Índice da edição de 10/06/2010

Revolução Azul, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Aprender a perdoar é um santo remédio, artigo de Américo Canhoto Por uma democracia social com partidos políticos de outro tipo(4), artigo de Bruno Lima Rocha Biodiversidade e desenvolvimento, artigo de Antonio Silvio Hendges ISA: Aldo Rebelo apresenta relatório e deputados criticam parcialidade Partidos e entidades rejeitam substitutivo do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) de reforma do Código Florestal Justiça do Pará vai decidir sobre licenciamento da siderúrgica da

Revolução Azul, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] A revolução verde, liderada por Norman Borlaug, teve seus méritos, possibilitando alimentar bilhões de pessoas, mas foi incapaz de garantir a segurança alimentar para uma população mundial em constante crescimento. Além disto, a redução da biodiversidade, as monoculturas, a pecuária extensiva e o uso em grande escala de fertilizantes, agrotóxicos e insumos de alto custo colocaram em xeque o impacto social e a sustentabilidade da revolução verde, além do

Aprender a perdoar é um santo remédio, artigo de Américo Canhoto

Dr. Américo Canhoto [EcoDebate] Questão de freqüência – ressonância – sintonia. Na sua essência a atitude de perdoar é mais científica, prática e inteligente do que religiosa – pouco tem a ver com ser bonzinho ou mauzinho. Pouca capacidade de perdoar; aumenta a probabilidade de adoecer. É quase inevitável ainda; no dia a dia, ofendemos e nos sentimos ofendidos com freqüência, isso, ainda é mais ou menos compatível com nossa forma de viver.

Por uma democracia social com partidos políticos de outro tipo(4), artigo de Bruno Lima Rocha

[EcoDebate] Concluímos esta pequena série de quatro artigos de difusão científica voltada para o pensamento político organizativo, apresentando tanto as raízes desse modelo de partido como também uma possibilidade de desenvolvimento orgânico do mesmo. A ancestralidade do modelo de organização aqui desenvolvido O modelo que apresentamos nesta série em particular e nas obras em geral não se trata de uma novidade para o universo da política. Se são novos ou inexistentes os

Biodiversidade e desenvolvimento, artigo de Antonio Silvio Hendges

[EcoDebate] A biodiversidade está relacionada à variedade genética das populações e espécies de animais, plantas, microorganismos, algas, liquens, fungos macroscópicos, aos nichos, comunidades e ecossistemas formados pela interatividade constante entre os diferentes organismos. Inclui as variabilidades locais (alfa diversidade), a complementaridade biológica (beta diversidade) e as variações paisagísticas (gama diversidade), ou seja, a totalidade dos recursos biológicos, o patrimônio genético disponível. A biodiversidade não é estática, está em constante evolução

ISA: Aldo Rebelo apresenta relatório e deputados criticam parcialidade

“O boi deveria ser o animal de estimação dos brasileiros.” Com esse princípio, recitando poesias, atacando os ambientalistas e fazendo citações com uma elasticidade que abrigava de Karl Marx ao papa Bento 16, de Malthus a Josué de Castro, do Padre Vieira a José Bonifácio e de Geraldo Vandré a Luiz Gonzaga, o deputado Aldo Rebelo (PC do B/SP) finalmente começou, nesta terça-feira, dia 8 de junho, a apresentar ao

Partidos e entidades rejeitam substitutivo do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) de reforma do Código Florestal

Presidente da comissão especial, deputado Moacir Micheletto acredita na votação do texto pelo Plenário da Câmara neste semestre. O substitutivo do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) aos projetos que reformam o Código Florestal (Lei 4.771/65) foi duramente criticado em notas técnicas apresentadas nesta quarta pelo PV, Psol e pelo Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União. O parecer agradou a bancada ruralista, mas recebeu críticas duras

Justiça do Pará vai decidir sobre licenciamento da siderúrgica da Vale em Marabá

Irregularidades causadas por "pressa" para licenciar siderúrgica da Vale colocam em risco segurança ambiental na região. MP cobra evidências científicas de que não haverá contaminação A Justiça paraense vai analisar pedido liminar do Ministério Público para realização de novas audiências públicas, anulação da licença prévia e suspensão do licenciamento ambiental da siderúrgica Aços Laminados do Pará (Alpa), indústria que a Vale planeja instalar em Marabá, no sudeste do estado. O Ministério

Agentes da PF são denunciados à ONU por perseguição a índios da etnia Tupinambá, no sul da Bahia

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) e a ONG Justiça Global, organizações que atuam na defesa dos direitos humanos no Brasil, enviaram ontem (9) à Organização das Nações Unidas (ONU) denúncia de que agentes da Polícia Federal têm perseguido índios da etnia Tupinambá, no sul da Bahia. A denúncia está contida em dois informes. Um deles trata da prisão, considerada ilegal pelas organizações, da líder indígena Glicéria de Jesus da Silva, conhecida

MPF/PA: Nota reafirma que objetivo da campanha Carne Legal é levar o consumidor a refletir sobre a origem da carne consumida

O Ministério Público Federal no Pará divulgou ontem, 9 de junho, uma nota à imprensa esclarecendo sobre a campanha Carne Legal, lançada no início deste mês. Leia a íntegra da nota: Nota à imprensa - Campanha Carne Legal O Ministério Público Federal esclarece que a campanha pela consumo sustentável de produtos derivados do boi lançada no início deste mês tem como objetivo levar o consumidor brasileiro a refletir sobre a origem da

TO: Reunião debate sobreposição do Parque Nacional do Araguaia e Terra Indígena Inawebohona

Formação do Conselho Deliberativo é o primeiro passo para definir gestão do Parque Nacional do Araguaia e Terra Indígena Inawebohona Com a intenção de discutir assuntos relativos à gestão da área sobreposta entre o Parque Nacional do Araguaia e a Terra Indígena Inawebohona, na Ilha do Bananal, uma série de reuniões acontecem entre os dias 8 e 10 de junho, em Pium, com participação de representantes do Ministério Público Federal no

Pesquisa da UNIFESP aponta que propagandas de bebidas alcoólicas ainda violam regras do Conar

Quatro anos após a primeira análise do controle ético e auto-regulamentação na televisão, estudo aponta que nada mudou. As regras de publicidade e propaganda de cerveja das marcas mais populares entre jovens continuam a violar um número significativo de regras do Conar (Conselho Nacional de auto-regulamentação Publicitária), de acordo com uma pesquisa realizada pela Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad) da UNIFESP. Das cinco propagandas de cerveja das marcas mais

Top