Índice da edição de 03/03/2010

Pesquisa identifica processo de contaminação de peixes oceânicos por mercúrio O (ecologicamente) insustentável déficit público americano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Os custos da construção de barragens para a fauna aquática, artigo de Mayron Régis Problemas da existência atual: uma revolução cultural se faz necessária, parte 2, artigo de Américo Canhoto Alteração do Código Florestal: Carta de Imperatriz-Maranhão em defesa da Amazônia, do Planeta e da Vida Monitoramento do MMA mostra que desmatamento na

Pesquisa identifica processo de contaminação de peixes oceânicos por mercúrio

Atum. Foto: National Geographic [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Nos últimos anos vem crescendo o índice de contaminação por mercúrio do atum e de outras espécies oceânicas, o que pode significar um novo risco à saúde pública, em razão do consumo de peixe contaminado. A questão principal, até agora, era identificar a fonte da contaminação. Um novo estudo [Stable Isotope (N, C, Hg) Study of Methylmercury Sources and Trophic Transfer in the

O (ecologicamente) insustentável déficit público americano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Já virou lugar comum dizer que a população dos Estados Unidos da América leva um padrão de vida muito superior às suas próprias capacidades e possui um consumo tão elevado e ao mesmo tempo tão poluidor que está muito acima da capacidade da natureza do país garantir a sua renovação. O americano médio emite cerca de 20 toneladas de CO2 por ano (contra 4,2 toneladas da média mundial) e

Os custos da construção de barragens para a fauna aquática, artigo de Mayron Régis

[EcoDebate] A reposição de 150 mil peixes compensa a perda de pescado na bacia do rio Madeira causada pela construção da hidrelétrica de Santo Antônio? Segundo o MPF, os 150 mil peixes correspondem a três vezes a perda de 11 toneladas de peixe que aconteceu durante a construção da ensecadeira. Então, para o MPF, para o Ibama, para o ministério público estadual de Rondônia e para o Consórcio responsável pela construção

Problemas da existência atual: uma revolução cultural se faz necessária, parte 2, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Em virtude de não sabermos quem somos nós; e o que fazemos aqui – nós vivemos a ditadura do tudo pelo prazer: Essa forma de viver leva á perda do senso de limites. Os limites pessoais e interativos estão sendo extrapolados a jato. O estilo de vida consumista está consumindo o próprio homem. Estamos nos auto – devorando – e ao admitir que eu não suporto mais viver dessa forma; sinalizo

Alteração do Código Florestal: Carta de Imperatriz-Maranhão em defesa da Amazônia, do Planeta e da Vida

Nós, representantes de Movimentos Sociais, Ambientais, Estudantis Universitários e Secundaristas, Sindicais, Pastorais Sociais, Quebradeiras de Coco, de Mulheres e Feministas e outras entidades da Sociedade Civil Organizada, reunidos no Sindicato de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Imperatriz para discutir a proposta de alteração do Código Florestal Brasileiro, a Lei de Política Nacional de Meio Ambiente, a Lei de Crimes Ambientais, a Lei do Sistema Nacional de Unidades de Conservação; vimos

Monitoramento do MMA mostra que desmatamento na Caatinga já destruiu metade da vegetação original

Paisagem de Caatinga. Foto Wikipedia Considerado o único bioma exclusivamente brasileiro, a Caatinga possui atualmente metade de sua cobertura vegetal original. Em 2008, a vegetação remanescente da área era de 53,62%. Dados do monitoramento do desmatamento no bioma realizado entre 2002 e 2008 revelam que, neste período, o território devastado foi de 16.576 km2, o equivalentente a 2% de toda a Caatinga. A taxa anual média de desmatamento na mesma época

MPF/SC quer que Ibama assuma licenciamento ambiental de estaleiro em Biguaçu

Recomendação foi encaminhada aos empreendedores, à Fatma, ao Ibama e ao ICMBio O Ministério Público Federal em Santa Catarina (MFP/SC) encaminhou recomendação à Fundação do Meio Ambiente (Fatma) para que considere, em 20 dias, inválidas e ineficazes quaisquer licenças ambientais concedidas ao empreendimento OSX Estaleiro-SC. Além disso, a autarquia estadual deverá determinar a paralisação de todas as atividades, obras ou trabalhos que estejam eventualmente em curso. Outro pedido da recomendação é

Trabalhos de educação ambiental promovem a autovalorização entre catadores excluídos da sociedade

Os grupos de catadores de São Paulo coletam mais resíduos que muitas prefeituras Catadores de lixo reconhecem o valor do próprio trabalho - Após participar de experiências em projetos de educação socioambiental com catadores de materiais recicláveis na Grande São Paulo, entre 1997 e 2008, a educadora ambiental Angela Martins Baeder aprofundou sua reflexão teórica sobre o tema em sua tese de doutorado defendida na Faculdade de Educação (FE) da USP.

