territorial sustentável." (http://www.territoriosdacidadania.gov.br/dotlrn/clubs/territriosrurais/xowiki/oprograma). O governo federal brasileiro lançou este programa de cooperação interinstitucional em 2008, que calhou portanto no período em que começou a especulação da crise financeira mundial. O Territórios da Cidadania é um programa

Governo baiano suspende queima de lixo tóxico da Rhodia em Camaçari

  O Polo Petroquímico de Camaçari está a 50 quilômetros de Salvador, capital do Estado da Bahia (Governo da Bahia/Creative Commons)   O governo da Bahia vai determinar que a empresa de soluções ambientais Cetrel Lumina suspenda o transporte e a queima de material tóxico enviado de Cubatão (SP), pela multinacional Rhodia, para Camaçari, na região metropolitana de Salvador. Serão solicitados novos testes para confirmar a segurança da operação, que causou polêmica no

Carcinicultura: MPF consegue condenação de empresa por crime ambiental

    Destilaria Miriri terá que pagar multa de 500 mil reais, além de ressarcir o dano ambiental causado pela criação de camarão em área de mangue O Ministério Público Federal (MPF) conseguiu reverter, no Tribunal Regional Federal da 5.ª Região (TRF5), a sentença da 2.ª Vara da Justiça Federal na Paraíba, que, ao julgar a ação penal por dano ambiental ajuizada pelo MPF naquele estado, absolvera a Destilaria Miriri S.A. (antiga Destilaria

COP18: Fracasso na prorrogação do Protocolo de Kyoto enfraquece busca por novo acordo climático

    Pessimismo marca abertura de reunião climática da ONU. Apesar do crescente alarme sobre a mudança climática, quase 200 nações reunidas a partir desta segunda-feira, 26, em Doha pouco terão a oferecer além de palavras sobre a necessidade de conter as emissões de gases do efeito estufa. Reportagem de Alister Doyle e Regan Doherty, da Reuters, em O Estado de S.Paulo. O provável fracasso na definição de uma prorrogação significativa do Protocolo

COP 18: A principal meta da Conferência é a renovação do Protocolo de Kioto, mas o que é o Protocolo de Kioto?

    A principal meta da conferência das Nações Unidas sobre mudanças climáticas, que começa na segunda-feira em Doha, com a participação de 190 países, é a renovação do primeiro período de compromisso do Protocolo de Kioto, que expira em 31 de dezembro. A seguir explicamos alguns elementos para compreender o único instrumento jurídico internacional que impõe aos países ricos metas de reduções obrigatórias de suas emissões de gases de efeito estufa. Matéria

Especialistas dizem que o Brasil não está preparado para os impactos das mudanças climáticas

    Especialistas dizem que país não tem planejamento estratégico para minimizar os efeitos em setores como agricultura, energia e migração regional. Pesquisa mostra o Brasil como o 58º em vulnerabilidade. As imagens dos deslizamentos de terra causados por fortes chuvas e que deixaram centenas de mortos na região serrana do Rio de Janeiro, no início de 2011, ou dos refugiados da seca no Nordeste estão firmes na cabeça de muitos brasileiros. Mas

Maior acidez do mar dissolve concha de criaturas marinhas, diz estudo

  Limacina helicina antarctica. Imagem: British Antarctic Survey   Borboletas-do-mar* que vivem na Antártida estão sendo afetadas pelo alto nível de acidez das águas marinhas, segundo uma nova pesquisa científica. Uma equipe internacional de cientistas descobriu que a concha das borboletas-do-mar está sendo corroída pela água do mar. Segundo especialistas, a descoberta é importante para se determinar o impacto da acidificação do oceano na vida marinha. Os resultados [Extensive dissolution of live pteropods in the

Reutilização local de água é mais eficiente que a realizada em estações de tratamento de grande porte

    Na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP foi desenvolvido um modelo de gestão integrada de drenagem e aproveitamento da água proveniente de chuvas e do reúso do esgoto sanitário. Para a elaboração do modelo, o tecnólogo em saneamento Ricardo Camilo Galavoti avaliou três tipos de cobertura — telhado de zinco, Cobertura Verde Leve (CVL) e Tetra Pak. Já para o esgoto sanitário tratado, a pesquisa propôs modificações

Belo Monte. Um depoimento. Entrevista com Ignez Wenzel

  Ao descrever os bastidores da construção da hidrelétrica no rio Xingu, a religiosa lamenta ao reconhecer que “não existe lei, não existe Constituição. O político nos domina e não temos ação contra ele”. Confira a entrevista. Saída de Porto Alegre há 35 anos, a irmã Ignez Wenzel deixou as atividades que desenvolvia no Colégio São João para abraçar a causa dos colonos que migraram para o Pará em função da construção da

Top