Índice da edição de 01/07/2010

O horizonte da economia, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira Agricultura industrial e ciclo do nitrogênio, artigo de Antonio Silvio Hendges As tragédias urbano-hidrológicas de Alagoas e Pernambuco: Renascer dos escombros, artigo de Marcos Carnaúba Desafios da química ambiental, entrevista com Arnaldo Alves Cardoso A Pérola, artigo de Pe. Alfredo J. Gonçalves PF apreende mais de 10 mil animais em operação contra o tráfico de animais silvestres BA: Pistoleiros, a mando de empresa de mineração, ameaçam

O horizonte da economia, artigo de Marcus Eduardo de Oliveira

Prof. Marcus Eduardo de Oliveira [EcoDebate] Basicamente, pode-se agregar à Economia duas orientações básicas: 1) Ser funcionalista; 2) Ser dialética. No que concerne às funções vitais (ser funcionalista), a Economia se apresenta em algumas dimensões próprias, a saber: estuda o comportamento dos homens; estuda o processo de escolhas; estuda os conflitos entre a existência de recursos limitados e o atendimento aos amplos, diversificados e ilimitados desejos das pessoas; estuda as diferentes possibilidades

Agricultura industrial e ciclo do nitrogênio, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] 1 – “COMENDO AS SOBRAS DA SEGUNDA GUERRA” O nitrogênio é fundamental para a produção de alimentos. As substancias nitrogenadas originam os aminoácidos, essenciais na formação das proteínas, os ácidos nucléicos, o ATP (adenosina trifosfato) e a clorofila. Os consumidores obtêm o nitrogênio através das plantas e são incapazes de utilizar o nitrogênio atmosférico (N2). A fixação biológica do N2 é realizada por bactérias que vivem em simbiose mutualista nas

As tragédias urbano-hidrológicas de Alagoas e Pernambuco: Renascer dos escombros, artigo de Marcos Carnaúba

Enchente invade ruas de Quebrângulo, em Alagoas - Divulgação Prefeitura de Quebrângulo in O Globo [EcoDebate] Desde a infância acompanho as cheias dos rios Paraíba e Mundaú quase sempre no inverno quando festejava o São João em Viçosa, terra natal do José Carnaúba meu saudoso pai. O acesso era de trem porque um atoleiro contínuo cobria as rodovias, o Mundaú inundava Satuba e o Paraíba urrava na cidade de Atalaia onde

Desafios da química ambiental, entrevista com Arnaldo Alves Cardoso

“É preciso conhecer os limites do planeta e definir melhor o que se entende por sustentabilidade”, disse Arnaldo Alves Cardoso, professor do Instituto de Química de Araraquara da Universidade Estadual Paulista (Unesp), que coordena o projeto de pesquisa Effects of emissions on current and future rainfall patterns in Southeast Brazil, apoiado pelo Programa FAPESP de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais (PFPMCG). Segundo Cardoso, o desenvolvimento econômico dos países traz com ele

A Pérola, artigo de Pe. Alfredo J. Gonçalves

[EcoDebate] Era uma vez... Eu, você, ele, nós, todos... Vivíamos no mundo fantástico das novidades. Corríamos atrás delas com o mesmo afã do sedento que busca água fresca. Surfávamos na onda dos últimos lançamentos da moda. Cores e sabores, ruídos e imagens, luzes e sons nos embriagavam de prazer. Era só procurar nas lojas das ruas e shopping centers, profusamente iluminadas, e aí encontrávamos o que estávamos procurando. Aliás, a publicidade

PF apreende mais de 10 mil animais em operação contra o tráfico de animais silvestres

Colete com 64 ovos. Foto: Divulgação PF A Polícia Federal deflagrou na manhã de ontem, 30 de junho, a operação “São Francisco” para repressão de crimes ambientais, notadamente maus-tratos de animais, tráfico internacional de espécies das faunas nativa e exótica, além de outros crimes conexos. A investigação, iniciada há oito meses, permitiu a identificação dos integrantes da maior quadrilha brasileira de tráfico de animais silvestres, sobretudo aves da fauna brasileira que eram

BA: Pistoleiros, a mando de empresa de mineração, ameaçam comunidade rural

Atualmente, uma das principais ameaças às comunidades rurais do norte da Bahia é o avanço das empresas de pesquisa e exploração mineral. Geralmente, as empresas chegam às comunidades sem o consentimento das famílias ou fazendo promessas de geração de emprego e progresso. Em alguns casos, quando as comunidades não aceitam a presença da empresa, há ameaças e riscos para as famílias, como está acontecendo no município de Sento Sé, Bahia. Segundo

Trabalho Degradante: MPT ajuíza ação para garantir pagamento de empregados em fazenda de algodão no oeste da Bahia

O Ministério Público do Trabalho – MPT ajuizou, no último dia 22 de junho, uma ação civil coletiva contra os proprietários da Fazenda Guarani, sediada em São Desidério/BA (Belmiro Catelan e Jair Donadel). Na ação, o MPT pede o pagamento de salários retidos, 13º salários, férias, horas extras e FGTS (fundo de garantia) dos trabalhadores. Em março deste ano, uma fiscalização do Grupo Móvel de Combate ao Trabalho Escravo flagrou os

ANA pretende implantar sistema para monitorar qualidade da água dos principais rios do Brasil

A Agência Nacional de Águas (ANA) pretende implantar em todo o país, até 2015, um sistema padronizado de avaliação e monitoramento das águas. Com isso, terá condições de informar à sociedade o nível e o tipo de poluição das águas dos principais rios brasileiros. A avaliação também vai ajudar os governos federal e estaduais a identificar prioridades para as políticas públicas. Serão investidos quase R$ 100 milhões no sistema, por meio

Associação das Indústrias da Alimentação recorrerá contra obrigatoriedade de alertas sobre os riscos à saúde

A Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) informou, em nota oficial, que irá recorrer à Justiça contra a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que obriga as empresas do setor a colocar alertas nas propagandas sobre os riscos à saúde do consumo excessivo de alimentos com alta quantidade de açúcar, gordura e sódio. A associação argumenta que a medida da Anvisa apresenta “impropriedades constitucionais e técnicas”. Uma delas,

Nota dos movimentos sociais em defesa do Código Florestal Brasileiro

EM DEFESA DO MEIO AMBIENTE BRASILEIRO E DA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS SAUDÁVEIS: NÃO AO SUBSTITUTIVO DO CÓDIGO FLORESTAL! No último dia 09 de junho de 2010, o Dep. Federal Aldo Rebelo (PCdoB/SP) apresentou o seu relatório à Comissão Especial, criada na Câmara dos Deputados, para analisar o Projeto de Lei nº. 1876/99 e outras propostas de mudanças no Código Florestal e na Legislação Ambiental brasileira. O referido relatório, de mais de

Top