A gramínea que pode ‘salvar’ o mundo, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] Na SEMANA INTERNACIONAL DO MEIO AMBIENTE muitas discussões são realizadas mundo afora para conscientizar e sensibilizar as pessoas sobre a necessidade de conservação do meio ambiente bem como sobre as alternativas para reverter a emissão de GEE e o aquecimento global, cuja preocupação dos climatologistas é o limite de 1,5 a 2C° ou o catastrófico nível de elevação de até 4C°. Esta preocupação é pertinente, pois estimativas dão conta

A mandioca é o cheiro de Belém no Círio de Nazaré (PA), por Raimundo Nonato Brabo Alves e Moisés de Souza Modesto Júnior

  Além de cultura, a mandioca é sinônimo de emprego, renda e segurança alimentar aos paraenses.   [EcoDebate] Não há cultura mais tradicional no Brasil e mais ligada à vida do paraense que a mandioca. Principalmente neste momento que antecede o Círio de Nazaré, no segundo domingo de outubro. No município de Acará, maior produtor de mandioca do Brasil, distante 33 quilômetros da capital paraense, mais especificamente no ramal da Samaumeira, a movimentação

Risco da ingestão de farinhas de mandioca e tucupi coloridos artificialmente, por Raimundo Nonato Brabo Alves e Moisés de Souza Modesto Junior

  RISCO DA INGESTÃO DE FARINHAS DE MANDIOCA E TUCUPI COLORIDOS ARTIFICIALMENTE Raimundo Nonato Brabo Alves Eng. Agrôn. M.Sc. em Agronomia. Pesquisador da Embrapa Amazônia Oriental. E-mail: raimundo.brabo-alves@cpatu.embrapa.br Moisés de Souza Modesto Junior Eng. Agrôn. Especialista em Marketing e Agronegócio. Analista da Embrapa Amazônia Oriental. E-mail: moises.modesto@embrapa.br       [EcoDebate] Os amazônidas e especialmente os paraenses são consumidores natos de mandioca, principalmente na forma de farinha de mesa e na composição de pratos típicos como o

Pra lá de Marrakesh, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

[EcoDebate] Essa expressão era muito popular na década de 1970 e significava que quem estava “prá lá de Marrakesh” estava meio atabalhoado ou perturbado do juízo. Lembrei a expressão por ler as matérias que tratam da reunião da COP-22, a conferência do clima da ONU, que se iniciou nesta segunda feira 07 de novembro em Marrakesh, no Marrocos. Essa expressão caiu de uso. Hoje o Marrocos é uma rota turística

Roça Sem Fogo se difunde no estado do Pará, por Raimundo Nonato Brabo Alves e Moisés de Souza Modesto Junior

  Foto: Moisés Modesto.   [EcoDebate] A ROÇA SEM FOGO, uma tecnologia desenvolvida pelos agricultores paraenses da Transamazônica e sistematizada por pesquisadores da Embrapa Amazônia Oriental vem mais ultimamente se difundindo na Amazônia e até mesmo na região Nordeste com denominação de roça orgânica. A ROÇA SEM FOGO é uma tecnologia simples de preparo de área utilizando ferramentas manuais que valoriza a biomassa das capoeiras e a matéria orgânica dos solos. Esse processo pode

Cria-se escassez para gerar demanda, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] Lembro o impacto que tive e que muitos tiveram quando de repente, água passou a ser vendida em garrafinhas plásticas. Como venda de água se até então era considerada um bem público? Negar a alguém um copo d’água na porta de casa era inaceitável, considerado até falta de caridade. Mas a água foi gradativamente ganhando mercado. Maquiada como “água mineral”, inicialmente em garrafinhas e posteriormente em garrafões para o

O fogo na Amazônia, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

desmatamento e queimada na Amazônia

[EcoDebate] Biomassa abundante e estiagem prolongada, condições perfeitas para a propagação do fogo na região. A estiagem está tão severa este ano que até a grama na capital paraense entrou em murcha permanente. Isso é raro em Belém que tem por tradição a sua chuva da tarde. Basta uma centelha para o fogo, que pode ser acidental ou criminosa. Até por que de outubro a dezembro atravessamos a temporada das

O sapo e o meio ambiente, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] Em um desequilíbrio ambiental os anfíbios são as primeiras espécies a desaparecer. Os anfíbios têm seu processo de reprodução dependente de ambiente úmido. Até suas peles necessitam de umidificação para manutenção do equilíbrio térmico corporal. Tanto que a contagem de espécimes em sítios de estudo, serve de indicador de avaliação de qualidade para ambientes em degradação. Uma descrição da reação do sapo a mudança de ambiente é utilizada para descrever

A Balança Ambiental, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    Nenhuma nação com superávit na balança comercial pode ser considerada sustentável com sua balança ambiental deficitária [EcoDebate] Em 13 de agosto de 2015 foi anunciado o “dia da sobrecarga ecológica”. A partir desse dia até o final do ano, tudo que for consumido o planeta Terra não terá condição de repor. A humanidade, a partir desse dia fica em dívida com o meio ambiente. Este indicador é uma estimativa da ONG

A ressurreição de Cecil, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] A matéria de maior repercussão nas redes sociais nos últimos dias foi a caçada ao leão Cecil, no Zimbábue. Cecil por ironia é o mesmo nome do colonizador inglês Cecil Rhodes que no século XIX explorou a região com fins de mineração. Mas chama a atenção a repercussão da matéria pela caçada de um animal e pelo fato de referir-se ao esquecido continente africano. O mundo não tem se importado

