Grupos de Stakeholders Sustentáveis – Organizações Ambientais

 
 
artigo

Grupos de Stakeholders Sustentáveis – Organizações Ambientais, artigo de José Austerliano Rodrigues

[EcoDebate]

O ambientalismo corporativo reconhece a necessidade de integrar as questões sociais e ambientais as estratégias das empresas.

As tendências a serem observadas pelos profissionais de marketing sustentável incluem: o papel do consumo, a escassez de matérias-primas, especialmente de água; o custo mais elevado de energia; os níveis mais altos de poluição; e a mudança no papel dos governos (BANERJEE; YER; KASHYAP, 2003; KOTLER; 2011; KOTLER; KELLER, 2018; RODRIGUES, 2020).

Todavia, todos já ouviram falar do National Audubon Society e do Nature Conservancy, mas, na verdade, existem mais de 12 mil organizações ambientais só nos Estados Unidos (THE NATIONAL ENVIRONMENTAL DIRIECTORY, 2009; OTTMAN; 2012), e de muitos outros tipos diferentes. Algumas abordam uma causa específica, como esforços para conseguir um ar maior puro, limpar os rios, proteger as curujas ou expandir o programa de reciclagem da cidade (OTTMAN, 2012; SILVA; RODRIGUES, 2020).

Outros realizam pesquisa, influenciam políticas, oferecem suporte técnico e aumentam a consciência. Variando de organizações regionais de duas ou mais pessoas a grupos mundiais com mais de 10 mil membros, os grupos ambientais costumam ser organizações sem fins lucrativos que dependem de arrecadar fundos e de contribuições financeiras de seus membros e doadores para alcançar a sua missão (compromisso social).

Assim sendo, já tidos como extremistas, a tendência verde tornou aceitável a prática de grupos ambientais ajudarem os negócios e os governos a melhorarem a sustentabilidade ambiental e social. Muitos grupos ambientais agora percebem que como os negócios e o governo controlam muitos dos recursos e reúnem grande parte do poder em uma economia com base no mercado, unir-se na abordagem de um mercado focado é a maneira mais eficiente de cuidar do meio ambiente e abrir o caminho para uma sociedade mais sustentável (OTTMAN, 2012).

Desta forma, enquanto alguns grupos extremistas ainda adotam uma abordagem antagônica para atuar com a indústria, e pede ser a primeira a incentivar um boicote de produtos, um número cada vez maior de grupos ambientais coopera de modo ativo com os líderes de negócios para mudar atuando como uma base de apoio, ajudando-os a melhorar suas políticas e práticas ambientais e socais, e até ajudando no desenvolvimento e promoção das marcas (OTTMAN, 2012; RODRIGUES, 2020; ARAÚJO; RODRIGUES, 2021).

Neste contexto, ao atuar com os grupos ambientais, pensa-se em marketing sustentável, mas há outras oportunidades de parceira construtivas, começando com a obtenção de domínio especial (lucro responsável), o trabalho para proteger as fontes de novos materiais e criar mercados para produtos sustentáveis importantes e filantropia estratégica corporativa (OTTMAN, 2012; RODRIGUES, 2020).

José Austerliano Rodrigues. Especialista Sênior em Sustentabilidade de Marketing e Doutor em Marketing Sustentável pela UFRJ, com ênfase em Sustentabilidade e Marketing, com interesse em pesquisa em Marketing Sustentável, Sustentabilidade de Marketing, Responsabilidade Social e Comportamento do Consumidor. E-mail: austerlianorodrigues@bol.com.br.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 28/01/2021

 

** Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR. **

Nota da redação: Em relação ao tema “Marketing Sustentável / Sustentabilidade de Marketing” sugerimos que leia, também:

Coleta De Informações: Análise Da Sustentabilidade De Marketing

Comunicações Digitais E Marketing Sustentável

Mix De Comunicação De Marketing Sustentável

Marketing Digital É Chave Para Sobrevivência De PMEs

Pesquisa De Marketing Sustentável Etnográfica: Da Antropologia Cultural A Digital

Marketing Sustentável No Mercado Globalizado – Caso Brasil

Estratégia De Marketing Sustentável: Segmentação De Mercado

Estratégia De Marketing Sustentável: Posicionamento De Marcas Por Meio Da Ferramenta Storytelling

Engajamento Do Consumidor E Comportamento De Compra Por Meio Do Novo Mix De Marketing Sustentável E Digital

Sustentabilidade de Marketing para o Setor de Moda

O Marketing Sustentável como Ferramenta para os Negócios Ecoturísticos no Brasil

Modelo De Sustentabilidade De Marketing Para A Indústria De Construção

Marketing Sustentável Inovando Uma Agroindústria Sustentável

Plano De Marketing Sustentável Para Confecção De Produtos De Babaçu

Estratégias De Marketing Sustentável Para A Cadeia Produtiva De Pirarucu

As Fases Do Ciclo De Vida Do Produto Baseado No Marketing Sustentável Para Empresas De Palmito No Brasil, Por José Austerliano Rodrigues E Izabel Cristina Da Silva

A Importância Do Marketing Sustentável Para As Empresas De Produtos E Serviços Derivado Do Babaçu No Brasil, Por José Austerliano Rodrigues E Izabel Cristina Da Silva

Marketing Sustentável Após A Covid-19: Criando Oportunidades De Mercado, Artigo De José Austerliano Rodrigues

Cocriação De Valor Entre Marketing Sustentável E Estratégias De Sustentabilidade Em Empresas, Artigo De José Austerliano Rodrigues

 

 

A manutenção da revista eletrônica EcoDebate é possível graças ao apoio técnico e hospedagem da Porto Fácil.

Nota: Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR.

 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top