Indicadores para quem governar Macapá, artigo de Adrimauro Gemaque

[EcoDebate] A cidade de Macapá, que já foi chamada de “Cidade Joia da Amazônia” e de “Cidade Morena”, completou 258 anos no dia 4 de fevereiro, é aquariana, e nasceu em 1758 quando foi elevada à categoria de vila por Francisco Xavier de Mendonça Furtado, Comandante das Armas da Província do Pará. Cortada pela linha imaginária do Equador, está encravada na margem esquerda do Rio Amazonas. Localizada no sudeste do

Política Ambiental e Sustentabilidade: um clamor da sociedade pela modernidade e inovação na Regulamentação para a atividade de Mineração, por Aparecida Ferreira Frias, Fernando Maida e João Paulo Maida

Política Ambiental e Sustentabilidade: um clamor da sociedade pela modernidade e inovação na Regulamentação para a atividade de Mineração Aparecida Ferreira Frias1 Fernando Maida 2 João Paulo Maida3 Introdução Atualmente no Brasil, muitos são os casos de poluição ambiental que ocorrem diariamente pela motivação de produção desenfreada, sem qualquer escrúpulo e controle. Ademais, constata-se que não há real compromisso com a responsabilidade social, e em muitos dos casos, também com os efeitos que ocasionam à

Ibama nega recurso da Eletrobras para retomar licenciamento da usina de Tapajós

    O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) negou ontem (28) o recurso apresentado pela Eletrobras para que fosse retomado o processo de licenciamento ambiental da Usina Hidrelétrica São Luiz do Tapajós, no Pará, que havia sido arquivado pelo Ibama no mês passado. Depois do arquivamento, a Eletrobras apresentou um último recurso ao órgão ambiental tentando retomar a análise ambiental do empreendimento. Em ofício ao presidente da

PAC 1 concluiu apenas metade das obras de esgoto em 8 anos, diz levantamento

   Pouco menos da metade (49%) das obras de esgoto da primeira fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 1) foi concluída. Segundo levantamento divulgado ontem (28) pelo Instituto Trata Brasil, das 111 obras 54 foram finalizadas, 34 estão em andamento e 23 estão paralisadas. O estudo foi feito a partir da consulta aos agentes (municípios e governos estaduais) que conseguiram recursos disponibilizados pelo governo federal para ampliar essa infraestrutura. O

Brasil tem 5 mil conexões de geração de energia pelo próprio consumidor

  Energia gerada pelo sol tem ganhado mais espaço nas residências brasileiras, entre as fontes mais utilizadas está a solar, seguida da eólica     O Brasil registrou até agosto deste ano 5.040 conexões de geração de energia pelo próprio consumidor – conhecida por micro e minigeração distribuída, que totalizou potência instalada de 47.934 KW. O número é aproximadamente quatro vezes maior na comparação ao mês de setembro de 2015, quando foram computadas 1.148

Podcast: Conheça o projeto que reaproveita água de uso doméstico para irrigar hortas orgânicas

    Apresentação Marcelo Ferreira Em Pernambuco, o projeto "Jucati Sustentável: Bioágua, Agroecologia e Nutrição” otimiza o uso da água, especialmente para pequenas famílias produtoras do semiárido, em que a água, em certas épocas do ano, se torna um recurso bastante escasso. Nesta entrevista ao programa Brasil Rural, das Rádios Nacional AM, Nacional da Amazônia e Nacional do Alto Solimões, a Coordenadora de Obras da Área Socioambiental da ação, Adriana Gouveia, que faz parte

Apesar de avanços, a culpabilização das mulheres nos casos de violência sexual persiste

  Por Rafael Oliveira, Rádio USP     Segundo informações disponíveis em estudo encomendado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), praticamente um terço da população brasileira concorda com a frase “a mulher que usa roupas provocativas não pode reclamar se for estuprada”. Além disso, 37% dos brasileiros concordam com a afirmação “mulheres que se dão ao respeito não são estupradas”. Ambos os resultados demonstram que, apesar dos avanços na legislação brasileira em relação

Índice da edição nº 2.618, 2016 [28/09/2016]

    O mundo com 10 bilhões de habitantes em 2053, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Agrotóxicos, histórico e novidades, Parte 2/3, artigo de Roberto Naime Cotas sociais não promovem inclusão racial, artigo de Paulo Inácio Prado Barragem de Jucazinho, maior reservatório de água do agreste pernambucano, entra em colapso Campanha Nacional em Defesa do Cerrado quer garantir preservação da água no bioma Modelo agrícola alternativo corre o risco de ser controlado pelas multinacionais 92% da população

O mundo com 10 bilhões de habitantes em 2053, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  "Se a economia crescente do descarte e do desperdício imediato dos bens continuar, iremos entregar a Terra ainda banhada em sol apenas à vida bacteriana" Nicholas Georgescu-Roegen (1969)     [EcoDebate] O mundo alcançou 1 bilhão de habitantes, aproximadamente, no ano de 1800. Duplicou para 2 bilhões em 1927. Na virada do milênio, no ano 2000, atingiu a cifra de 6 bilhões de pessoas e chegou a 7 bilhões em 2011. Relatório da

Agrotóxicos, histórico e novidades, Parte 2/3, artigo de Roberto Naime

    [EcoDebate] BORSÓI et. al. (2014) ressalta que os agrotóxicos ganharam excesso de importância e foram negligenciadas as técnicas de aplicação empregadas (CUNHA, 2008) e o impacto dos agrotóxicos na saúde direta dos agricultores, da população ao consumir os alimentos com resíduos de agrotóxicos devido à contaminação de cereais, frutas e hortaliças e da contaminação do meio ambiente, principalmente solo, água e ar (GALT, 2008; FONTENELE et al., 2010, PEDLOWSKI et

Cotas sociais não promovem inclusão racial, artigo de Paulo Inácio Prado

  No Brasil o racismo e o sexismo moldam de tal forma nossa visão de mundo que podemos cair em armadilhas até quando buscamos soluções. Uma arapuca fácil de cair é confundirmos inclusão social com inclusão racial.*A renda média de negros é de cerca de metade da renda dos brancos no Brasil[1], um país em que 75% dos presos são negros e 72% dos que têm nível superior são brancos[2]. Esses

Barragem de Jucazinho, maior reservatório de água do agreste pernambucano, entra em colapso

    O maior reservatório de água do agreste de Pernambuco entrou em colapso ontem (27). Depois de operar por dez meses com o volume morto, o nível de água na Barragem de Jucazinho, no município de Surubim, atingiu 0,01% da capacidade e, segundo a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), não oferece mais condições de captação da água para abastecimento humano. De acordo com a Compesa, a falta de chuva na região levou

Top