As pororocas do rio Araguari no Amapá foram extintas pela mão do homem, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] Lamentavelmente, estamos nos especializando na “façanha” de isolar nossos rios, que outrora desembocavam no mar As manchetes anunciam o fim do fenômeno da pororoca na foz do Rio Araguari. Pororoca é o fenômeno natural do encontro das águas oceânicas em nível mais elevado, com as correntes fluviais em menor nível de alguns rios que desembocam no mar. O termo pororoca tem origem na língua tupi poro’roca que significa estrondar. É a

O fantasma da extinção em massa, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] A regulagem do clima e de diversos ciclos na Terra é feita pela água, elemento mais abundante cobrindo 3/4 da superfície terrestre, possuindo características sui generis em suas diferentes fases: sólida, líquida e gasosa. Nas regiões glaciais o aquecimento global como consequência da ação antrópica acelera o degelo, passando a água da fase sólida para a líquida. Tenho lido em diversos artigos, pesquisadores do Polo Norte desesperados anunciando o derretimento

O solo e a crise de água, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

  [EcoDebate] Com a crise hídrica do sudeste a maior preocupação é com o retorno das chuvas, para a reposição do nível das represas a patamares ideais de segurança de fornecimento de água para a população e indústrias. Outra medida é de construção de infraestrutura de reforço a estações já existentes, como adutoras e transposição de rios. Pouca atenção tem sido dada ao diagnóstico das causas que provocaram esse déficit hídrico,

Novo Êxodo e o Meio Ambiente da Amazônia, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

    [EcoDebate] A Amazônia já passou por vários fluxos migratórios. O de maior expressão no passado foi o dos nordestinos, fugindo da seca em busca de condições de sobrevivência. Quando aqui chegaram encontraram uma floresta hostil com todas as endemias que lhe é natural e ainda sem a tecnologia da motosserra, para amenizar a labuta das derrubadas e queimas para preparo de áreas de cultivo. Adequaram-se ao novo ecossistema, manejando foices

A escassez de chuvas é uma das consequências do desmatamento na Amazônia. Entrevista com Raimundo Nonato Brabo Alves

  A escassez de chuvas é uma das consequências do desmatamento na Amazônia. Entrevista com Raimundo Nonato Brabo Alves “A floresta depende dos rios e os rios dependem da floresta”, frisa o engenheiro agrônomo.  Foto: Outras Palavras “Diversas pesquisas conduzidas por instituições brasileiras e por universidades estrangeiras têm recentemente identificado essa correlação positiva sobre o desmatamento na Amazônia e a escassez de chuvas em regiões fora da Amazônia”, informa Raimundo Brabo Alves à IHU

Amazônia, a maior fonte gratuita de água doce, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

  A floresta amazônica é o “radiador” do Brasil, amenizando o clima e mais eficientemente ainda “condensando” água para outros sistemas hidrológicos interligados.     [EcoDebate] A Amazônia volta a ser objeto de discussão – depois do esquecimento por alguns meses que antecederam as eleições e não foi lembrada por nenhum candidato – como bioma importante, além de fonte inesgotável de produtos, na regulagem do ciclo hidrológico no Brasil. Cientistas afirmam que a estiagem

Pagamos tanto por lixo quanto por alimentos, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

  Quando a maioria das prefeituras não cumpriu o prazo para o cumprimento da Política Nacional de Resíduos Sólidos a sociedade continua a ser a crescente mina de rejeitos     [EcoDebate] Este assunto já foi tema de crônica anterior de minha autoria em A SOCIEDADE PLASTIFICADA em que relato minha experiência com a transição da vida simples numa cidade considerada periférica - sem produção de lixo - para a sociedade “de consumo”. Segundo conceitos

A importância da matéria orgânica nos solos tropicais, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

  A importância da matéria orgânica nos solos tropicais, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves [EcoDebate] Importante ressaltar que o solo é um perfeito laboratório natural. Inúmeros processos biológicos e incontáveis reações químicas nele ocorrem para promover a vida, em equilíbrio dinâmico de sistemas complexos de interação bioquímica. Minerais, água, gazes, animais, microrganismos e vegetais interagem neste sitio biodinâmico denominado solo vivo, ao compasso da variação de temperatura. A interferência do homem

As Tecnologias da Amazônia, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

  Foto: Freepik   [EcoDebate] Como duas tecnologias, uma de origem mecânica outra de origem química, foram capazes de mudar o comportamento das comunidades e a paisagem de uma região. É quase unanimidade que uma das causas do subdesenvolvimento da Amazônia é a dificuldade de difusão de tecnologias. Existe uma afirmação popular: “o que é bom por si só se divulga”. Depende: quando avaliamos somente a eficácia da tecnologia ao atingir o alvo, sem

A febre do planeta Terra, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves

  A febre do planeta Terra, artigo de Raimundo Nonato Brabo Alves   [EcoDebate] Um dos problemas ambientais mais citados na Internet é o aquecimento global. Em um site de busca encontramos 855.000 registros sobre o tema discutindo suas causas, efeitos e potencias soluções. Correlaciono o problema do aquecimento global a uma “febre” do planeta Terra. A febre de um indivíduo segundo a medicina é a elevação da temperatura corporal acima dos limites aceitáveis

Top