Estudos avaliam impacto da publicidade no consumo de alimentos e medicamentos

O uso irracional e abusivo de medicamentos, influenciado pela publicidade, tem feito com que esses produtos sejam o principal agente de intoxicação humana registrado no SUS Mundial de futebol, na África do Sul. Em todo o mundo, a estimativa é de que 33 bilhões de pessoas tenham assistido aos jogos via televisão. Além do hino nacional, a escalação dos jogadores, os gols e a torcida, os telespectadores assistiram também a

Brasileiros consumiram quase 2 toneladas do medicamento anorexígeno sibutramina em 2009, revela Anvisa

A população brasileira consumiu, em 2009, quase 2 toneladas de sibutramina – medicamento anorexígeno que atua como inibidor de apetite. Os dados foram apresentados ontem (30) pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), durante a divulgação do primeiro relatório do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC). A sibutramina foi proibida em países da Comunidade Europeia e teve sua restrição ampliada nos Estados Unidos. No Brasil, o medicamento só pode

Automedicação: Demanda por antigripais incentiva farmácias ilegais na internet

Comprar medicamentos pela internet é um jogo de azar no qual se tem de 50% a 90% de chances de que os produtos adquiridos sejam falsos. O tema é de especial relevância porque, na melhor das hipóteses, os remédios falsos são apenas ineficazes; na pior, podem provocar a morte. A venda pela internet segue os modismos da saúde pública. No ano passado, os antigripais (principalmente o Tamiflu, verdadeiro ou falso)

Uso de medicamentos durante gripe deve ser feito com cautela

Os pais e profissionais de saúde devem ficar atentos para a não utilização de medicamentos contendo ácido acetilsalicílico em crianças e adolescentes, em especial, para o alívio dos sintomas associados às infecções virais. De acordo com alerta publicado pela Farmacovigilancia da Anvisa, o uso destes medicamentos deve ser feito com atenção, principalmente durante o inverno, período no qual os casos de gripe tendem a aumentar. O cuidado vale tanto para

Artigo sobre remédios alternativos conclui que remédios inócuos se espalham mais facilmente

Com muita frequência, remédios alternativos falham em mostrar sucesso ao serem submetidos a testes clínicos. Mesmo assim, produtos de eficácia duvidosa --como extrato de Gingko biloba (receitado contra demências) e raspas de barbatana de tubarão (contra câncer)-- parecem estar proliferando cada vez mais. Segundo um novo estudo, porém, não há contradição aí: é justamente pela qualidade de serem inócuas que essas "receitas milagrosas" ganham terreno. 13120

FDA amplia o alerta contra suplementos para perda de peso

[EcoDebate] A FDA divulgou uma lista de 70 suplementos supostamente naturais para perda de peso e que, na verdade, continham fármacos controlados ou não aprovados. Nestes falsos suplementos naturais foram indentificados anfetaminas, diuréticos e até um laxante retirado do mercado por ser carcinogênico. 10014

Nova pesquisa conclui que os complexos multivitamínicos não previnem doenças, por Henrique Cortez

[EcoDebate] Nos EUA, como no Brasil, muitas pessoas, principalmente mulheres e adolescentes, tomam complexos multivitamínicos, acreditando que eles, de alguma forma, ajudam a prevenir doenças cardiovasculares ou câncer, mas isto pode ser um mito. Em estudos anteriores, os efeitos dos complexos multivitamínicos foram inconclusivos, com alguns sugerindo que eles podem ser associados à redução dos riscos de alguns tipos de câncer, enquanto que outros estudos afirmavam que eles pouco ou nenhum

Estudo diz mais de 1/3 das crianças e adolescentes saudáveis dos EUA tomam vitaminas desnecessariamente, por Henrique Cortez

[EcoDebate] Um estudo de pesquisadores da University of California Davis School of Medicine, na edição online da revista Archives of Pediatric & Adolescent Medicine concluiu que mais de 1/3 das crianças e adolescentes saudáveis nos Estados Unidos tomam, diariamente, suplementos vitamínicos e minerais sem precisar. Por outro lado, o estudo também constatou que as crianças que mais precisam de vitaminas não estão sendo medicadas. O mesmo efeito, potencialmente, também

Brasil registra número recorde de intoxicações por medicamentos

Quase 33 mil reações adversas foram registradas em 2006, diz relatório da FioCruz; São Paulo lidera ranking Um antibiótico para dor de garganta e um xampu contra piolhos fizeram o ator Reynaldo Gianecchini e a pequena moradora da zona norte Jennifer Freire, de 3 anos, entrarem para a mesma turma. Na última semana, os dois foram vítimas de intoxicação por remédios e, agora, engrossam a estatística crescente desse tipo de reação

Estudo revela que crianças consomem medicamentos de forma indiscriminada

A automedicação, prática rotineira no Brasil, não está disseminada apenas entre os adultos. As crianças e adolescentes também consomem medicamentos de forma indiscriminada, o que pode acarretar sérios problemas de saúde para esse contingente. A constatação é da enfermeira Francis Solange Vieira Tourinho, que pesquisou o assunto em sua tese de doutorado, defendida recentemente na Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. De acordo com o estudo, primeiro do gênero

riscos da auto-medicação: Como farmácias reagem quando o cliente quer comprar remédio sem receita médica

Ir à farmácia para comprar um remédio com o objetivo de aliviar um mal-estar ou curar uma doença é uma prática bastante rotineira. Mas quem usa essa tática deve tomar muito cuidado para não piorar ou prejudicar a saúde. Um estudo avaliou a qualidade do atendimento prestado a um possível portador de doenças sexualmente transmissíveis (DST) em 70 farmácias da rede privada em duas cidades do Distrito Federal e constatou:

Top