Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.221, de 11/11/2010

Desafios da Gestão Ambiental, artigo de Antonio Silvio Hendges Conhecimento, Energia e Programa Territórios Livres do Baixo Parnaíba, artigo de Mayron Régis O Homem Sem Seleção e a Sociedade, artigo de Maurício Gomide Martins Secretário de Portos da Bahia reduziu o Porto Sul a uma guerra de torcidas, artigo de Rui Barbosa da Rocha Denúncia: Vazanteiros do São Francisco, mais uma vez aterrorizados, ameaçados e com seus direitos violentados Técnicos do Ibama dizem que obra

Desafios da Gestão Ambiental, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] As mudanças sociais e econômicas do país nos últimos 60 anos impactaram o ambiente natural e alteraram as relações ambientais em amplas regiões e diversos ecossistemas. Economicamente, o país deixou de ser exportador somente de produtos agrícolas e matérias primas para ter características econômicas industrializadas; no aspecto demográfico, o crescimento das cidades alterou a distribuição populacional de predominantemente rural para urbana, principalmente nas regiões Sul, Sudeste e capitais das

Conhecimento, Energia e Programa Territórios Livres do Baixo Parnaíba, artigo de Mayron Régis

[EcoDebate] Que rumo se pressente para o Baixo Parnaiba maranhense? Haveria várias hipóteses para o futuro dessa região. Conta-se com o futuro, com certo desconto, é claro, para que ele arranje energia em grandes prestações a perder de vista. Em que lugar se acharia uma fita métrica capaz de medir os quilômetros gastos por alguém no intuito de apressar o futuro e restringir o passado? Os conhecimentos disponíveis para

O Homem Sem Seleção e a Sociedade, artigo de Maurício Gomide Martins

[EcoDebate] A sábia Natureza estabeleceu no hábitat planetário um mecanismo de desenvolvimento e adaptação favorável à vida biológica extremamente inteligente, lógica e eficiente. Dessa forma, à medida que as condições ambientais se alteram, automaticamente a elas se ajustam a morfose, fisiologia e forma societária dos seres viventes. Tem ela ainda a virtude de, como conseqüência das alterações precedentes, moldar, ajustar e selecionar o caráter da espécie, seguindo os mesmos princípios. Para

Secretário de Portos da Bahia reduziu o Porto Sul a uma guerra de torcidas, artigo de Rui Barbosa da Rocha

Nem em jogo de futebol as partidas são decididas por número de torcedores em estádios. [EcoDebate] O secretário de Portos da Bahia reduziu o projeto Porto Sul a um jogo de torcidas, no qual o time com maior claque deve por isso ganhar, omitindo as questões de natureza técnica e legal que ainda persistem neste mega projeto da Bahia Mineração. O melhor seria apontar os reais problemas, já estudados por técnicos

Denúncia: Vazanteiros do São Francisco, mais uma vez aterrorizados, ameaçados e com seus direitos violentados

Os Vazanteiros da Ilha Pau de Légua, do Município de Matias Cardoso Norte de Minas, vêm sendo tratados como invasores e são sistematicamente pressionados pelos técnicos do IEF, que se utilizam do poder da instituição como órgão fiscalizador ambiental para repreender, punir e coibir a ocupação da área. Tudo vem sendo feito disconsiderando as especificidades do grupo e os seus vínculos territoriais. A ação empreendida pelo orgão ambiental é de

Técnicos do Ibama dizem que obra de Belo Monte não pode receber nova licença

Dois pareceres técnicos do Ibama, de outubro deste ano, sobre o estágio de cumprimento das condicionantes de Belo Monte, recomendam ao órgão que não conceda novas licenças para início das obras da usina. Em 27 de setembro, o Consórcio Norte Energia, vencedor do leilão de Belo Monte, apresentou ao Ibama um oficio solicitando a concessão da Licença de Instalação (LI) inicial, um tipo de licença provisória, não

Papagaios resgatados do tráfico de animais têm menor tempo de vida

Estudo constatou que 92% dos papagaios traficados morrem nos cinco primeiros anos no Zoológico de Sorocaba Os papagaios do Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, em Sorocaba, São Paulo, morrem principalmente por doenças e maus tratos causados pelo tráfico. O zoológico abriga papagaios que a polícia ambiental apreende do tráfico de animais. Apesar de chegarem com vida, 92,5% deles morrem nos cinco primeiros anos no local, contrastando com o tempo de

Sucesso da COP-16 depende de compromisso e interesse dos países

A duas semanas da 16ª Conferência das Partes da Organização das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-16), em Cancún, no México, a secretária executiva da convenção no setor de negociações, Christiana Figueres, destacou que o sucesso dos acordos depende do compromisso dos países. O Brasil deve apresentar mais informações sobre o compromisso assumido na conferência do ano passado, em Copenhague, de reduzir as emissões brasileiras entre 36,1% e 38,9% até

COP-16: Carta pública a Cancun

Compartilhamos a seguinte carta pública (ver infra), endereçada aos/às representantes de governos perante a Conferência das Partes da Convenção sobre Mudança Climática, a ser realizada em Cancún, México, entre os dias 29 de novembro e 10 de dezembro. Em caso de concordem com seu conteúdo, convidamos-lhes a assiná-la aqui. Ao mesmo tempo, instamos vocês para que a divulguem o mais

Prorrogada a consulta pública de Plano de Produção e Consumo Sustentáveis

Foi prorrogado até o dia 30/11 o prazo para a consulta pública do Plano de Ação para Produção e Consumo Sustentáveis, cujo objetivo é contribuir para a transformação dos atuais padrões de produção e consumo da sociedade com vistas ao desenvolvimento sustentável. As contribuições podem ser feitas no endereço www.mma.gov.br/ppcs e serão analisadas pelo Comitê Gestor do Plano, podendo fazer parte do documento final. [Leia na íntegra]

‘Ecologicamente correto’ na teoria, o Brasil ainda é um país pouco ‘verde’ na prática

Brasileiro é pouco "verde" pois consumo fala mais alto Em um ano, o percentual de moradores de grandes cidades que já ouviu falar de aquecimento global subiu de 68% para 92%, um salto puxado principalmente pelas pessoas de baixa renda. Mas a preocupação com o ambiente não se traduz em ações para mais de 70% da população. Preço é um entrave para a compra de produtos mais "ecológicos" e os brasileiros

Top