Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.221, de 11/11/2010

Desafios da Gestão Ambiental, artigo de Antonio Silvio Hendges Conhecimento, Energia e Programa Territórios Livres do Baixo Parnaíba, artigo de Mayron Régis O Homem Sem Seleção e a Sociedade, artigo de Maurício Gomide Martins Secretário de Portos da Bahia reduziu o Porto Sul a uma guerra de torcidas, artigo de Rui Barbosa da Rocha Denúncia: Vazanteiros do São Francisco, mais uma vez aterrorizados, ameaçados e com seus direitos violentados Técnicos do Ibama dizem que obra

Desafios da Gestão Ambiental, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] As mudanças sociais e econômicas do país nos últimos 60 anos impactaram o ambiente natural e alteraram as relações ambientais em amplas regiões e diversos ecossistemas. Economicamente, o país deixou de ser exportador somente de produtos agrícolas e matérias primas para ter características econômicas industrializadas; no aspecto demográfico, o crescimento das cidades alterou a distribuição populacional de predominantemente rural para urbana, principalmente nas regiões Sul, Sudeste e capitais das

Conhecimento, Energia e Programa Territórios Livres do Baixo Parnaíba, artigo de Mayron Régis

[EcoDebate] Que rumo se pressente para o Baixo Parnaiba maranhense? Haveria várias hipóteses para o futuro dessa região. Conta-se com o futuro, com certo desconto, é claro, para que ele arranje energia em grandes prestações a perder de vista. Em que lugar se acharia uma fita métrica capaz de medir os quilômetros gastos por alguém no intuito de apressar o futuro e restringir o passado? Os conhecimentos disponíveis para

O Homem Sem Seleção e a Sociedade, artigo de Maurício Gomide Martins

[EcoDebate] A sábia Natureza estabeleceu no hábitat planetário um mecanismo de desenvolvimento e adaptação favorável à vida biológica extremamente inteligente, lógica e eficiente. Dessa forma, à medida que as condições ambientais se alteram, automaticamente a elas se ajustam a morfose, fisiologia e forma societária dos seres viventes. Tem ela ainda a virtude de, como conseqüência das alterações precedentes, moldar, ajustar e selecionar o caráter da espécie, seguindo os mesmos princípios. Para

Secretário de Portos da Bahia reduziu o Porto Sul a uma guerra de torcidas, artigo de Rui Barbosa da Rocha

Nem em jogo de futebol as partidas são decididas por número de torcedores em estádios. [EcoDebate] O secretário de Portos da Bahia reduziu o projeto Porto Sul a um jogo de torcidas, no qual o time com maior claque deve por isso ganhar, omitindo as questões de natureza técnica e legal que ainda persistem neste mega projeto da Bahia Mineração. O melhor seria apontar os reais problemas, já estudados por técnicos

Denúncia: Vazanteiros do São Francisco, mais uma vez aterrorizados, ameaçados e com seus direitos violentados

Os Vazanteiros da Ilha Pau de Légua, do Município de Matias Cardoso Norte de Minas, vêm sendo tratados como invasores e são sistematicamente pressionados pelos técnicos do IEF, que se utilizam do poder da instituição como órgão fiscalizador ambiental para repreender, punir e coibir a ocupação da área. Tudo vem sendo feito disconsiderando as especificidades do grupo e os seus vínculos territoriais. A ação empreendida pelo orgão ambiental é de

Técnicos do Ibama dizem que obra de Belo Monte não pode receber nova licença

Dois pareceres técnicos do Ibama, de outubro deste ano, sobre o estágio de cumprimento das condicionantes de Belo Monte, recomendam ao órgão que não conceda novas licenças para início das obras da usina. Em 27 de setembro, o Consórcio Norte Energia, vencedor do leilão de Belo Monte, apresentou ao Ibama um oficio solicitando a concessão da Licença de Instalação (LI) inicial, um tipo de licença provisória, não

Papagaios resgatados do tráfico de animais têm menor tempo de vida

Estudo constatou que 92% dos papagaios traficados morrem nos cinco primeiros anos no Zoológico de Sorocaba Os papagaios do Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, em Sorocaba, São Paulo, morrem principalmente por doenças e maus tratos causados pelo tráfico. O zoológico abriga papagaios que a polícia ambiental apreende do tráfico de animais. Apesar de chegarem com vida, 92,5% deles morrem nos cinco primeiros anos no local, contrastando com o tempo de

