Programa Produtor de Água ajuda a recuperar a Bacia Hidrográfica do Pipiripau, uma das mais problemáticas do DF

  Produtor de Água no Cerrado - Conciliar a atividade agropecuária com boas práticas de preservação e produção de água é uma das estratégias que tem contribuído para fazer a água brotar de novo da terra, nutrir o solo e correr para o rio. A ação tem sido empreendida pelo programa Produtor de Água para recuperar a Bacia Hidrográfica do Pipiripau, que já foi considerada uma das bacias mais problemáticas do Distrito

Programa Produtor de Água incentiva a preservação da água de mananciais no Distrito Federal (DF)

  Produtor rural da região afirma que resultados do projeto garantem um aproveitamento maior do solo das propriedades Por Marquezan Araújo, Agência Rádio Mais Manter a preservação de matas e atuar na recuperação de mananciais é um dos principais desafios enfrentados por instituições que trabalham com a proteção da natureza. Um dos projetos que produz ações com esse intuito é Programa Produtor de Água. Desenvolvido pela Agência Nacional de Águas (ANA), o programa pretende incentivar

Podcast: Saiba mais sobre o programa Produtor de Água

    Apresentação Joana D'Arc, da Radioagência Nacional O Programa Produtor de Água, desenvolvido pela Agência Nacional de Águas (ANA), que usa o pagamento por serviços ambientais como forma de incentivar os produtores rurais a adotarem boas práticas conservacionista em ganhado destaque no país. Atualmente, são 38 projetos em execução, abrangendo cerca de 400 mil hectares, dos quais 40 mil de áreas já recuperadas. O programa s. A iniciativa convoca produtores rurais a aderirem, de

Programa Produtor de Água estimula produtores rurais a adotar boas práticas para melhorar qualidade da água

  Voluntários integram programa de preservação de rios e nascentes   Foto: Agência Brasil   Entre os programas do governo federal para promover a segurança hídrica do País, o Programa Produtor de Água, desenvolvido pela Agência Nacional de Águas (ANA), tem ganhado destaque. O programa funciona por meio de adesão voluntária de produtores rurais que se proponham a adotar práticas e manejos conservacionistas em suas terras para conservação de solo e água. Atualmente, são 38 projetos

Programa Produtor de Água começa a apresentar primeiros resultados

  Governo estimula política de pagamento por serviços ambientais voltada à proteção hídrica     Por: Rafaela Ribeiro – Editor: Marco Moreira O governo federal, estimulado pelo grande sucesso das ações, estuda a melhor forma de ampliar o Programa Produtor de Água, desenvolvido pela Agencia Nacional de Águas (ANA). Hoje são 38 projetos em execução, abrangendo área de 400 mil hectares, dos quais 40 mil já recuperados. São mais de 1.200 produtores recebendo por serviços

Agência Nacional de Águas (ANA) seleciona projetos para o Programa Produtor de Água

  Até 20 de outubro, a Agência Nacional de Águas (ANA) receberá propostas de projetos de pagamento por serviços ambientais (PSA) que se interessam em participar do Programa Produtor de Água, iniciativa que estimula práticas conservacionistas para água e solo em propriedades rurais para revitalizar bacias hidrográficas. As inscrições devem ser realizadas pelo site do Sistema de Convênios do Governo Federal (SICONV), www.convenios.gov.br. Estão previstos R$ 5,6 milhões em recursos, com

Propriedade rural como produtora de água: uma alternativa para conter a crise hídrica. Entrevista com Gilson Gomes

  “O produtor, ao proteger sua nascente, contribui de forma sistemática para a produção de água”, diz o analista ambiental. Foto: http://www.institutoterra.org A recuperação das 375 mil nascentes que compõem a Bacia Hidrográfica do Rio Doce, localizada entre os municípios de Minas Gerais e Espírito Santo, “é o primeiro passo para o restabelecimento dosrecursos hídricos”, diz Gilson Gomes à IHU On-Line, na entrevista a seguir, concedida por e-mail. Segundo ele, atualmente as nascentes do

Produtores aguardam regulamentação de compra e venda de Cotas de Reserva Ambiental (CRAs)

    O novo Código Florestal Brasileiro, sancionado em 2012, abriu a possibilidade de um mercado promissor de ativos ambientais, de compra e venda de Cotas de Reserva Ambiental (CRAs). Mas, para que as trocas comerciais ocorram, produtores rurais ainda aguardam a regulamentação por parte do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Entre as obrigações previstas no código, estão a conservação das Áreas de Preservação Permanente (APP), como as margens dos rios, e da

Escassez de água deixa setor elétrico e produtores rurais do país em guerra

No sudoeste do Piauí, onde estão importantes nascentes para o Rio Parnaíba e para seu principal afluente, o Uruçuí-Preto, pequenos produtores rurais travam uma disputa cotidiana. Desde a entrada da fronteira agrícola da soja, que ocupa vales e chapadas com alta capacidade de drenagem, falta água para as pequenas plantações em uma região já marcada por períodos prolongados de seca. Técnicos ambientais que desenvolvem diagnósticos no Vale do Rio Uruçuí-Preto

Pesquisadores destacam que áreas verdes obrigatórias são úteis ao produtor rural, reservando o solo e a água

Área verde obrigatória pode ser útil ao produtor - Biodiversidade equilibra ecossistema e garante bons resultados agrícolas As áreas verdes obrigatórias que precisam ser mantidas nas propriedades rurais - vistas por muitos ruralistas como um empecilho à produção - podem ser bastante úteis aos agricultores. Cientistas defensores do Código Florestal têm mostrado que as determinações da legislação ambiental não são caprichos de ambientalistas. Segundo Paulo Kageyama, professor da Escola Superior de Agricultura

