Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.427, de 15/09/2011

  Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico, artigo de Antonio Silvio Hendges Caminhando Juntos: Economia e Meio Ambiente, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira Marina e a sorte do ambientalismo no Brasil, artigo de Israel Souza Ser pensante é perigoso, artigo de Nara França Votação do Código Florestal na Comissão de Constituição e Justiça do Senado é adiada Queimadas mudam rotina de animais silvestres e podem até sacrificar suas vidas, diz biólogo Nota Pública: Violência e Barbárie

Diretrizes Nacionais para o Saneamento Básico, artigo de Antonio Silvio Hendges

  [EcoDebate] As diretrizes para a gestão do saneamento básico no país são estabelecidas pela Lei 11.445 de 05 de janeiro de 2007, regulamentada pelo Decreto 7.217 de 21 de junho de 2010. Descrevem os princípios fundamentais que devem nortear o conjunto de serviços, infraestruturas e instalações operacionais de a) abastecimento de água potável, b) esgotamento sanitário, c) resíduos sólidos e d) drenagem das águas das chuvas. As políticas públicas que os

Caminhando Juntos: Economia e Meio Ambiente, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira

  “Na espaçonave Terra não há passageiros. Todos somos tripulantes”. Herbert M. McLuhan (1911-1980) [EcoDebate] Inequivocamente, a primeira condição para mudar a realidade é conhecê-la. Os dados disponíveis, concernentes à agressão ambiental em escala mundial em nome do “progresso econômico (?)”, não deixam dúvidas: o forte desequilíbrio ambiental manuseado por mãos humanas que respondem aos ditames do deus-mercado precisa ser freado. À medida que o consumo ganha maiores proporções e torna-se sinônimo de

Marina e a sorte do ambientalismo no Brasil, artigo de Israel Souza

  Desde a década de 1990, o ambientalismo foi uma das formas mais eficazes de os países centrais intervirem em territórios alheios, ricos em bens naturais. Hoje, em virtude das frações do capital que o governo brasileiro encarna, ele perde espaço e força política. As condições que possibilitaram seu fortalecimento já não são as mesmas. Em certo sentido, é possível dizer que a recente trajetória de Marina representa também a sua.

Ser pensante é perigoso, artigo de Nara França

  Ser pensante é perigoso – não há motivo evidente, mas é perigoso. [EcoDebate] Cuidado com os seres que não seguem a ‘boiada da vida’. Cuidado com os seres que seguem na contramão. Cuidado, muito cuidado – ser pensante é perigoso. Cuidado com o ser pensante em casa, na faixa de segurança, na roda de amigos, no cinema, na rua, no banheiro publico, no botequim, na praia, na fabrica, no balcão, no velorio,

Votação do Código Florestal na Comissão de Constituição e Justiça do Senado é adiada

  A votação do novo Código Florestal na Comissão de Constituição e Justiça do Senado foi adiada mais uma vez. Um pedido de vista coletiva foi concedido ontem (14) depois que o relator da matéria, o senador Luiz Henrique (PMDB-SC), apresentou alterações ao relatório que já havia sido distribuído aos senadores na semana passada. Após conversas com o governo, em especial com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, Luiz Henrique modificou

Queimadas mudam rotina de animais silvestres e podem até sacrificar suas vidas, diz biólogo

  As queimadas que se espalham pelo país afetam diretamente a vida dos animais silvestres. Nos últimos dias, especialistas da Floresta Nacional de Brasília (Flona) e agentes da Polícia Ambiental resgataram várias espécies, de pássaros raros a tatus e tamanduás. O biólogo Léo Gondi, analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), alertou que os impactos a médio e longo prazo são assustadores. “Há um impacto terrível. [Antes das

Nota Pública: Violência e Barbárie nos Campos de Monte Santo, BA

  NOTA PÚBLICA VIOLÊNCIA E BARBÁRIE NOS CAMPOS DE MONTE SANTO/BA “Tendes vivido regaladamente sobre a terra; tendes vivido nos prazeres; tendes engordado o vosso coração, em dia de matança; tendes condenado e matado o justo, sem que ele faça resistência” Tiago 5,6 O município do Monte Santo/BA vive tempos de violência e barbárie! Uma quadrilha de fazendeiros tem agido de forma organizada e paramilitar, subvertendo a ordem pública e democrática, disseminando o medo

Denúncia: Índios Isolados da Fronteira Brasil-Peru continuam ameaçados por grupos paramilitares peruanos

  Prezados(as) senhores(as) autoridades políticas federais e estaduais do Acre, Abaixo mensagem de Andréia Martini, antropóloga professora da UFAC, assessora da ASKARJ (Associação do Povo Indígena Kaxinawá do Rio Jordão), e coletânea de textos anteriores (de Terri Aquino, José Meirelles e Altino Machado). Ela pede ajuda URGENTE, junto ao povo Huni Kuin (Kaxinawá) do Rio Jordão, município de Jordão, Acre. A situação da invasão de milicianos peruanos no Acre está gravíssima e ainda não se

Roraima: MPF entra com ação para coibir prática ilegal de mineração em terra indígena

  Ação pede que sejam negados todos os requerimentos de autorização de pesquisa mineral, permissão de lavra garimpeira e concessão de lavra mineral em terras indígenas A constante prática de garimpo em terra indígena e a possível existência de títulos minerários situados dentro dos limites territoriais indígenas já homologados pelo governo federal motivou o Ministério Público Federal em Roraima (MPF/RR) a ingressar com uma ação civil pública, com pedido de liminar, contra

Estudo da UFRJ explicita desigualdades raciais no atendimento público

  Apresentado em seminário na Câmara, pesquisa aponta que negros e pardos têm mais dificuldade para ser atendidos no SUS e, nas ações judiciais por crime racial, costumam perder mais do que ganhar. Saulo Cruz Marcelo Paixão, coordenador da pesquisa: "Falta vontade dos atores políticos." Relatório da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) sobre desigualdade racial, apresentado nesta quarta-feira (14) na Câmara, revela que a população negra e

Mitos e verdades sobre própolis

  O que se diz e o que se deve saber desse composto amplamente usado para alívio de sintomas de várias doenças, mas cujas reais propriedades pouco se conhece Por Raphael Martins Na cultura popular, existem vários mitos acerca da própolis. É descrito como remédio milagreiro, solução para os mais diversos tipos de enfermidades, como queimaduras, infecções, cortes, até problemas de pressão e cardíacos. Severino Matias de Alencar,

Top