A pandemia de Covid-19 avançou rapidamente na última semana, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Estamos chegando ao final de março de 2020 e o crescimento do número de casos e de mortes do novo coronavírus, em todo o mundo, se acelerou ao longo do mês. Entre os dias 01 e 15 de março o número de casos passou de 88,6 mil para 169,6 mil, representando um crescimento geométrico diário de 4,6% ao dia. O número de mortes passou de 3 mil para 6,5

As emissões globais de CO2 por nível de renda, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Só temos 12 anos para limitar o aquecimento global a 1,5 graus Celsius” IPCC, 2018 [EcoDebate] Existe não só uma correlação, mas também uma causalidade, entre o crescimento da população e o crescimento das emissões de CO2. Todas as pessoas, sem exceção, realizam atividades que emitem gases de efeito estufa (GEE). Não existe pessoa com nível zero absoluto de emissão e quanto mais gente, maiores são as emissões de GEE. Mas as

O impacto global da classe média sobre o meio ambiente, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  O impacto global da classe média sobre o meio ambiente, artigo de José Eustáquio Diniz Alves [EcoDebate] O impacto das atividades antrópicas sobre o meio ambiente depende do tamanho da população, do volume da produção e consumo de mercadorias e da tecnologia utilizada no processo de desenvolvimento. Antes da Revolução Industrial e Energética, o impacto demográfico e econômico global era relativamente modesto e estava bem abaixo da capacidade de carga do

O crescimento da pandemia de coronavírus e a redução da poluição ambiental, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Só tenho para oferecer sangue, suor e lágrimas” Winston Churchill (às vésperas da entrada na segunda guerra mundial) [EcoDebate] A epidemia de coronavírus assustou a China nos meses de janeiro e início de fevereiro de 2020 e provocou a paralisação das atividades econômicas do gigante asiático. O resto do mundo olhou com curiosidade e certa angústia, mas não imaginou a possibilidade de um surto global. O índice Dow Jones da Bolsa de

África do Sul, Etiópia e RD Congo: dinâmicas demoeconômicas e emissões de CO2, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Cada problema ambiental e social neste planeta finito se torna mais difícil e, em última análise, impossível de resolver com o aumento global da população” David Attenborough   [EcoDebate] A atmosfera é um bem comum que está sendo poluído e desrespeitado. As emissões globais de CO2 que estavam em 2 bilhões de toneladas em 1900, passaram para 37 bilhões de toneladas em 2018. Em consequência a concentração de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera

Imigração e meio ambiente, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A floresta precede os povos. E o deserto os segue” François-René Chateaubriand (1768-1848) [EcoDebate] O Homo sapiens surgiu na África e, aos poucos, foi se espalhando para todos os cantos do mundo. A migração humana tem uma trajetória de dezenas de milhares de anos. O número de habitantes do globo era pequeno e a disponibilidade de terras e de riquezas naturais era imensa. Por conta da abundância dos ecossistemas, a migração e

O ano de 2020 está a caminho de ser o mais quente do Antropoceno, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Nossa casa ainda está pegando fogo e vocês estão jogando gasolina nas chamas!” Greta Thunberg em discurso no WEF de Davos em 2020   [EcoDebate] Não há dúvida. O aquecimento global é para valer. E o ritmo de aumento anual da temperatura está ocorrendo de forma inédita e ultrapassando, de maneira preocupante, as previsões mais pessimistas. Desde a década de 1970, a temperatura do Planeta sobre de forma contínua e com taxas crescentes,

Os 40 países com maior decrescimento populacional entre 2020 e 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “O consumo humano, a população e a tecnologia alcançaram aquele estágio em que a mãe Terra não aceita mais nossa presença em silêncio” Dalai Lama   [EcoDebate] A população mundial de 7,8 bilhões de habitantes em 2020 deve passar para 10,9 bilhões em 2100, segundo as projeções demográficas divulgadas pela Divisão de População da ONU (revisão 2019). Mas, a despeito do aumento global, um grande grupo de países vai ter a população reduzida nos

Drawdown: plano para reverter a crise climática, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Drawdown: plano para reverter a crise climática, artigo de José Eustáquio Diniz Alves “O crescimento econômico e populacional está entre os mais importantes fatores do aumento das emissões de CO2 em decorrência da combustão de combustíveis fósseis” Alerta dos cientistas mundiais sobre a emergência climática (05/11/2019)     [EcoDebate] O aquecimento global já traz muitos danos às pessoas e à economia e é uma ameaça concreta à vida humana e não humana na Terra. As perdas

A pandemia de Coronavírus (Covid-19) e o pandemônio na economia internacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Historicamente, as tragédias às vezes levaram a mudanças importantes. Os mercados em que os animais vivos são vendidos e abatidos devem ser proibidos não apenas na China, mas em todo o mundo” Peter Singer e Paola Cavalieri (02/03/2020) [EcoDebate] O mundo está de ponta-cabeça. A pandemia subindo e a economia internacional caindo. O número de mortes pelo coronavírus bateu o recorde de alta no dia 08 de março e os mercados