Higienização de alimentos, do Produtor ao Consumidor

  Higienização de alimentos, do Produtor ao Consumidor Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), como a Covid-19 é uma doença de aquisição por vias respiratórias e a transmissão se dá por contato entre pessoas, a probabilidade de se contrair o vírus de alimentos ou de embalagens de alimentos é improvável. No entanto, por mínima que seja, existe a chance de alguém se infectar ao tocar uma superfície, objeto ou pessoa infectada

CRQ3 divulga orientações sobre higienização e sanitização de alimentos do Produtor ao Consumidor

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), como a Covid-19 é uma doença de aquisição por vias respiratórias e a transmissão se dá por contato entre pessoas, a probabilidade de se contrair o vírus de alimentos ou de embalagens de alimentos é improvável. No entanto, por mínima que seja, existe a chance de alguém se infectar ao tocar uma superfície, objeto ou pessoa infectada e tocar posteriormente na própria boca,

Mistura de agrotóxicos na água continua sem controle, Fiocruz propõe regras mais rígidas

Brasil deveria seguir o padrão europeu para controle de agrotóxicos na água, sugere Fiocruz sobre novas regras do Ministério da Saúde. Fundação propõe número maior de substâncias a serem monitoradas, mais rigidez nos volumes permitidos e um sistema de alerta para a população Por Ana Aranha, Agência Pública/Repórter Brasil Nem todo mundo sabe, mesmo porque esses dados são pouco divulgados, mas a água que sai da nossa torneira pode carregar diversos agrotóxicos.

Um mergulho na cobrança pelo uso das águas na bacia hidrográfica do rio São Francisco, artigo de Almacks Luiz Silva

UM MERGULHO NA COBRANÇA PELO USO DAS ÁGUAS NA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SÃO FRANCISCO1 1.DA ATUAÇÃO DA AGENCIA NACIONAL DAS ÁGUAS Em 2020, a Agência Nacional das Águas – ANA lançou uma versão, comemorativa aos 10 (dez) anos, da Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil. Vale ressaltar que apesar do lançamento ter ocorrido em 2020, a data de aniversário decenal da referida publicação incide sobre o ano de 2019. Sem sombra

Tecnologia gera energia, fertilizante e água a partir de dejetos suínos

  Foto: Divulgação Embrapa O Sistrates é destinado ao tratamento dos dejetos suínos em grandes sistemas de produção Tecnologia combina processos biológicos e químicos para tratar dejetos suínos. Sistrates vem sendo desenvolvido há dez anos e retira carbono, nitrogênio e fósforo dos efluentes. Água no fim do processo é tão boa que pode ser reutilizada na granja. Processo ainda gera fósforo fertilizante e energia elétrica. Solução reduz impactos ambientais de grandes produções.               Um

Agência Nacional de Águas vai adiar cobrança pela captação de água bruta

  Medida terá validade de quatro meses e atende pedido do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) A cobrança pela captação de água bruta em rios e reservatórios de domínio da União está suspensa pelos próximos quatro meses. A decisão, tomada pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Águas (ANA) em 6 de abril, segunda-feira, beneficia detentores de outorga para captação da água bruta, como indústrias, produtores rurais, irrigantes e empresas de saneamento,

Do governo Collor ao governo Bolsonaro – O avanço da privatização da água no Brasil, artigo de Flávio José Rocha da Silva

Do governo Collor ao governo Bolsonaro: O avanço da privatização da água no Brasil Flávio José Rocha da Silva1 [EcoDebate] Com a força crescente do Neoliberalismo nas últimas décadas, grupos econômicos nacionais e internacionais têm se mobilizado para tomar a distribuição da água das empresas públicas de saneamento básico administradas por Estados e municípios no Brasil. A investida pode ser pela compra das empresas, pela societarização ou ainda através das Parcerias Público-Privadas –

O que está por trás da crise da água no Rio

IHU Há três semanas, muitos cariocas lidam com água turva e malcheirosa saindo das torneiras, enquanto nos mercados o preço da água mineral assusta consumidores. Crise traz temor de consequências graves para saúde pública. A reportagem é de Thomas Milz, publicada por Deutsche Welle, 21-01-2020. No bairro Campo Grande, na zona oeste do Rio de Janeiro, Elton Luiz vai de supermercado em supermercado em busca de água mineral, mas na maioria das lojas as prateleiras estão vazias. E, quando encontra, o

Água e Sínodo da Amazônia, artigo de Flávio José Rocha

Água e Sínodo da Amazônia Flávio José Rocha1 [EcoDebate] A Ciência tem mostrado repetidamente a importância da floresta para manter o ciclo da água em todo o planeta. O des-matamento afeta todo este ciclo e os ecossistemas presentes nos rios e lagos. Com a água tornando-se um dos assuntos mais importantes do século, quem em sã consciência imagina que devastar as terras amazônicas é um bom negócio? Sem a floresta não teremos

Em Confresa (MT), ‘chuva’ de agrotóxicos expulsa agricultores familiares e polui as águas do território indígena Urubu Branco

  Por Texto: Julia Dolce | Fotos: José Cícero da Silva “A senhora pode aguentar tudo, resistir à pressão de todo o tipo, mas quero ver aguentar o veneno”, ouviu Valdiva de Oliveira e Silva, hoje com 66 anos, de um funcionário de “Gilbertão”, que queria expulsá-la de seu lote, no assentamento Gleba Novo Horizonte, em Confresa, Mato Grosso. O grileiro Gilberto – preso por grilagem, ameaça e uso de violência em

Top