Sucesso da COP-16 depende de compromisso e interesse dos países

A duas semanas da 16ª Conferência das Partes da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-16), em Cancún, no México, a secretária executiva da convenção no setor de negociações, Christiana Figueres, destacou que o sucesso dos acordos depende do compromisso dos países. O Brasil deve apresentar mais informações sobre o compromisso assumido na conferência do ano passado, em Copenhague, de reduzir as emissões brasileiras entre 36,1% e 38,9% até

COP-16: Carta pública a Cancun

Compartilhamos a seguinte carta pública (ver infra), endereçada aos/às representantes de governos perante a Conferência das Partes da Convenção sobre Mudança Climática, a ser realizada em Cancún, México, entre os dias 29 de novembro e 10 de dezembro. Em caso de concordem com seu conteúdo, convidamos-lhes a assiná-la aqui. Ao mesmo tempo, instamos vocês para que a divulguem o mais

Prorrogada a consulta pública de Plano de Produção e Consumo Sustentáveis

Foi prorrogado até o dia 30/11 o prazo para a consulta pública do Plano de Ação para Produção e Consumo Sustentáveis, cujo objetivo é contribuir para a transformação dos atuais padrões de produção e consumo da sociedade com vistas ao desenvolvimento sustentável. As contribuições podem ser feitas no endereço www.mma.gov.br/ppcs e serão analisadas pelo Comitê Gestor do Plano, podendo fazer parte do documento final. [Leia na íntegra]

‘Ecologicamente correto’ na teoria, o Brasil ainda é um país pouco ‘verde’ na prática

Brasileiro é pouco "verde" pois consumo fala mais alto Em um ano, o percentual de moradores de grandes cidades que já ouviu falar de aquecimento global subiu de 68% para 92%, um salto puxado principalmente pelas pessoas de baixa renda. Mas a preocupação com o ambiente não se traduz em ações para mais de 70% da população. Preço é um entrave para a compra de produtos mais "ecológicos" e os brasileiros

Há recursos nas instituições financeiras estatais para financiar atividades de baixa emissão de carbono

Segundo estudo do Centro de Sustentabilidade da FGV, só o BNDES aprovou, em 2009, R$ 480,86 milhões em produtos de baixo carbono Há recursos nas instituições financeiras estatais para investimento em linhas de fomento de atividades com baixa emissão de carbono. Esta é a principal conclusão do estudo Financiamentos Públicos e Mudança do Clima, lançado esta semana pelo Centro de Estudos de Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GVCes). O estudo analisou

Insustentável: Frota da capital de SP deve atingir 7 milhões de veículos em janeiro

Serão três veículos para cada cinco habitantes. E 60% deles estarão ilegais, pois não terão feito a inspeção veicular A frota de São Paulo deve ultrapassar 7 milhões de veículos nos próximos 60 dias. Em média, serão três carros para cada cinco habitantes da cidade, considerando uma população de 10 milhões de pessoas estimada preliminarmente pelo Censo 2010. Metade dessa frota, porém, pode ficar na ilegalidade: estima-se que quase 60% dos

Estudo estima que mudanças climáticas podem provocar invernos mais frios nas regiões do norte do planeta

A mudança climática poderá levar a invernos mais frios nas regiões do norte do planeta, de acordo com um estudo [A link between reduced Barents-Kara sea ice and cold winter extremes over northern continents] do Instituto Potsdam para Pesquisa do Impacto sobre o Clima publicado na terça-feira. O principal autor do estudo, Vladimir Petoukhov, afirmou que a diminuição do gelo marinho no Ártico oriental causa aquecimento regional dos níveis inferiores da

Agroecología frente al cambio climático, entrevista com Eduardo Gudynas

En este contexto de alta variabilidad de las condiciones climáticas la agroecología es una de las mejores alternativas para enfrentar el riesgo. ¿Por qué? Porque aprovecha el saber local, el saber tradicional con mejores tecnologías, por ejemplo, para la captación y el manejo del agua, para evitar la erosión y una mejor gestión de los suelos. Además, porque aprovecha la variabilidad genética de diversas

Top