Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.557, de 26/03/2012

  A Arte da Medicina, artigo de Montserrat Martins Informados, mas não educados, artigo de Efraim Rodrigues Preservar florestas é sinônimo de proteger a vida, artigo de Julio Cesar Rech Anhaia Entidades expressam seu posicionamento contra Belo Monte e contra a discussão de condicionantes/mitigações Manifesto em Defesa do Pantanal Chevron pode ser afastada da exploração de petróleo no Campo de Frade Quilombolas vão discutir a sustentabilidade de seus territórios durante a

A Arte da Medicina, artigo de Montserrat Martins

  [EcoDebate] O futuro é a “Medicina do calote na natureza”, quer dizer, da busca por não envelhecer, por modos de comer e não engordar, de manter a forma sem esforço, profetizou Mário Rigatto, professor de Medicina da UFRGS. Mas essa foi apenas uma dentre muitas percepções originais daquele mestre à frente do seu tempo. Para que os alunos realmente aprendam, ele recomendava que os professores intercalem suas exposições a cada

Informados, mas não educados, artigo de Efraim Rodrigues

  [EcoDebate] A Dra Jean Twenge da Universidade de San Diego, Califórnia publicou nesta semana um artigo científico demonstrando algo que muitos de nós já percebemos. As novas gerações estão menos preocupadas com questões coletivas (entre elas o ambiente) e mais preocupadas com fama, imagem e fortuna. São também menos preconceituosos com minorias, mas a tolerância da chamada Geração Mim fica muito aquém de empatia. - Não acho você grande coisa,

Preservar florestas é sinônimo de proteger a vida, artigo de Julio Cesar Rech Anhaia

  “Temos sido um agente geológico nefasto e um elemento de antagonismo terrivelmente bárbaro da própria natureza que nos rodeia” (Euclides da Cunha, 1907). “... a flora (...) atualmente se acha em constante diminuição, devido principalmente à devastação progressiva pelos cortes incessantes e ruinosos, pelos descuidos com o fogo nas ocasiões das queimas e pela avultada criação de cabras, sem método e numa liberdade desastrosa pela vegetação, sendo esta criação assim um

Entidades expressam seu posicionamento contra Belo Monte e contra a discussão de condicionantes/mitigações

  NÃO ÀS MIGALHAS, MENTIRAS E ILUSÕES DA NORTE ENERGIA E DO GOVERNO FEDERAL Primeiro capturaram, violentaram e escravizaram os índios da Amazônia. Após um século de heróica resistência, o destino da maioria foi trabalhar como escravo das elites portuguesas e de seus representantes. Felizmente, a força espiritual de guerreiros e guerreiras manteve viva a esperança por liberdade, e dignidade. Logo começaram a explorar, quase exaurindo, nossas castanheiras, nossas seringueiras, nossas riquezas vegetais,

Manifesto em Defesa do Pantanal

  MANIFESTO EM DEFESA DO PANTANAL PANTANAL INTEIRO E NÃO PELA METADE! Nós, Pantaneiros e Pantaneiras, que vivemos, que amamos e que defendemos o Pantanal, mais uma vez nos dirigimos à Sociedade para compartilhar nossa luta na promoção da vida no Pantanal. Fazemos um alerta: é preciso a gente “se juntar” de novo para que o nosso Pantanal, tão rico e frágil, possa ser levado a sério. Está Tramitando no Senado Federal o

Chevron pode ser afastada da exploração de petróleo no Campo de Frade

  O assessor da diretoria da Agência Nacional do Petróleo, Silvio Jablonski, afirmou no Senado Federal que o vazamento de óleo da Chevron no Campo de Frade não é uma catástrofe. Em novembro do ano passado, um acidente provocou o vazamento de milhares de barris de óleo. E agora, no último dia quinze, a empresa identificou outro vazamento, na mesma área. * Audioreportagem por Ricardo Araújo, da Radioagência Nacional/ABr EcoDebate, 26/03/2012 [ O conteúdo

Quilombolas vão discutir a sustentabilidade de seus territórios durante a Cúpula dos Povos, no Rio

  A defesa da titulação e da sustentabilidade dos territórios é prioridade para as comunidades quilombolas que participarão da Cúpula dos Povos. O evento está sendo organizado pela sociedade civil e ocorrerá paralelamente à Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em junho, na capital fluminense. O líder quilombola Damião Braga disse à Agência Brasil que pouco tem sido feito no país no sentido de dar às populações remanescentes dos

Falta de opções de moradia ameaça mananciais da capital paulista, aponta especialista

  A falta de opções de moradia é, além de um problema social, uma ameaça aos mananciais que abastecem a cidade de São Paulo, avaliou a professora da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), Helena Ribeiro. “Aquela população sem infraestrutura vai poluir, vai impermeabilizar o solo, vai jogar os dejetos na represa, ocupar os vales dos rios, vai desmatar. O efeito disso é muito danoso”, disse sobre

Novo Anuário Estatístico da FAO aponta tendências em agricultura e alimentação

  Monitorizar as estatísticas relacionadas com a alimentação e a agricultura é parte importante dos esforços para reduzir a fome e promover o desenvolvimento. A ideia por trás do Anuário Estatístico da FAO, recentemente revisado, é facilitar o acesso de pesquisadores aos números dos setores, tornando-os mais  compreensíveis. O anuário constitui a mais importante publicação de referência para pesquisa de dados estatísticos sobre alimentação e agricultura e fornece um retrato das tendências

Especialistas dizem que parte da sociedade cobra soluções higienistas para problemas com moradores de rua

  A Constituição Federal estabelece que a assistência social deve ser prestada a quem necessite. Ainda assim, segundo servidores públicos do Distrito Federal, a atenção básica e a humanização do atendimento a moradores de rua enfrenta a oposição de muitas pessoas que não reconhecem em quem mora na rua um cidadão, detentor de direitos, entre eles, o de receber a devida atenção do Estado. Ouvidos pela Agência Brasil, representantes das secretarias de

Mudança no Código Florestal ameaça recursos hídricos. Entrevista com Malu Ribeiro, SOS Mata Atlântica

  “Para que possa ter água é necessário ter florestas.” A afirmação é de Malu Ribeiro, Coordenadora do Programa Rede das Águas, da ONG SOS Mata Atlântica, em palestra aos parlamentares brasileiros nesta quinta-feira (22), Dia Mundial da Água, para defender a não-aprovação do Novo Código Florestal brasileiro, que, se acatado, poderá acarretar não só em uma perda de biodiversidade, mas também no agravamento da situação dos recursos hídricos de nosso

Top