Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.769, de 04/02/2013

    Negação, mecanismo de defesa do ego, artigo de Montserrat Martins Pense, reflita e diga não a energia nuclear, artigo de Heitor Scalambrini Costa Homicídio é a principal causa de morte entre jovens no Brasil, por Viviane Tavares Espécies nativas e monoculturas nas Chapadas, crônica de Mayron Régis Manter as florestas tropicais pode ser essencial para a circulação atmosférica no planeta Decisão do STJ afasta temor de que Código Florestal irá

Negação, mecanismo de defesa do ego, artigo de Montserrat Martins

    [EcoDebate] Negação é um dos mecanismos inconscientes descritos por Freud como um modo de defesa do ego. Recurso da natureza humana contra sofrimentos insuportáveis, está presente na primeira fase do luto, em que negamos a morte da pessoa amada, como se ela fosse voltar para casa, como se a qualquer momento ela pudesse entrar pela porta, como se a notícia de sua morte fosse apenas um pesadelo do qual pudéssemos

Pense, reflita e diga não a energia nuclear, artigo de Heitor Scalambrini Costa

  Pense, reflita e diga não a energia nuclear, artigo de Heitor Scalambrini Costa [EcoDebate] As decisões tomadas pelos governos da França, Alemanha, Japão, Bélgica, Itália, entre outros, de reverem seus programas de instalação de novas usinas nucleares, e desativarem as existentes, são mais do que um indicativo que esta fonte de energia perdeu espaço considerável no século XXI. Por trás (e a frente) das decisões governamentais, está a pressão popular. A conscientização

Homicídio é a principal causa de morte entre jovens no Brasil, por Viviane Tavares

    Com baixa expectativa de vida, jovens negros são as principais vítimas do país. Em quase todos os países do mundo, assim como no Brasil, as principais causas de mortes entre as pessoas são doenças como as cardíacas, isquêmicas, acidentes vasculares cerebrais, câncer, diarreias e HIV. Mas, outro fator vem ganhando as primeiras posições nas últimas décadas: o da violência. Segundo dados da Vigilância de Violências e Acidentes do Sistema Único de

Espécies nativas e monoculturas nas Chapadas, crônica de Mayron Régis

    [Territórios Livres do Baixo Parnaíba] Ele passara muitos dias naquela região. Nem tinha ideia de quantos dias foram em oito anos. Como esses dias se comportavam em sua mente e em seu espirito também não sabia. De tantos dias, o ar empesteado pelas carvoarias se impusera como norma. Contrariar isso de que forma? Quem se interporia entre as áreas de Chapada e os plantios de soja e de eucalipto que

Manter as florestas tropicais pode ser essencial para a circulação atmosférica no planeta

    O que 'cria' o vento? Alguém vai dizer que as diferenças de temperatura são fundamentais. O ar quente sobe e é substituído por um ar mais fresco surgindo em baixo. Só que, talvez, a explicação encontrada em nos livros pode ser simplista. E se, em vez disso, os ventos que impulsionam a circulação atmosférica forem criados principalmente pela condensação de umidade? Muito disso ocorre sobre as florestas tropicais, com a água

Decisão do STJ afasta temor de que Código Florestal irá anistiar proprietários rurais

    O entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) afasta qualquer temor de que o novo Código Florestal pudesse anistiar proprietários rurais que desmataram áreas de preservação permamente, reserva legal ou áreas de uso restrito É a avaliação do procurador chefe nacional do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e integrante da Advocacia-Geral da União (AGU), Henrique Varejão de Andrade. "A decisão do STJ não contradiz a

Complexo Industrial Porto Açu: Empresa OSX é punida por danos ambientais em São João da Barra, RJ

    A empresa OSX foi multada em R$ 1,3 milhão por danos ambientais causados pelo processo de dragagem para a construção do Complexo Industrial Porto Açu, em São João da Barra, no Norte Fluminense, que provocou o aumento da salinidade das águas do Canal Quitingute. Além disso, terá que investir R$ 2 milhões na implementação do Parque Estadual da Lagoa do Açu e bancar, anualmente, o custo de cerca de R$ 350

Fenômenos climáticos podem ter matado 17% mais árvores na Amazônia do que o estimado, diz estudo

    A pesquisa [The steady-state mosaic of disturbance and succession across an old-growth Central Amazon forest landscape] foi publicada nesta semana no site da renomada revista "Proceedings of the National Academy of Sciences", mantida pela Academia Americana de Ciências Um estudo realizado em conjunto entre pesquisadores brasileiros e estrangeiros aponta que o número de árvores mortas na Amazônia por conta de tempestades, secas e outros fenômenos climáticos é subestimado em análises tradicionais,

Vazamento de óleo tóxico em Florianópolis põe saúde da população em risco

      O vazamento do óleo ascarel de uma estação desativada da Central Elétrica de Santa Catarina (Celesc), no bairro Tapera, em Florianópolis, está sendo considerado gravíssimo pela Federação das Entidades Ecológicas Catarinenses. Segundo o coordenador geral, Gert Shinke, as autoridades estão minimizando o problema e é fundamental que a comunidade se ocupe em exigir um monitoramento contínuo sobre toda a área afetada por pelo menos cinco anos. Gert afirma que os

Cientistas investigam impacto de plástico que se degrada nos oceanos

  Tartaruga vivendo em meio a garrafas no Havaí; plástico tem sido encontrado no estômago de animais Uma equipe da BBC que fazia um documentário no ano passado sobre vida marinha encontrou lixo plástico que viajou milhares de quilômetros pelo oceano até parar no outro lado do planeta, em uma ilha remota a noroeste do Havaí. O grupo de documentaristas e biólogos encontrou tartarugas que faziam ninhos no meio de garrafas plásticas, isqueiros

Crise Ambiental: Quando entenderemos que o tempo escasseia? artigo de Washington Novaes

    [O Estado de S.Paulo] O professor Ignacy Sachs é mestre em várias áreas do conhecimento. Nascido na Polônia, emigrado para a França, professor da École des Hautes Études en Sciences Sociales em Paris, consultor da ONU e de várias outras instituições, viveu mais de uma década no Brasil, conhece nossos problemas. Quando o autor destas linhas começou a escrever neste espaço, no final de 1997, lembrou que o professor Sachs,

Somente em janeiro, ao menos três aldeias Guarani-Kaiowá no MS sofreram ameaças de morte

    Somente em janeiro deste ano, ao menos três aldeias Guarani-Kaiowá no Mato Grosso do Sul sofreram ameaças de morte. Segundo os indígenas das comunidades Guaiviry, Takuara e Laranjeira Nhanderu, fazendeiros, jagunços ou arrendatários de propriedades que incidem sobre os territórios reivindicados pelos indígenas são os responsáveis pelos ataques, que tem como pano de fundo o contexto da luta pela terra. No último dia 30, Genito Gomes, filho da liderança Nízio Gomes,

Regiões Norte e Nordeste lideram ranking de trabalho escravo

    A maioria das vítimas é analfabeta ou possui baixa escolaridade, e no meio urbano tem origem de países como Bolívia e Paraguai. Denúncias podem ser feitas ao Ministério do Trabalho e Emprego e à Comissão Pastoral da Terra. Apresentação de Juliana Maya, da Radioagência Nacional / EBC   EcoDebate, 04/02/2013 [ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao Ecodebate e, se for

Top