Pesquisa demonstra como o cérebro prioriza a memorização de informações relevantes durante o sono

Último estágio do sono permite a consolidação da memória - O último estágio do sono, o chamado REM, facilita o aprendizado ao priorizar a ativação de redes neurais — um conjunto de neurônios conectados funcionalmente — relacionadas à memória. “Durante o sono REM, você tem aumento na atividade de redes que são importantes para codificar informação útil, e as redes que não são importantes tem atividade diminuída”, explica Julien Braga Calais,

Novo relatório sobre setor sucroalcooleiro analisa passivos socioambientais da safra 2009

O Centro de Monitoramento de Agrocombustíveis da ONG Repórter Brasil acaba de lançar o diagnóstico socioambiental da safra da cana de 2009. O relatório 'O Brasil dos Agrocombustíveis - Cana 2009' analisa a conjuntura do setor sucroalcooleiro no último ano, marcado pela internacionalização do comando das usinas após a crise de 2008. O relatório também apresenta dados e estudos de caso sobre impactos trabalhistas, sociais, ambientais e em populações indígenas ocorridos

Blogosfera: Complexo Hidrelétrico do rio Tapajós, no Blog Telma Monteiro

O planejamento de empreendimentos hidrelétricos materializado pelo governo federal poderá afetar a vida de milhares de indígenas e condenar ao obscurantismo todas as dimensões do conceito de sustentabilidade No dia 25 de junho de 2009, a pedido da Câmara Municipal de Itaituba, no Pará, um representante da Eletronorte fez uma exposição pública dos projetos das hidrelétricas previstos para o rio Tapajós. Chamada de “audiência” pelas autoridades locais e regionais interessadas, a

Uma crise ditada pelas leis do mercado. As bolhas financeiras segundo André Orléan

Christian Marazzi, professor e diretor de investigação socioeconômica na Universidade della Svizzera Italiana, comenta o livro Da euforia ao pânico, de André Orléan, economista francês, que juntamente com Michel Aglietta é autor do clássico A violência da moeda, estudado e debatido no Ciclo de Estudos Clássicos da Economia, promovido pelo Instituto Humanitas Unisinos - IHU. O comentário foi publicado pelo jornal Il Manifesto, 20-02-2010. A tradução é de Benno Dischinger. Por sua

Le Monde Diplomatique-Brasil: A possível Revolução Energética

Num relatório alternativo sobre mudança climática, o Greenpeace propõe mobilização mundial para salvar o planeta. E demonstra, com base num amplo estudo científico: as soluções técnicas para a sustentabilidade já existem, e conduzem a lógicas e paradigmas pós-capitalistas "Se a vida te der um limão, faz uma caipirinha", sugere um provérbio popular que expressa, gaiato, uma das características da alma brasileira mais valorizadas em todo o mundo: a capacidade de

Estudo verifica que exposição ao pesticida atrazina muda sexo de rãs

Estudo analisou desenvolvimento de rãs da espécie Xenopus laevis Um estudo [Atrazine induces complete feminization and chemical castration in male African clawed frogs (Xenopus laevis)] publicado nesta semana verificou que a exposição a um pesticida comum pode levar rãs do sexo masculino a mudarem de sexo, tornando-as capaz de se relacionar com outros machos e a botar ovos viáveis. O estudo, publicado pela revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences,

Estudo nos EUA sugere que mudanças climáticas podem prolongar temporada de alergias

Aquecimento está estendendo período de polinização e aumento de pessoas com crises alérgicas foi verificado Os espirros, congestão e coriza característicos de crises alérgicas poderão incomodar as pessoas por mais tempo por causa das mudanças climáticas, que estão estendendo a temporada de pólen, afirmam médicos italianos. Segundo o estudo divulgado nesta segunda-feira, 1, em congresso da Academia Americana de Alergia, durante os últimos 26 anos a quantidade de pólen no ar aumentou

Top