Estados amazônicos lançam publicação com propostas para a Estratégia Nacional de REDD+

    Os seis estados brasileiros que fazem parte da Força Tarefa dos Governadores para Floresta e Clima (GCF) lançaram essa semana um relatório com contribuições para a estratégia Nacional de Redução de Emissões do Desmatamento e Degradação Florestal (REDD+). O estudo foi elaborado por representantes do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará e Tocantins, com apoio técnico do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (IDESAM) e alinhada com os

Produtores aguardam regulamentação de compra e venda de Cotas de Reserva Ambiental (CRAs)

    O novo Código Florestal Brasileiro, sancionado em 2012, abriu a possibilidade de um mercado promissor de ativos ambientais, de compra e venda de Cotas de Reserva Ambiental (CRAs). Mas, para que as trocas comerciais ocorram, produtores rurais ainda aguardam a regulamentação por parte do Ministério do Meio Ambiente (MMA). Entre as obrigações previstas no código, estão a conservação das Áreas de Preservação Permanente (APP), como as margens dos rios, e da

Investimento de US$ 12 bilhões será necessário para reduzir emissões por desmatamento no período pré-2020, diz novo relatório

    A demanda estimada por reduções de emissões por desmatamento evitado é de apenas 3 % da oferta prevista entre 2015-2020; é urgente a criação de estímulos dos setores público e privado para ampliar a demanda neste período. 31 de Janeiro de 2014, Oxford, UK: Um novo relatório do Projeto Interim Forest Finance - uma colaboração do Global Canopy Programme (GCP), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), Fauna & Flora Internacional

Projeto de beneficiamento de castanha em Juruena-MT promete ser alternativa para desmatamento

  Castanheira. Foto: Embrapa Cadeia Produtiva da castanha, reconhecida como Tecnologia Social, é foco de projeto social no Noroeste de Mato Grosso. O Projeto CultivAção vai gerar renda e inclusão digital para agricultores do município de Juruena MT. O Município de Juruena esta localizado na porção amazônica do estado de Mato Grosso, há 929 km de Cuiabá. A única via de acesso que liga a cidade é a MT 170, que ainda não está

Limitar desmatamento não prejudica economia

  Em 2009, o Brasil promulgou a Lei da Política Nacional sobre Mudança Climática (Nº 12.187/09) em que se compromete, até 2020, a reduzir entre 36,1% e 38,9% das emissões de gases que causam o efeito estufa. Para alcançar essa meta, uma das principais medidas é diminuir 80% do desmatamento na Amazônia Legal e 40% no cerrado. A partir disso, um estudo de mestrado desenvolvido na Faculdade de Economia, Administração e

Incra se compromete a reduzir em 80% desmatamento em assentamentos na Amazônia Legal

    Documento elaborado em conjunto com o MPF foi assinado nesta quinta-feira (8) e prevê metas até 2020 Depois de um longo processo de negociações, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) comprometeu-se, nesta quinta-feira, 8 de agosto, a reduzir o desmatamento em assentamentos na Amazônia Legal (região formada por Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins). Pelo termo de compromisso (íntegra) assinado com o Ministério

Pará lança ICMS Verde com foco no desmatamento ilegal zero

    O Governo do Pará lançou nesta quinta-feira o ICMS Verde do Estado, um dispositivo que usa a distribuição da arrecadação entre os municípios como medida contra o desmatamento ilegal e o fortalecimento da gestão e do ordenamento ambiental.   O Governo do Pará lançou ontem o ICMS Verde do Estado, um dispositivo que usa a distribuição da arrecadação entre os municípios como medida contra o desmatamento ilegal e o fortalecimento da gestão

Estratégia florestal do Banco Mundial, concentrada em grandes concessões industriais, é um fracasso, indica auditoria

    Maior extensão de floresta tropical da Terra, a floresta Amazônica é fonte de sobrevivência para diversas comunidades locais O balanço das intervenções do Banco Mundial no domínio florestal nos últimos dez anos é um fracasso geral: essa é a conclusão de uma avaliação interna discutida a portas fechadas, na segunda-feira (4), pelo Comitê sobre a Eficácia do Desenvolvimento, na sede da instituição, em Washington. O documento confidencial de 202 páginas redigido

Acre recebe prêmio do governo alemão por combater desmatamento

  Desde morte de Chico Mendes, há 25 anos, desmatamento no estado caiu pela metade. Pela vanguarda na proteção da natureza, governo alemão premiou Rio Branco com 43 milhões de reais para financiar projetos ambientais. Xapuri, Acre, dezembro de 1988. Símbolo da luta contra o desmatamento, o seringueiro e líder sindical Chico Mendes é assassinado no quintal da própria casa, apesar de, seguidas vezes, ter alertado que sua vida estava em risco.

