Mídia Sustentável

 

artigo

Mídia Sustentável, artigo de José Austerliano Rodrigues

[EcoDebate]

O crescimento da mídia digital oferece aos profissionais de marketing sustentável uma série de novas formas de interagir com os consumidores e clientes.

Podemos agrupar as opções de comunicação em três categorias (CORCORAN, 2009; GALAK, 2012; KOTLER; KELLER, 2018; RODRIGUES, 2020). A seguir:

A mídia paga inclui anúncios de TV, revistas e banners eletrônicos, pesquisa paga e patrocínio, tudo o que permite aos profissionais de marketing sustentável exibir seu anúncio ou marca mediante o pagamento de uma taxa.

O conteúdo próprio refere-se a canais de comunicação próprios, como folheto institucional ou da marca, site, blog, página do Facebook ou conta do Twitter.

A mídia orgânica consiste em canais pelos quais os consumidores, a imprensa ou outros comunicam voluntariamente algo sobre a marca por comunicação boca a boca, buzz ou marketing viral.

Contudo, as histórias sustentáveis agora figuram em todas as seções do New York Times e The Washington Post, e outros grandes jornais todos os dias, e aparecem nas capas de revistas como Vanity Fair, Newsweek, Wired e a revista Sunday New York Times Magazine, entre outras.

Campanhas com grande orçamento com as dos “Greenest Laptops” da Apple, a “Sete Grãos em uma Missão”, dos cereais Kashi, e a “Green Done Right” da Scott Naturals tomam conta dos intervalos na televisão. Discovery Channel, Planet Green, Sundance, e outros canais preocupados com a preservação do meio ambiente se voltam para os telespectadores conscientes da sustentabilidade (OTTMAN, 2012).

A NBC dá atenção a sustentabilidade por meio de programa especial e da campanha “Green is Universal”. Com quase cinco milhões de assinantes, a revista Good Housekeeping chegou até unir seu selo verde ao valioso selo Good Housekeeping (OTTMAN, 2012; RODRIGUES, 2020).

Tais organizações estão comprometidas em abordar os interesses sustentáveis de seus telespectadores e leitores, e também estão se tornando sustentável, algumas por meio da iniciativa de Open Mídias e Empresas de Informação (Open MIC) dedicada a tornar as práticas de administração do setor de mídia transparentes e responsáveis (OTTMAN, 2012).

Muitas das incontáveis mensagens e imagens diárias que acionam o estilo de vida sustentável do consumidor comum são mantidas nos bastidores pela Environmental Media Association (EMA), um grupo sem fins lucrativos de Hollywood com objetivo especial se garantir programação televisiva de qualidade para o meio ambiente. Muitas celebridade hollywoodianas ajudam o EMA divulgar a sustentabilidade como algo bom.

Assim sendo, a internet está mudando depressa a imagem da mídia, tornando-se o meio interativo para consumidores sustentáveis que procuram informações ((OTTMAN, 2012; RODRIGUES, 2020).

Neste contexto, muitos colaboradores on-line estão preocupados com as questões sociais e ambientais. Por exemplos: protestos, boicote de consumidores (ou ações coletivas), comprando produtos sustentáveis, usando menos o carro, reciclando, reduzindo e reutilizando (PORTILHO, 2010; RODRIGUES, 2020; ARAÚJO; ARAÚJO; RODRIGUES, 2021).

José Austerliano Rodrigues. Especialista Sênior em Sustentabilidade de Marketing e Doutor em Marketing Sustentável pela UFRJ, com ênfase em Sustentabilidade e Marketing, com interesse em pesquisa em Marketing Sustentável, Sustentabilidade de Marketing, Responsabilidade Social e Comportamento do Consumidor. E-mail: austerlianorodrigues@bol.com.br.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 09/02/2021

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

** Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR. **

Nota da redação: Em relação ao tema “Marketing Sustentável / Sustentabilidade de Marketing” sugerimos que leia, também:

Coleta De Informações: Análise Da Sustentabilidade De Marketing

Comunicações Digitais E Marketing Sustentável

Mix De Comunicação De Marketing Sustentável

Marketing Digital É Chave Para Sobrevivência De PMEs

Pesquisa De Marketing Sustentável Etnográfica: Da Antropologia Cultural A Digital

Marketing Sustentável No Mercado Globalizado – Caso Brasil

Estratégia De Marketing Sustentável: Segmentação De Mercado

Estratégia De Marketing Sustentável: Posicionamento De Marcas Por Meio Da Ferramenta Storytelling

Engajamento Do Consumidor E Comportamento De Compra Por Meio Do Novo Mix De Marketing Sustentável E Digital

Sustentabilidade de Marketing para o Setor de Moda

O Marketing Sustentável como Ferramenta para os Negócios Ecoturísticos no Brasil

Modelo De Sustentabilidade De Marketing Para A Indústria De Construção

Marketing Sustentável Inovando Uma Agroindústria Sustentável

Plano De Marketing Sustentável Para Confecção De Produtos De Babaçu

Estratégias De Marketing Sustentável Para A Cadeia Produtiva De Pirarucu

As Fases Do Ciclo De Vida Do Produto Baseado No Marketing Sustentável Para Empresas De Palmito No Brasil, Por José Austerliano Rodrigues E Izabel Cristina Da Silva

A Importância Do Marketing Sustentável Para As Empresas De Produtos E Serviços Derivado Do Babaçu No Brasil, Por José Austerliano Rodrigues E Izabel Cristina Da Silva

Marketing Sustentável Após A Covid-19: Criando Oportunidades De Mercado, Artigo De José Austerliano Rodrigues

Cocriação De Valor Entre Marketing Sustentável E Estratégias De Sustentabilidade Em Empresas, Artigo De José Austerliano Rodrigues

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top