Usina pagará insalubridade a trabalhador rural submetido a calor intolerável

  A Primeira Turma do Tribunal Superior do Trabalho não conheceu de recurso da Usina de Açúcar Santa Terezinha Ltda. e manteve decisões anteriores que a condenaram a pagar adicional de insalubridade em grau médio a um trabalhador rural, cortador de cana de açúcar, submetido a calor e umidade em nível superior aos tolerados e prejudicial à sua saúde. A Turma considerou inaplicável ao caso a Orientação Jurisprudencial nº 173 da

Plantas do gênero agave, usadas para fazer tequila, podem ser transformadas em etanol

As plantas do gênero agave, encontradas em grande quantidade no México, são normalmente usadas para fazer o combustível que costuma animar festas no ritmo da salsa e do merengue: a tequila. Pesquisadores das universidades de Oxford, no Reino Unido, e de Sydney, na Austrália, descobriram, entretanto, que esses vegetais podem ser transformados em combustível de verdade, ou, mais especificamente, no bioetanol. Reportagem no Correio Braziliense. No estudo, publicado na revista Energy

SP: Ambientalistas querem impedir canaviais na região de aquíferos da estância hidromineral de Águas da Prata

Águas da Prata, estância hidromineral no interior de São Paulo, teme que o plantio contamine suas fontes de alta qualidade Ambientalistas tentam barrar um projeto de um grupo sucroalcooleiro que prevê a plantação de canaviais numa região de aquíferos da estância hidromineral de Águas da Prata, no interior de São Paulo, a 238 quilômetros da capital. Eles alegam que o uso de defensivos agrícolas na cultura de cana pode causar a contaminação

Cientista identifica ‘assinatura’ do etanol e poluentes atmosféricos emitidos por biocombustíveis

Há décadas usado no Brasil como alternativa à gasolina, o etanol passou a fazer parte da mistura de combustíveis utilizados em vários países do mundo nos últimos anos. Com isso, aumentou a preocupação da comunidade científica internacional com os efeitos de sua queima na qualidade do ar que respiramos. Agora, Brian Giebel, estudante de graduação em química marinha e atmosférica da Universidade de Miami, criou um método capaz de identificar

MPF/MS: plantio de cana em área indígena não deve ter financiamento público

Justiça confirma validade de recomendação que veta financiamento de plantio em áreas já reconhecidas como indígenas pelo governo federal A Justiça negou pedido da Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul (Famasul) para que o Ministério Público Federal (MPF/MS) fosse impedido de enviar a Recomendação nº 09/2010 às instituições financeiras. Desde outubro do ano passado, o MPF expediu a recomendação aos Bancos Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do

Mudança de petróleo para biomassa impulsiona a ‘química verde’

O termo “química verde” existe desde 1991 e foi cunhado por Paul Anastas, um químico da Agência de Proteção Ambiental (EPA, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, para designar a terceira onda da química, a qual a humanidade e indústria começariam a vivenciar. As outras duas primeiras ondas ocorreram nos séculos 19 e 20, respectivamente, quando a indústria se movia, primeiro pelo carvão, e depois pelo petróleo. Sem dúvida,

Etanol de 2ª geração: Embrapa Agroenergia avalia matérias-primas adequadas para a produção do biocombustível

Visando à identificação do potencial das matérias-primas para produção de etanol de segunda geração, a Embrapa Agroenergia (Brasília/DF) está realizando testes com diversas metodologias já descritas no Brasil e no exterior. As análises das biomassas, que são oriundas de um projeto da Empresa para identificar matérias-primas adequadas para a produção do biocombustível, são realizadas nos laboratórios da Embrapa Hortaliças e da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, ambas no Distrito Federal. “Estamos

MPF/RJ contesta lei estadual prevê redução gradativa das queimadas para o corte da cana-de-açúcar

Lei é inconstitucional e foi editada às pressas após justiça proibir usinas de receberem cana queimada O Ministério Público Federal em Campos (RJ) pediu a declaração de inconstitucionalidade da Lei estadual 5.990/11, que prevê uma redução gradativa das queimadas como prática para o corte da cana-de-açúcar no Rio de Janeiro. A lei foi sancionada às pressas, ignorando a competência da União, apenas 13 dias depois da Justiça Federal acatar ação

TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo condena usina a indenização ambiental por queima de cana

Ação da Promotoria foi ajuizada após queimada em abril de 2006 O TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo condenou a Usina da Pedra, em Serrana, e um proprietário rural a pagar uma indenização ambiental pela queima de oito hectares de canavial na fazenda Lagoinha, perto do Parque dos Lagos, em Ribeirão. O acórdão do TJ determina ainda que a usina se abstenha de recorrer à queima para a colheita da cana-de-açúcar,

MPT propõe ação de R$ 350 milhões em favor de 23 mil trabalhadores das usinas de açúcar e álcool do MS

O Ministério Público do Trabalho (MPT) ajuizou ação cautelar contra o Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool do Estado do Mato Grosso do Sul (Sindal-MS) para garantir que as usinas de açúcar e álcool paguem aos trabalhadores do setor agrícola e do industrial os valores referentes ao tempo gasto no percurso até o local de trabalho, chamado de horas “in itinere”. O pagamento beneficia aproximadamente 23 mil trabalhadores que

