Varejistas Sustentáveis

 

artigo

Varejistas Sustentáveis, artigo de José Austerliano Rodrigues

[EcoDebate] O mercado de varejo sustentável pode ser implacável. Embora varejistas inovadores como a norte-americana Zappos, a sueca H&M, as esponholas Zara e Mango e a britânica Topshop tenham prosperado nos últimos anos, outras até então sólidas passaram por dificuldades, como as norte-americanas JCPenney, Kohl’s e Kmart.

As mais sucedidas usam estratégia sustentável, tecnologia de informação, sistemas avançados de informação e ferramentas complexas de marketing sustentável (KOTLER; KELLER, 2018; RODRIGUES, 2020).

Desta forma, o varejo inclui todas as atividades relativas à comercialização de bens ou serviços diretamente ao consumidor final para uso pessoal e não comercial. Desta maneira, um varejista ou loja de varejo é qualquer empreendimento comercial cujo volume de vendas provenha principalmente do varejo (KOTLER; KELLER, 2018).

Contudo, preocupações com saúde, alimentos sem pesticida e algodão organicamente cultivado agora estão no topo da lista de muitos “naturalistas” ou “fanáticos por saúde”. No entanto, os benefícios ambientais de tais produtos nem sempre são tão claros (OTTMAN, 2012).

Por exemplo, muitas pessoas acreditam que as roupas de algodão orgânicos são menos prejudiciais ao solo e aos agricultores do que o algodão cultivado de modo tradicional, que recebe muito pesticidas.

Os varejistas sustentáveis podem ajudar os consumidores a verem uma relação entre os seus produtos e um estilo de vida mais sustentável (OTTMAN, 2012; RODRIGUES, 2020).

Como oportunidades únicas de ensinar o público no ponto de venda, os varejistas são aliados-chave no esforço de educar os compradores. Sempre questionados por muitos consumidores sustentáveis fervorosos a respeito dos aspectos ambientais dos produtos que vendem, eles precisam de maneira críveis e de custo efetivo para responder aos consumidores a respeito de questões ecológicas e sociais, além de informar as especificações dos produtos que vendem (OTTMAN, 2012; RODRIGUES, 2020).

Apesar do desejo que sentem em encher as prateleiras com as alternativas mais sustentáveis que os consumidores de hoje procuram, os varejistas deixam a desejar na hora de confirmar se as opções são realmente sustentáveis.

Com IKEA, Trader Joe’s, Wal-Mart e Whole Foods Market na liderança nos Estados Unidos, e Marks & Spencer e Tesco no Reino Unido, muitas redes varejistas criaram suas linhas de produtos ecológicos (OTTMAN, 2012).

José Austerliano Rodrigues. Especialista Sênior em Sustentabilidade de Marketing e Doutor em Marketing Sustentável pela UFRJ, com ênfase em Sustentabilidade e Marketing, com interesse em pesquisa em Marketing Sustentável, Sustentabilidade de Marketing, Responsabilidade Social e Comportamento do Consumidor. E-mail: austerlianorodrigues@bol.com.br.

 

in EcoDebate, ISSN 2446-9394, 15/12/2020

** Para receber atualizações pelo grupo de notícias do EcoDebate no WhatsApp, adicione o telefone 21 98682-4779 e, em seguida, envie uma mensagem com o texto ADICIONAR. **

Nota da redação: Em relação ao tema “Marketing Sustentável / Sustentabilidade de Marketing / Negócios Sustentáveis” sugerimos que leia, também:

Coleta De Informações: Análise Da Sustentabilidade De Marketing

Comunicações Digitais E Marketing Sustentável

Mix De Comunicação De Marketing Sustentável

Marketing Digital É Chave Para Sobrevivência De PMEs

Pesquisa De Marketing Sustentável Etnográfica: Da Antropologia Cultural A Digital

Marketing Sustentável No Mercado Globalizado – Caso Brasil

Estratégia De Marketing Sustentável: Segmentação De Mercado

Estratégia De Marketing Sustentável: Posicionamento De Marcas Por Meio Da Ferramenta Storytelling

Engajamento Do Consumidor E Comportamento De Compra Por Meio Do Novo Mix De Marketing Sustentável E Digital

Sustentabilidade de Marketing para o Setor de Moda

O Marketing Sustentável como Ferramenta para os Negócios Ecoturísticos no Brasil

Modelo De Sustentabilidade De Marketing Para A Indústria De Construção

Marketing Sustentável Inovando Uma Agroindústria Sustentável

Plano De Marketing Sustentável Para Confecção De Produtos De Babaçu

Estratégias De Marketing Sustentável Para A Cadeia Produtiva De Pirarucu

As Fases Do Ciclo De Vida Do Produto Baseado No Marketing Sustentável Para Empresas De Palmito No Brasil, Por José Austerliano Rodrigues E Izabel Cristina Da Silva

A Importância Do Marketing Sustentável Para As Empresas De Produtos E Serviços Derivado Do Babaçu No Brasil, Por José Austerliano Rodrigues E Izabel Cristina Da Silva

Marketing Sustentável Após A Covid-19: Criando Oportunidades De Mercado, Artigo De José Austerliano Rodrigues

Cocriação De Valor Entre Marketing Sustentável E Estratégias De Sustentabilidade Em Empresas, Artigo De José Austerliano Rodrigues

 

CONTEÚDO SUGERIDO / PUBLICIDADE



 

[CC BY-NC-SA 3.0][ O conteúdo da EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, à EcoDebate com link e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate, ISSN 2446-9394,

Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta enviar um email para newsletter_ecodebate+subscribe@googlegroups.com . O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário da revista eletrônica EcoDebate

Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para newsletter_ecodebate+unsubscribe@googlegroups.com ou ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Top