Ambientalistas sugerem a criação de ‘PAC Florestal’ e aumento de impostos para propriedades rurais que produzem menos

    Ambientalistas e pesquisadores defenderam nesta terça-feira (6) a adoção de ações governamentais para desenvolver a economia 'verde' no Brasil. Eles participaram do 6º Simpósio Amazônia: Desenvolvimento Regional Sustentável das Regiões Norte e Nordeste, organizado pela Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional. Para o técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Jorge Hargrave é necessário criar incentivos adequados e condições gerais mais apropriadas para

Ministra diz que país é o que mais reduz desmatamento, mas não recebe compensação por avanços

  Izabella Teixeira destaca agroecologia entre prioridades federais Izabella Teixeira destaca agroecologia entre prioridades federais. Foto de Martim Garcia/MMA   O Brasil é o país que mais reduz o desmatamento e as emissões de carbono no planeta. Ao destacar a posição de liderança do governo brasileiro nas metas previstas em acordos internacionais de mudanças do clima, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse que o país não tem recebido a compensação devida

Tribo paiter suruí, de Rondônia, obtém certificado para gerar créditos de carbono, mas falta regulamentação

  Tribo obtém certificado, mas falta regulamentação - Os paiter suruí receberam qualificação para gerar créditos de carbono, mas lei não saiu e agora estão sob alvo dos madeireiros Há cinco meses, quando obteve dois importantes certificados internacionais, a tribo paiter suruí, de Rondônia, qualificou-se de forma exemplar para gerar créditos no mercado de carbono. Os acordos, porém, não saíram do papel. À espera de regulação específica para o setor, o projeto

Pagar para conservar florestas reduziria a extinção de plantas e animais

  Investir na redução das emissões causadas pelo desmatamento evitaria o desaparecimento de mais de três quartos das espécies, segundo estudo Mudanças na cobertura florestal. De cima para baixo: ano 2000, cenário previsto para 2040, para 2070 e 2100 Conceder pagamentos a quem preserva intactas as florestas de todo o planeta realmente evitaria a extinção de plantas e animais? Segundo levantamento mais detalhado já feito sobre o assunto, publicado neste domingo (5) na

Comércio de carbono e o mecanismo REDD+ ameaçam a produção alimentar e a soberania dos povos africanos

  Charge em http://www.celsias.com/article/seeing-redd-could-there-be-more-complicated-way-sa/ Camponeses “cultivam” carbono para os poluidores em Moçambique Camponês cuida de floresta em Nhambita - Foto: Africa News A produção alimentar e a soberania dos povos africanos correm o risco de estar seriamente comprometidas devido a implementação de projetos de plantio e conservação de árvores para a captura de carbono e a chamada Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal Plus (REDD+). Tais projetos poderão conduzir o continente a

Investimentos para reduzir desmatamento podem sustentar até 8 milhões de novos empregos

  Cerca de US$ 30 bilhões que são gastos, por ano, em investimentos internacionais para a redução de desmatamentos e da degradação das florestas poderiam sustentar até 8 milhões de novos empregos nos países em desenvolvimento, mostra o relatório Rumo ao Desenvolvimento Sustentável: Oportunidades de Trabalho Decente e Inclusão Social em uma Economia Verde, divulgado ontem (31) pela Iniciativa Empregos Verdes. Especialistas do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma),

PF apura fraude na venda de créditos ambientais da Mata Atlântica em SP

  A Polícia Federal está investigando um suposto esquema de venda de créditos ambientais gerado pelas áreas de Mata Atlântica do Estado de São Paulo em benefício de empresas, prefeituras, funcionários públicos e organizações não governamentais. A reportagem é de José Maria Tomazela e publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo, 01-04-2012. De acordo com denúncia protocolada na delegacia da Polícia Federal de Sorocaba, um grupo formado por advogados, ONGs e agentes

O golpe da venda de créditos de carbono, artigo de Telma Monteiro

O contrato de venda de carbono (REDD) assinado por alguns indígenas da etnia Munduruku com a empresa irlandesa Celestial Green pôs em evidência uma discussão até então marginalizada.  Sobre esse assunto leia Empresa irlandesa compra direitos sobre créditos de carbono dos índios Munduruku, no Pará  O golpe da Celestial Green Ciaran Kelly, CEO da Celestial Green é um gênio do ilusionismo. Tem sob sua única responsabilidade e direção mais de 14 empresas, quase

Grupo Carta de Belém lança documento sobre Redd e Pagamento por Serviços Ambientais

  O documento “Quem ganha e quem perde com o Redd e Pagamento por Serviços Ambientais?” traz o posicionamento de mais de 30 organizações e movimentos sociais sobre mecanismos econômicos, cuja adoção tem se popularizado no Brasil. A nova proposta do Código Florestal dedica um capítulo ao assunto. A iniciativa é fruto do seminário “Redd+ e Pagamento por Serviços Ambientais x Bens Comuns”, realizado em novembro de 2011. Alertas e propostas O grupo alerta

Diretrizes nacionais para programa de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação florestal (REDD)

  O Brasil é o único país com condições de colocar em prática um programa de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação florestal (REDD), mecanismo pelo qual nações que reduzem o desmatamento poderiam vender créditos de carbono no mercado internacional. Por conta disso, o governo brasileiro deveria apresentar diretrizes sobre o tema até a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (RIO+20), que será realizada em junho no Rio de

Fundo Amazônia: Apenas 9% de R$ 830 milhões arrecadados pelo BNDES foram repassados

  Fracasso do Fundo Amazônia causa desconforto entre países doadores - Imprensa da Noruega, principal doadora, questiona aplicação de recursos. Um dos principais protagonistas no debate global na área ambiental, o Brasil tem frustrado a expectativa dos doadores do Fundo Amazônia, criado em 2008 para financiar iniciativas de proteção florestal no país com recursos provenientes de países desenvolvidos. Matéria da Reuters. Desde 2009, o Fundo Amazônia, gerido pelo Banco do Desenvolvimento Econômico e

Top