Indice da edição de 23/06/2010

Em ‘defesa’ da corrupção, artigo de Maurício Gomide Martins Ateu por vocação divina, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Energias renováveis: empresas, governos e negócios da China, artigo de Antonio Silvio Hendges Mensagens de Ódio Pela Internet: Um Apelo ao Ministério Público, por Carlos Alberto Lungarzo O Planeta e os pequenos pagam a conta quando os grandes prosperam e fazem a festa, poema de Alder Júlio F. Calado ‘Há um eterno processo de disputa pelo território

Em ‘defesa’ da corrupção, artigo de Maurício Gomide Martins

[EcoDebate] Estamos vendo, quase todos os dias, o grande espetáculo de corrupção no Brasil. Ele pipoca por todos os lados, sem distinção de Estado Município ou Instituição. A mídia se banqueteia nesse assunto, só o largando quando surge outro mais carnudo, mais escandaloso. Interessante! O escândalo maior abafa ou engole o menor. Não ignoramos os filhotes de corrupção esparramados por esse Brasil afora, verdadeiros cursos primários dos iniciantes na difícil

Ateu por vocação divina, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

[EcoDebate] O ateísmo pode ser uma vocação divina. Só alguns ateus têm a capacidade, a dignidade de criticar as grandes religiões. Eles têm o dom de mostrar o que elas não querem ver, de dizer o que elas não gostariam de ouvir. Muitas vezes eles “são a voz de Deus” perante aqueles que se julgam proprietários do dizer e querer divinos. Mas, não é qualquer ateu, como esses que vivem do

Energias renováveis: empresas, governos e negócios da China, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] 1- CARVÃO, PETRÓLEO, CHUVA ÁCIDA E LIXO ATÔMICO A Revolução Industrial se baseou em fontes energéticas que não eram renováveis: no século XVIII até meados do XIX a principal fonte de energia foi o carvão. A partir daí e principalmente no século XX, o petróleo sustentou o desenvolvimento industrial e dos mercados de consumo, inclusive nos países do “socialismo real” do leste europeu e da ex URSS, que eram (e

Mensagens de Ódio Pela Internet: Um Apelo ao Ministério Público, por Carlos Alberto Lungarzo

[EcoDebate] Numerosos sites e blogs da Internet se caracterizam pela difusão permanente de mensagens de ódio, seja político, racial, ideológico, nacional ou de qualquer outra característica. Ao mesmo tempo, nesses sites abundam afirmações falsas ou distorcidas, que são mais do que difamações ou, mesmo, calúnias pontuais. Essas declarações formam um contexto de campanha de destruição moral de certas pessoas que eles consideram inimigas. Não está em jogo a eventual ofensa

O Planeta e os pequenos pagam a conta quando os grandes prosperam e fazem a festa, poema de Alder Júlio F. Calado

[EcoDebate] Tombam as matas, a terra está deserta E a madeira de lei pra onde vai? “Tanta gente sem terra!” – exclama um pai “Tanta terra sem gente ” - um outro alerta “Só queremos justiça, não oferta!” Na história saída, então, nos resta Mesmo à custa de luta indigesta Uma pista certeira nos aponta O Planeta e os pequenos pagam a conta Quando os grandes prosperam e fazem a festa... [Leia na íntegra]

‘Há um eterno processo de disputa pelo território brasileiro entre as elites, os povos indígenas e os afro-descendentes’, afirma especialista

[Reportagem de Camile Liguori, para o EcoDebate] Por conta da ideologia geopolítoca dos militares, sobretudo a partir de 1964, o povo brasileiro ainda têm a infantil ideia de que a floresta Amazônica é um bioma exclusivamente brasileiro. Extendendo-se por mais oito países, a região vive em constante ameaça, seja por parte de grileiros, posseiros ou indústrias, e os maiores prejudicados ainda são os povos indígenas. "É impossível ser feita

Hidropirataria: Roubo de água dos rios amazônicos é um mito

O Ministério do Meio Ambiente (MMA), a Agência Nacional de Águas (ANA), a Marinha e a Polícia Federal (PF) descartaram ontem (22) qualquer possibilidade de que esteja ocorrendo roubo de água em rios da Amazônia por navios estrangeiros. Representantes dos quatro órgãos federais participaram, na Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento da Câmara dos Deputados, de audiência pública que tratou do suposto tráfico de água doce no Brasil. A

Conselho Monetário Nacional proíbe crédito rural a quem manteve trabalho escravo

As instituições financeiras integrantes do Sistema Nacional de Crédito Rural não podem mais conceder crédito a pessoas físicas ou jurídicas inscritas no cadastro de empregadores por manter trabalhadores em condições análogas à de trabalho escravo, do Ministério do Trabalho e Emprego. A decisão foi aprovada ontem (22) em reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN). [Leia na íntegra]

Análise do TCU: De cada R$ 100 de multas aplicadas pelo governo, só R$ 3,70 vão para o caixa da União

Entre 2005 e 2009, 16 órgãos públicos federais com funções de fiscalização aplicaram 518,7 mil multas, que renderiam aos cofres da União cerca de R$ 25 bilhões. Mas apenas R$ 900 milhões foram efetivamente recolhidos. Os dados constam do relatório de análise das contas do Governo Federal no exercício de 2009, feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e entregue ontem ao presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). O ministro

Alerj anuncia preparação de lista de empresas que desrespeitam leis estaduais que proíbem uso do amianto

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) anunciou, no dia 21/6, que prepara uma lista de empresas que desrespeitam as leis estaduais que proíbem a fabricação e comercialização de produtos com amianto. O deputado estadual Carlos Minc (PT), relator da Comissão Permanente de Ciência e Tecnologia da Alerj, condenou em audiência pública as empresas que exploram o uso desse material e põem em risco a vida de

Mudanças Climáticas: Estudo do INPE aponta que enchentes e deslizamentos serão mais frequentes na capital paulista

As mudanças no clima que indicam aumento de dias com chuvas intensas e mais freqüentes e as projeções de crescimento da população na Região Metropolitana de São Paulo, que deverá dobrar de tamanho nos próximos 20 anos, especialmente nas periferias, aumentarão significativamente os riscos de enchentes, inundações e deslizamentos, atingindo principalmente os mais pobres, além de provocar maior ocorrência de lepstopirose e doenças respiratórias. Estudos preliminares do Instituto Nacional de

Top