Bioenergia no bolso do brasileiro

[Por Luana Copini para o EcoDebate] Os preços do etanol e da gasolina comum tiveram queda na última semana de maio enchendo o bolso do brasileiro com dados otimistas. Isto, segundo o Levantamento de Preços da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bicombustível (ANP) que é aplicado semanalmente. Segundo a pesquisa, no Brasil o preço médio da gasolina comum (que contém 25% de etanol anidro) foi de R$ 2,82 por

RJ: MPF questiona o Projeto de Lei 569/2011, que permite a queima de cana-de-açúcar no Estado até 2024

MPF/RJ contesta aval da Alerj à queima de cana - Procurador critica projeto enviado a governador O Ministério Público Federal em Campos dos Goytacazes (RJ) questiona o Projeto de Lei 569/2011, que permite a queima de cana-de-açúcar no Estado até 2024 e foi aprovado no último dia 15 pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O texto, enviado à sanção do governador, contraria decisões das 1ª e 2ª instâncias da Justiça, que

Projeto do IPT estuda aproveitamento de bagaço da cana-de-açúcar

Os estudos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) em fontes renováveis de matérias-primas para a substituição dos derivados de petróleo acabam de ganhar um novo recurso com a instalação de um reator para o pré-tratamento do bagaço de cana-de-açúcar no Laboratório de Biotecnologia Industrial. Segundo o IPT, o equipamento está sendo empregado com a finalidade de tornar o bagaço mais suscetível ao processo de hidrólise enzimática

Documentário ‘À Sombra de um Delírio Verde’ narra a luta dos Guarani Kaiowá contra avanço da cana

Nesta quarta-feira (4) na Esplanada dos Ministérios em Brasília, às 20h aconteceu o lançamento do documentário “À sombra de um delírio verde”, que conta a luta dos Guarani-Kaiowá, etnia indígena com a maior população no Brasil, contra o avanço da monocultura da cana-de-açúcar. Relatórios de organizações de direitos humanos têm denunciado sistematicamente o genocídio contra esta etnia. A exibição está dentro da programação do Acampamento Terra Livre. A co-produção Brasil, Argentina

Vinhaça aplicada no solo em fertirrigação aumenta em cerca de 15% emissões de gases estufa

Vinhaça da cana aumenta emissão de gases do efeito estufa - Aplicação de resíduo aumenta em cerca de 15% emissões de gases na fase agrícola de produção do etanol Pesquisa realizada na Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba, avaliou as emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) provenientes da vinhaça (resíduo da produção de álcool) ao longo do canal de transporte e

Estudo pede que europeus devem exigir princípios éticos de produtores de biocombustíveis

Usina de etanol nos EUA (foto - BBC) A adoção de metas de uso de biocombustíveis por parte dos países europeus vem estimulando práticas antiéticas e a expansão ''rápida e insustentável'' da produção mundial de biocombustíveis. Essas são as conclusões de um estudo realizado ao longo de 18 meses pela entidade britânica Nuffield Council on Bioethics. A União Européia e a Grã-Bretanha possuem uma série de metas de promoção de biocombustíveis, como, por

Pesquisa testa coquetel enzimático na produção de biocombustível

O aumento do aproveitamento da cana-de-açúcar na produção de etanol e a utilização de novas matérias-primas na produção de biocombustíveis são os objetivos de pesquisa no Instituto de Física de São Carlos (IFSC) da USP. Os estudos são voltados principalmente à produção do chamado “coquetel enzimático”, onde fungos têm sido cultivados para a produção de enzimas que, uma vez injetadas em biomassas específicas, tem o objetivo de torná-las mais

Tribunal Superior do Trabalho decide que cortar cana não é uma atividade insalubre

Cortador de cana-de-açúcar não ganha adicional de insalubridade Empregado que atua no corte de cana-de-açúcar não tem direito ao recebimento de adicional de insalubridade. Apesar do trabalho a céu aberto, em condições nocivas à saúde, não há previsão legal para o pagamento do benefício a esses profissionais. Com essa interpretação, a Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho excluiu da condenação da Sociedade Agrícola Paraguaçu o pagamento do adicional a ex-funcionário.

Exploração de trabalho contamina produção de etanol

Trabalhadores recebem por produção, o que leva muitos a morrerem de exaustão Estudo revela as condições das famílias dos camponeses responsáveis pelo corte da cana-de-açúcar Estudo desenvolvido na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP identificou os efeitos que a migração sazonal de camponeses do Vale do Jequitinhonha – para o corte de cana-de-açúcar e produção de açúcar e etanol – causa nas famílias desta localidade, considerada uma

Otra crisis alimentaria y al ‘Dios mercado’ no hay quién le tosa, por Vicent Boix

Sólo en USA, durante 2010, se destinó el 35% de maíz al consumo nacional de bioetanol como agrocombustible. El dato es importante porque dicha potencia cosecha el 40% de la producción mundial, lo que significa que sólo con datos de USA, el 14% del maíz mundial se dedicó a la alimentación de coches. Con ello, lógicamente, podrían tener problemas los países que dependan de las importaciones estadounidenses de maíz. Que

Top