Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.559, de 28/03/2012

  Os limites do keynesianismo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Seca furiosa, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó) Reflexões de um conservador de nascentes, artigo de Osvaldo Ferreira Valente O latifúndio e o eucalipto no Baixo Parnaiba maranhense, artigo de Mayron Régis COPASA: incentivo ao desperdício de água, artigo de Rodrigo Mesquita Costa 'O oceano é o coração azul do Planeta; é o que nos matém vivos; é a chave da

Os limites do keynesianismo, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] John Maynard Keynes (1883-1946) é considerado o mais importante economista do século XX. Mesmo acreditando na maior eficácia da capacidade alocativa das forças de mercado, sua grande contribuição foi mostrar as falhas da “lei da oferta e procura” e propor um papel ativo do Estado no sentido de corrigir estas falhas. Ou seja, Keynes rompeu com o liberalismo clássico que pressupunha o mercado trabalhando sempre em uma situação de

Seca furiosa, artigo de Roberto Malvezzi (Gogó)

  [EcoDebate] Como ainda não encerrou o período de chuvas no semiárido, não é possível confirmarmos uma das menores pluviosidades das últimas décadas, particularmente onde se convencionou chamar de Polígono das Secas. O fato é que a data simbólica de São José passou e as chuvas vieram em pouca quantidade. Na verdade, segundo o INPE, deveríamos estar no auge de uma grande seca, que se estenderia de 2006 a 2011. Parece que

Reflexões de um conservador de nascentes, artigo de Osvaldo Ferreira Valente

  [EcoDebate] Temos convivido, principalmente nos últimos dois anos, com um bombardeio midiático a respeito de dois assuntos: água e floresta. E como sou engenheiro florestal e especialista em hidrologia e manejo de pequenas bacias hidrográficas – conservação de aquíferos e nascentes -, não consigo ficar indiferente a muitas opiniões dadas sobre os temas, mas desprovidas de fundamentos técnico-científicos. Por isso, já tenho escrito artigos e mais artigos com reclamações sobre

O latifúndio e o eucalipto no Baixo Parnaiba maranhense, artigo de Mayron Régis

  [EcoDebate] Além do fato óbvio de paralisar as atividades da Suzano no Baixo Parnaiba maranhense, a liminar que a Justiça Federal promoveu a pedido do Ministério Público Federal permite uma melhor compreensão da parte da sociedade civil sobre como se comporta da Suzano Papel e Celulose no estado do Maranhão. Costumam dizer para quem quiser ouvir que o agronegócio do eucalipto é um dos mais modernos da economia brasileira. Com

COPASA: incentivo ao desperdício de água, artigo de Rodrigo Mesquita Costa

  [EcoDebate] Comemoramos no dia 22 de março o Dia Mundial da Água, criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 1992 para promover discussões acerca da consciência do homem em relação a tal bem natural. A preocupação surgiu através dos grandes índices de poluição ambiental do planeta, envolvendo a qualidade da água que consumimos. Na Declaração Universal dos Direitos da Água, criado pela ONU, dentre as principais abordagens destaca: - Que devemos

‘O oceano é o coração azul do Planeta; é o que nos matém vivos; é a chave da vida’, insiste Sylvia Earle

  Brasília - A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, e a oceanógrafa Sylvia Earle, durante palestra na sede do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Foto de Valter Campanato/ABr O Planeta precisa continuar azul - Oceanógrafa norte-americana lembra: a vida marinha essencial para a sobrevivência das espécies, porque 70% do oxigênio disponíveis na Terra são produzidos nos plânctons existentes nos oceanos e mares O desenvolvimento sustentável dos oceanos e das

Justiça suspende licença e ordena consulta indígena para instalação da usina hidrelétrica de Teles Pires

  Áudio: A Justiça Federal em Mato Grosso decidiu suspender o licenciamento da Hidrelétrica Teles Pires. Na decisão desta segunda-feira, a Juíza Federal Substituta, Célia Regina Bernardes, acatou o pedido de liminar da ação civil pública assinada pelos Ministérios Públicos Estaduais do Pará e de Mato Grosso; e também pelas Procuradorias dos dois estados. Áudioreportagem de Juliana Maya, da Radioagência Nacional/ABr. Suspensão atende pedido de procuradores da República e promotores de Justiça que

MPF recorre novamente em favor da consulta prévia aos índios no caso da hidrelétrica de Belo Monte

  Em novo recurso, Procuradoria da 1ª Região questiona o julgamento que negou o direito da consulta no final do ano passado. O Ministério Público Federal, através do procurador regional da República da 1° Região, Odim Brandão Ferreira, questionou a decisão que, por 2 votos a 1, vencida a relatora Selene Almeida, negou o direito da consulta prévia aos índios no caso da hidrelétrica de Belo Monte. O MPF entrou com embargos

Ministra do Meio Ambiente destaca dificuldade de negociação e defende texto base da Rio+20

  Em debate preparatório para a conferência da ONU, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, respondeu críticas à suposta falta de objetividade do documento base. Para conseguir alcançar o consenso, disse ela, é necessário "um olhar mais conservador" no início das negociações. Beto Oliveira Izabella Teixeira: "olhar conservador" como ponto de partida da Rio+20 é estratégia para o consenso. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou nesta terça-feira (27) que o principal

Movimentos sociais se organizam para atuar de forma coesa na Rio+20

Os movimentos sociais que terão representantes na Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), programada para junho próximo no Rio, estão se organizando para tentar atuar de forma mais coesa, disse à Agência Brasil Iara Pietrikovski, do Comitê Facilitador da Sociedade Civil na Rio+20. Ela faz parte também da coordenação da Rede Brasil sobre Instituições Financeiras Multilaterais (Rede Brasil) e é codiretora do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc). Entre as

Economista pede políticas que estimulem setores da economia a adotar modelos sustentáveis de produção

  Economista pede políticas de incentivo à economia verde Beto Oliveira A economista Sandra Rios defendeu estímulos como financiamento e política tributária. Durante o debate, a economista Sandra Rios, diretora do Centro de Estudos de Integração e Desenvolvimento (Cindes), afirmou que faltam políticas que estimulem setores da economia a adotar modelos sustentáveis de produção. “Há estímulo à produção de bens industriais sem incluir condições e instrumentos que viabilizem, de fato, o modelo de produção

Top