Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.394, de 01/08/2011

Classificação de Resíduos, segundo a NBR 10.004, artigo de Roberto Naime O teto da dívida e os problemas ambientais dos Estados Unidos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Metais tóxicos e suas conseqüências para a saúde humana, artigo de Frederico Lobo Por adiamento e solução justa: Nota da CPT sobre os despejos de sem teto e sem terra em Itabira e Uberlândia MG Perseverança no Bem, artigo de Bruno Peron

Classificação de Resíduos, segundo a NBR 10.004, artigo de Roberto Naime

[EcoDebate] Para resolver a questão de classificação dos resíduos, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) elaborou e vinculou a NBR 10.004 as seguintes normas e procedimentos: NBR 10.005 – Lixiviação de resíduos – Procedimento; NBR 10.006 – Solubilização de resíduos – Procedimento; NBR 10.007 – Amostragem de resíduos – Procedimento. A partir deste conjunto de regramentos e definições, os resíduos sólidos são classificados e enquadrados em uma das seguintes classes: I.Resíduos Classe I –

O teto da dívida e os problemas ambientais dos Estados Unidos, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Os Estados Unidos da América (EUA) possuem a maior dívida pública (cerca de US$ 14,3 trilhões) e a maior dívida externa do mundo, pois grande parte dos trilhões de dólares da dívida está em mãos de pessoas, empresas ou governos estrangeiros. A dívida chegou a este ponto porque os EUA são o país que emitem a moeda de circulação internacional e usaram e abusaram desta prerrogativa para manter um

Metais tóxicos e suas conseqüências para a saúde humana, artigo de Frederico Lobo

[EcoDebate] Médicos que atuam na prática ortomolecular são sinônimo de: "Buscadores de metais tóxicos". Talvez porque uma das nossas habilidades seja justamente essa: a de pesquisar metais tóxicos através do exame do cabelo (mineralograma capilar, para ler mais sobre o exame clique aqui). Mas afinal, o que são esses metais? Por que são tóxicos? Quais os principais metais tóxicos e suas conseqüências para a saúde humana? Bem,

Por adiamento e solução justa: Nota da CPT sobre os despejos de sem teto e sem terra em Itabira e Uberlândia MG

NOTA DA CPT/MG sobre despejos em Itabira e Uberlândia, MG. Pelo adiamento dos despejos e por uma solução digna para as 3.300 famílias ameaçadas de despejo em Itabira e em Uberlândia. “Ai dos que acumulam casa a casa, dos que acrescentam campo a campo até que não haja mais espaço disponível – para os pobres -, até serem os poderosos únicos moradores da terra.” (Isaías 5,8). Cumprindo ordens do Governador Anastasia e do

Perseverança no Bem, artigo de Bruno Peron

[EcoDebate] A maioria das pessoas não sabe por que é refratária a certas ideias e ações. Ou por que se aferra a alguns preconceitos com tanta facilidade sem saber do que se trata. A amplidão do pensamento, tenho insistido, é muito maior do que se imagina porque envolve as forças energéticas do mundo invisível. Por isso o desejo do bem antes mesmo de fazê-lo já é uma expressão de benevolência; mais

A floresta amazônica não é ilimitada e o tempo para reverter as ações predatórias é cada vez mais curto

Alerta sobre uma área estratégica - O alerta está no final do livro, e tem uma importância que justifica a sua inclusão entre as principais preocupações da agenda do País: “Contrariamente às opiniões seculares, o espaço amazônico não é ilimitado e o tempo torna-se cada vez mais curto para as decisões que modifiquem o estado atual das dinâmicas predatórias. É preciso fazer da Amazônia um território estratégico. As decisões não

Ibama multa empresa que transportou ilegalmente lodo de esgoto da Europa para o Porto de Santos

Carga de lodo de esgoto vinda do Porto de Antuérpia, na Bélgica, com destino à Argentina foi desembarcada ilegalmente no Porto de Santos, em São Paulo. O navio, em trânsito pelo Brasil, optou por descarregar a carga que causava mau cheiro a bordo. A Receita Federal, ao receber pedido para destinação da carga em território nacional, solicitou ao Ibama que verificasse o contêiner que o terminal portuário Santos Brasil recepcionou para

Por uma agricultura sem agrotóxicos: ‘O veneno está na mesa’, entrevista com Silvio Tendler

Documentário de Silvio Tendler denuncia os altos níveis de agrotóxicos usados no país e os riscos dessa utilização para a saúde humana e ambiental. Em entrevista exclusiva, diretor convida a construir uma agricultura sem agrotóxicos. No último dia 25 de julho, foi lançado no Rio de Janeiro o documentário "O Veneno está na Mesa", de Silvio Tendler. Em cerca de 60 minutos, o filme mostra como o país facilita

Crise de abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo é um problema ecológico e social

Problema na represa Guarapiranga não é apenas ecológico, mas também social - Pesquisa mostra que moradores da região da Guarapiranga não são os principais responsáveis pelo problema A crise de abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo não é um problema apenas ecológico, mas social. É o que diz estudo de Frederico Bertolotti, defendido em fevereiro de 2011 como dissertação de mestrado na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências

MTE atualiza Cadastro de Empregadores com 251 infratores autuados por exploração do trabalho escravo

Documento traz 251 infratores flagrados explorando trabalhadores em situação análoga à de escravo. Foram incluídos 48 empregadores e 15 tiveram o nome retirado do documento O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) atualizou o Cadastro de Empregadores que foram flagrados submetendo trabalhadores na condição análoga à de escravo. A partir desta atualização, ocorrida nesta quinta-feira (28), o documento passa a conter 251 infratores, entre pessoas físicas e jurídicas. Foram incluídos 48

Massacre ‘silencioso’: Desde 2007 são 30 mil pessoas assassinadas e 20 mil desaparecidas no Rio de Janeiro

Parentes e amigos de mortos e desaparecidos no Rio fazem manifestação em Copacabana A orla de Copacabana foi o local escolhido por centenas de manifestantes para protestar contra o assassinato de 30 mil pessoas desde 2007 e o desaparecimento de 20 mil no Rio de Janeiro. Com roupas pretas e máscaras com rostos de desaparecidos e vítimas da violência, o grupo fez uma marcha do início ao fim do calçadão e

Top