Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.635, de 16/07/2012

  Os fractais e a compreensão da natureza, artigo de Roberto Naime Por que perdemos? crônica de Paulo Sanda 'O Gigante Gentil', artigo de Mayron Régis França se recusa a receber concentrado de urânio e carga retorna a Caetité, BA Em carta, o MAB diz que governo Federal desrespeita os direitos dos atingidos por barragens [Áudio] Ambientalistas e ruralistas divergem sobre a medida provisória do Código Florestal Estação Ecológica da Jureia-Itatins: Caiçaras

Os fractais e a compreensão da natureza, artigo de Roberto Naime

  Figura 1: A poeira de Cantor em uma visão tridimensional (Fonte: http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/7/78/Cantors_cube.jpg ) [EcoDebate] Princípios de comprovação real na biologia ou na geologia, e que interagem entre si e dificultam interpretações lineares, podem ser citados: as propriedades emergentes, a lei dos mínimos de Liebig, as transições de contato entre rochas, que podem ser muito bruscas ou muito suavemente gradacionais e outros. Partindo quase de “charadas” matemáticas, o cientista Benoit Mandelbrot começou a

Por que perdemos? crônica de Paulo Sanda

  [EcoDebate] E o “seu” Sebastião nos contava, de sua época de CEBs(comunidades esclesiais de base). Ainda na época de ditadura militar. - Vixe, queriam construir uma usina no vale do ribeira, que ia acabar com um monte de aldeias e quilombos, ia se uma disgracera só. Mas a gente se uniu e protestou, enfrentamos as baionetas e tudo. A gente fazia reunião, vigília, ninguém arredava o pé. E conseguimos impedir aquele

‘O Gigante Gentil’, artigo de Mayron Régis

  Bacuri [Territórios Livres do Baixo Parnaíba] De uma hora para outra surgiram formigas na horta do Vicente, o "Gigante Gentil" da comunidade de Carrancas, município de Buriti de Inácia Vaz. Elas permaneciam próximas às margens do rio Preto. Ele não sabia responder o porquê dessa erupção de formigas. Vicente não se dava conta, mas pagava um preço pelo desmatamento de uma área vizinha a sua para que um “gaúcho” plantasse soja.

França se recusa a receber concentrado de urânio e carga retorna a Caetité, BA

  [Por Zoraide Vilasboas] A Comissão Paroquial de Meio Ambiente de Caetité e outras entidades estão reunidas agora a noite, avaliando a nova confusão criada pela Indústrias Nucleares do Brasil (INB) que acaba de protagonizar mais uma trapalhada. Doze contêineres contendo concentrado de urânio que saíram, ontem, para o Porto de Salvador, ficou na Policia Militar em Feira de Santana e hoje tomou o caminho de volta para Caetité. Segundo oficio do

Em carta, o MAB diz que governo Federal desrespeita os direitos dos atingidos por barragens

  Em carta, o Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) denuncia o retrocesso na regulamentação do decreto que estabelece o cadastramento dos atingidos por barragens. O Governo cedeu às pressões das corporações transnacionais do setor elétrico e regulamentou um texto que desrespeita os direitos dos atingidos Leia o posicionamento do MAB e entenda o que está em jogo: A Portaria Interministerial nº 340 de 1º de junho de 2012, publicada no Diário Oficial da União

[Áudio] Ambientalistas e ruralistas divergem sobre a medida provisória do Código Florestal

  O coordenador do Instituto Socioambiental, Raul do Valle, alerta sobre a insegurança jurídica do Código Florestal. Segundo ele, a cada votação a legislação está mais confusa. Na avaliação do deputado Moreira Mendes, do PSD de Roraima, o texto melhorou e deve ser aprovado na Câmara sem grandes modificações. As discussões sobre a MP só serão retomadas depois do recesso parlamentar Apresentação de Amanda Morais, da Radioagência Nacional / ABr EcoDebate, 16/07/2012 [ O

Estação Ecológica da Jureia-Itatins: Caiçaras tentam evitar despejo no litoral sul de São Paulo

  Estação Ecológica da Jureia-Itatins - Rio Una do Prelado - foto: Adriana Mattoso Os moradores da Estação Ecológica da Jureia-Itatins, no sul de São Paulo, começaram a receber as citações para se defenderem no processo de despejo, depois que se esgotou o prazo estipulado pela Justiça no começo de julho. As famílias, grande parte caiçaras, são alvo de uma ação movida pelo Ministério Público que obriga o governo estadual a retirar

MPF e Polícia Federal deflagram operação para coibir garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami

  Garimpo ilegal desativado pelo Ibama. Foto de arquivo Até agora foram cumpridos 26 mandados de prisão e cinco aeronaves apreendidas O Ministério Público Federal em Roraima e a Polícia Federal deflagaram a operação Xawara com o objetivo de reprimir o garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami. Foram expedidos 33 mandados de prisão, dos quais 26 foram cumpridos até o final da tarde de hoje. Além das prisões, foram expedidos 10 mandados de

PF e Ministério Público divergem sobre danos ambientais de vazamento da Chevron

  Foto da AFP, na BBC Brasil As conclusões sobre os danos provocados pelo vazamento de óleo da Chevron, ocorrido no Campo de Frade, na Bacia de Campos, em novembro do ano passado, colocaram a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público em lados opostos. Peritos da PF e o procurador da República que atua no caso, Eduardo Santos de Oliveira, discordam sobre as consequências do vazamento. Um relatório de peritos da Polícia

Sistema combina dupla filtração, oxidação e adsorção para remover cianotoxinas que contaminam água

  Combinação de dupla filtração, oxidação e adsorção retira toxinas não removidas por processos convencionais O abastecimento de água vem sendo afetado pela eutrofização, processo em que a ocupação das áreas de mananciais gera resíduos líquidos e sólidos que são fontes de nutrientes para cianobactérias produtoras de toxinas que iniviabilizam o uso para consumo humano. Para enfrentar esse problema, pesquisa da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP desenvolveu e

Espécies condenadas à extinção: A ‘fatura’ da degradação ambiental na Amazônia

  A FATURA DA DEGRADAÇÃO NA AMAZÔNIA - Pesquisadores britânicos desenvolvem fórmula para calcular os estragos da degradação ambiental na Amazônia. Pelo método, 80% das espécies prejudicadas em áreas depredadas ainda vão desaparecer Ainda é possível salvar as espécies em extinção? Segundo pesquisadores britânicos e brasileiros, mesmo em regiões onde o desmatamento foi cruel, a resposta é sim. Em dois artigos publicados na edição de hoje da revista científica Science, especialistas do

Top