Índice da edição de 17/02/2009

Rio Madeira: causa mortis, artigo de Telma Delgado Monteiro A crise será profunda e prolongada, artigo de João Pedro Stédile Pesquisa afirma que o etanol celulósico pode ser a melhor opção para a saúde humana e o aquecimento global Pesquisadores avaliam a poluição causada por pisciculturas instaladas ao longo da costa Prefeitura de Cornélio Procópio, PR, retira projeto de municipalização da água Redução de chuvas elimina árvores de grande porte e diminui capacidade de absorção

Rio Madeira: causa mortis, artigo de Telma Delgado Monteiro

[EcoDebate] Este relato é baseado nos documentos do processo aberto pelo Ibama para apurar os fatos que levaram à mortandade de dezenas de toneladas de peixes ocorrida em dezembro de 2008, nas obras da usina de Santo Antônio, no rio Madeira, em Rondônia. O resgate dos peixes Em 23 de dezembro de 2008, a coordenação de fiscalização da Superintendência do IBAMA, em Rondônia, fez uma Comunicação de Crime pedindo

A crise será profunda e prolongada, artigo de João Pedro Stédile

Imagem: Corbis/Charles Waller [EcoDebate] Passaram-se alguns meses do desencadear da crise do capitalismo a nível internacional, tendo seu epicentro no capital financeiro e na economia dos Estados Unidos. Agora já temos mais elementos para compreender de que ela será prolongada, profunda e atingirá a todas economias periféricas. Inclusive o Brasil. Muitas análises já se publicaram na academia e nos meios de comunicação. Há posições de todas as matizes e correntes

Pesquisa afirma que o etanol celulósico pode ser a melhor opção para a saúde humana e o aquecimento global

O pesquisador Stephen P. Long (foto) em meio a uma cultura de Miscanthus, uma gramínea perene, de clima temperado, com rápido crescimento e potencial para produzir sacarose, em moldes muito similares aos da cana. [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Os impactos ambientais da utilização de energia podem impor grandes custos para a sociedade. Isto já não está mais em discussão, diante de incontáveis demonstrações e avaliações dos custos sociais. Uma nova pesquisa

Pesquisadores avaliam a poluição causada por pisciculturas instaladas ao longo da costa

Pesquisadores concluem que os resíduos são transportados distâncias maiores que anteriormente calculada [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] A piscicultura, uma forma relativamente barata para fornecer proteína barata para uma crescente população mundial, fornece agora, por algumas estimativas, 30% do peixe consumido pelo homem. E, na exata medida do crescente esgotamento dos 'estoques" marinhos, a partipação relativa da piscicultura tende a aumentar. Duzentas e vinte espécies de peixes, crustáceos e moluscos são

Prefeitura de Cornélio Procópio, PR, retira projeto de municipalização da água

[EcoDebate] A pedido do prefeito Amin José Hannouche a Câmara Municipal de Cornélio Procópio retirou de pauta o projeto de lei do Executivo que municipaliza o serviço de água e esgoto da cidade, atualmente gerenciado pela Sanepar. O contrato entre a estatal paraense e a prefeitura terminou há cerca de quatro anos e, desde então, a prefeitura e a empresa negociam a renovação. 10027

Redução de chuvas elimina árvores de grande porte e diminui capacidade de absorção de carbono na Amazônia

A floresta no limite - A paisagem que Paulo Brando encontrou em outubro passado na Floresta Nacional do Tapajós em Belterra, município no oeste do Pará, é bem distinta da que o encantou em sua primeira viagem à região seis anos atrás. As árvores mais altas e imponentes tinham muito menos folhas que o normal e já não se abraçavam no topo da floresta como antes. Várias estavam secas e mortas

Trabalhadores e ambientalistas criticam MP da regularização fundiária na Amazônia

Festejada no Fórum de Governadores da Amazônia Legal, na semana passada em Boa Vista, a Medida Provisória (MP) 458 foi criticada ontem (16) por representantes de dois segmentos que desejam a legalização do uso da terra e a exploração sustentável dos recursos da floresta amazônica: ambientalistas e pequenos trabalhadores rurais. A MP 458, editada no dia 10 deste mês, trata da regularização fundiária de ocupações em áreas da União na

O clima pesado das crises globais (financeira, ambiental e climática). Entrevista com o urbanista Mike Davis

Imagem: Stockxpert Pelos menos duas grandes crises assustam as previsões para o decorrer deste ano - e, possivelmente, dos próximos também. Uma delas, já bastante difundida e prontamente socorrida pelos governos, diz respeito ao estado de incertezas que recobre a economia global. A outra, a crise climática e ambiental, ainda parece, no entanto, coisa de um futuro distante - embora já esteja ocorrendo agora, como alerta o urbanista Mike Davis. A

(comunicação mercadológica dirigida às crianças) Restringir para proteger, artigo de Flávia Piovesan e Tamara Amoroso Gonçalves

Qual seria o regime mais adequado à proteção dos direitos das crianças? Seria razoável a imposição de limites à publicidade? [Folha de S.Paulo] O CONAR (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) está cada vez mais rigoroso com relação à fiscalização da propaganda infantil. Se em 2007 sete comerciais foram suspensos pelo órgão, em 2008 o número foi para 17. Qual seria o regime mais adequado à proteção dos direitos das crianças? Seria razoável

Disputa por 1,3 milhão de hectares no Pará envolve mineradoras, madeireiros, grileiros e índios

Interesse em 5 lotes se deve a ouro e bauxita, além de floresta intocada; governo deve criar pelo menos uma área de proteção ambiental Pará define donos de área rica em mata e minérios - O governo do Pará definirá amanhã o destino de 1,3 milhão de hectares, área quase nove vezes o tamanho da cidade de São Paulo, na qual estão interessadas gigantes mineradoras, madeireiros, grileiros, índios e 105 comunidades

Top