O futuro incerto das crianças e das novas gerações, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Algumas pessoas dizem que não estamos fazendo o suficiente para combater as mudanças climáticas. Mas isso não é verdade. Porque para "não fazer o suficiente" você tem que fazer alguma coisa. E a verdade é que basicamente não estamos fazendo nada” Greta Thunberg (22/01/2019)     [EcoDebate] As velhas e as atuais gerações são as responsáveis pela crise climática e ambiental, pois, entre 1770 e 2020, a população mundial cresceu 9,2 vezes, a economia global cresceu

Pobre Planeta: os humanos estão explorando 100 bilhões de toneladas de riqueza ao ano, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Terra! És o mais bonito dos planetas Tão te maltratando por dinheiro Tu que és a nave nossa irmã”. (O Sal da Terra, Beto Guedes)     [EcoDebate] A humanidade está retirando riqueza do Planeta a uma taxa crescente para produzir bens e serviços em benefício de um padrão elevado de consumo que beneficia um enorme número de habitantes que, desafortunadamente, devolvem esgoto, poluição e resíduos sólidos para a natureza. Esta lógica de retirar riquezas ecossistêmicos e

As catástrofes naturais globais em 2019, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

"Se a economia crescente do descarte imediato dos bens e do desperdício continuar, seremos capazes de entregar a Terra ainda banhada em sol, apenas à vida bacteriana." Nicholas Georgescu-Roegen   [EcoDebate] O aquecimento global provocado pela emissão de gases de efeito estufa é uma realidade inquestionável e já está trazendo danos crescentes para a economia e a sociedade. Os últimos 6 anos (2014-19) foram os mais quentes já registrados e a década 2011-20 é

Vaclav Smil e o paradoxo do crescimento, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  “Acreditar que o crescimento econômico exponencial pode continuar infinitamente num mundo finito é coisa de louco ou de economista” Kenneth Boulding (1910-1993)   Vaclav Smil. Growth: From Microorganisms to Megacities, MIT Press, 2019   [EcoDebate] Václav Smil (9/12/1943) é um cientista checo-canadense e autor de livros influentes nas áreas de energia, alimentação, população, economia, meio ambiente, etc. Ele é professor emérito na Faculdade de Meio Ambiente da Universidade de Manitoba em Winnipeg, Manitoba, Canadá. O seu

Os países com maior crescimento populacional relativo entre 2020 e 2100, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "Nenhum objetivo é mais crucial para salvar o meio ambiente global do que estabilizar a população humana" Al Gore     [EcoDebate] A população mundial com 7,79 bilhões de habitantes em 2020 deve saltar para 10,9 bilhões em 2100, segundo as últimas projeções demográficas divulgadas pela Divisão de População da ONU (revisão 2019). Mas o crescimento não vai ser uniforme. Alguns países vão crescer muito e outros vão diminuir de tamanho nos próximos 80 anos.

US$ 73 trilhões para produzir 100% de energia renovável até 2050, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Algumas pessoas dizem que não estamos fazendo o suficiente para combater as mudanças climáticas. Mas isso não é verdade. Porque para ‘não fazer o suficiente’ você tem que fazer alguma coisa. E a verdade é que basicamente não estamos fazendo nada” Greta Thunberg (22/01/2019) [EcoDebate] O mundo vive uma emergência climática. O aumento das emissões de gases de efeito estufa (GEE) – derivados da queima de combustíveis fósseis – tem acelerado o

O sistema alimentar atual pode alimentar apenas 3,4 bilhões de pessoas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“Todos os nossos problemas ambientais se tornam mais fáceis de resolver com menos gente e mais difíceis e, em última instância, impossíveis de resolver com cada vez mais pessoas”. David Attenborough     [EcoDebate] Está cada vez mais difícil produzir alimentos de forma sustentável. O relatório “Climate Change and Land”, do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) da ONU (08/08/2019) - que trata da conexão entre o uso da terra e seus efeitos sobre

A queda da fecundidade na China e o decrescimento populacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“A população mundial precisa ser estabilizada e, idealmente, reduzida gradualmente” Alerta dos cientistas mundiais sobre a emergência climática (05/11/2019)   [EcoDebate] A China é o país mais populoso do mundo, mas vai perder este posto para a Índia nos próximos anos e deve apresentar um grande decrescimento populacional no restante do século. Haverá uma grande mudança na estrutura etária, com um forte processo de envelhecimento, como mostrado na figura abaixo.     A China tinha pouco

Países com maior emigração e maior imigração entre 2015 e 2020, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  [EcoDebate] A Divisão de População da ONU divulgou, em 2019, as novas projeções populacionais para todos os países do mundo, com dados demográficos sobre a população e a estrutura etária e os componentes natalidade, mortalidade e migração. A tabela abaixo mostra os 36 países com as maiores taxas de fluxo de saída (emigração) e de fluxo de entrada (imigração) de pessoas.   Segundo a Organização Mundial de Migração existem mais de 200

Colapso sistêmico global, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

“O que você realiza faz a diferença e você precisa decidir que tipo de diferença deseja fazer” Jane Goodall     Colapso sistêmico global [EcoDebate] Durante todo o período do Holoceno, que começou há cerca de 12 mil anos, a humanidade se acostumou com a abundância da natureza e com a estabilidade climática. O ser humano foi se reproduzindo e se multiplicando e, ao mesmo tempo, extraindo cada vez mais materiais e energia do

Top