Índice da edição de 14/07/2009

Pesquisa sugere a associação do inseticida hexaclorociclohexano à doença de Parkinson EUA proíbem a pesca comercial do krill Seca X Enchente. Quem causa maior dano a geo economia do RN, artigo de Eugênio Fonseca Pimentel Desespero, um mau conselheiro, artigo de Fábio Alves dos Santos Conquista dos Fundos de Pastos da Areia Grande contra a grilagem de terras na Bahia Pesquisadora defende articulação entre ciência e conhecimentos tradicionais indígenas Assentado triplica produção com Mais Alimentos e

Pesquisa sugere a associação do inseticida hexaclorociclohexano à doença de Parkinson

Imagem: UC Regents / UCLA [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Um novo estudo [Elevated Serum Pesticide Levels and Risk of Parkinson Disease], realizado por pesquisadores do University of Texas Southwestern Medical Center, sugere que um grupo de pessoas com doença de Parkinson possue mais elevados níveis sanguíneos do inseticida ß-hexaclorociclohexano (ß-HCH) do que pessoas saudáveis. 16131

EUA proíbem a pesca comercial do krill

Krill, foto da NOAA [Por Henrique Cortez, do Ecodebate] O National Oceanic and Atmospheric Administration (NOAA) publicou, ontem (13/07), uma norma proibindo a pesca comercial do krill na zona econômica exclusiva das costas dos estados da Califórnia, Oregon e Washington. A norma, que entra em vigor no dia 12/08/2009, foi publicada para preservar a espécie, de fundamental importância na cadeia alimentar marinha. Os três estados na costa oeste dos EUA já haviam

Seca X Enchente. Quem causa maior dano a geo economia do RN, artigo de Eugênio Fonseca Pimentel

[EcoDebate] A concepção antiga e ainda acreditada por muitos, de que a ocorrência periódica da “seca” é o principal entrave para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e também outros estados nordestinos, é uma concepção arcaica, errônea e deve ser modificada. De um modo simples e pragmático podemos deduzir que esta concepção não é correta respondendo de forma simples e resumida as seguintes indagações: 16123

Desespero, um mau conselheiro, artigo de Fábio Alves dos Santos

[EcoDebate] Há alguns meses, Belo Horizonte vem acompanhando o drama vivido por mais de mil famílias sem-casa e sem-terra das comunidades Dandara, do Céu Azul, e Camilo Torres, da Vila Santa Rita, no Barreiro. A comunidade Dandara, embora amparada em decisão do Tribunal de Justiça que a mantém na posse de um latifúndio urbano pertencente à Construtora Modelo – cerca de 400 mil metros quadrados, ou seja, cerca de 40 hectares

Conquista dos Fundos de Pastos da Areia Grande contra a grilagem de terras na Bahia

A longa jornada dos fundos de pastos da Areia Grande, no município de Casa Nova na Bahia, contra a grilagem de seu território conquistou, no dia 01 de julho de 2009, mais uma vitória com a anulação da sentença de Imissão de Posse que ratificava o processo da grilagem de terras públicas. Reconhecendo as inúmeras ilegalidades que envolviam o processo judicial, dentre elas a ausência de intimação do Ministério Público

Pesquisadora defende articulação entre ciência e conhecimentos tradicionais indígenas

A médica e antropóloga Luiza Garnelo defendeu ontem (13) a articulação entre a ciência e os saberes tradicionais, principalmente os relativos às práticas usadas para cuidados e cura de doenças entre índios da etnia Baniwa, que vivem no norte do Amazonas. Pesquisadora da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Luiza disse que essa articulação poderá contribuir para avanços no sistema de saúde, de um modo geral. Ela fez palestra durante a 61ª

Assentado triplica produção com Mais Alimentos e se torna grande fornecedor de hortaliças no AC

Foto: Seaprof/AC Ele trabalhava como diarista em fazendas de Rio Branco para ajudar a família que vivia com dificuldades após ter deixado os seringais. Hoje, quase dez anos depois, Rogevane Silva do Nascimento, 32 anos, é considerado um dos quatro maiores produtores de hortaliças do Acre. O salto em qualidade de vida nesse curto espaço de tempo se deve, em grande parte, às políticas públicas do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA)

MPF/DF questiona criação comercial de porcos e aves na Área de Proteção Ambiental(APA) do Rio Descoberto

Para procurador, Ibram deve anular licenças ambientais que autorizaram indevidamente atividades de suinocultura e avicultura comercial em área protegida. O Ministério Público Federal no Distrito Federal (MPF/DF) enviou recomendação ao Instituto de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal – Brasília Ambiental (Ibram) para que o órgão anule todas as licenças ambientais que autorizaram indevidamente a realização de atividades de suinocultura e avicultura comercial dentro da Área de Proteção

Nova Iguaçu, RJ, não faz monitoramento adequado de gases e poluentes do ar

A estação do município fica distante de focos de poluição, como a Rodovia Presidente Dutra. (Foto: Everton Barsan/Prefeitura de Nova Iguaçu) O município de Nova Iguaçu (RJ) não monitora adequadamente a emissão de gases e poluentes na atmosfera. Este dado foi encontrado em uma pesquisa que buscava investigar a qualidade do ar e o estudo de internações por doenças respiratórias no município, desenvolvida na Escola Nacional de Saúde Pública (Ensp/Fiocruz) pela

G8: Caminho de L’Áquila, artigo de Miriam Leitão

G8 em L'Áquila, foto ANSA [O GLOBO] No caminho de L'Áquila, o presidente Lula recebeu um prêmio internacional e avisos de que salvasse a Amazônia. Em L'Áquila os escombros serviram de cenário para uma reunião marcante. Aqui, a base governista pavimentou o terreno para destruir um pouco mais a Amazônia, dispensando licenças ambientais para estradas. Na floresta e na mesa de negociação, o Brasil precisa mudar. A maneira de produzir retrocessos no Brasil

Top