Índice da edição de 23/02/2010

Transposição e Belo Monte artigo Roberto Malvezzi (Gogó) Superando Malthus: o bem-estar populacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Medicina: Ciência-Arte-Negócio? artigo de Américo Canhoto Resistir e Impedir a Construção de Belo Monte Ricardo Machado O trabalho na terra do carnaval, artigo de Bruno Peron Canasvieiras: Morte Anunciada, artigo de James Pizarro Carta Aberta à População Brasileira: IBAMA 21 anos Pesquisadores da Farmanguinhos/Fiocruz apostam em fármacos baseados em produtos naturais contra a tuberculose Fechem o Ibama! O aval

Transposição e Belo Monte artigo Roberto Malvezzi (Gogó)

[EcoDebate] Vamos acompanhando as notícias de Belo Monte, particularmente a partir de suas vítimas e de todos que se opõem a obra. É perfeitamente possível entender e sentir a indignação dessas pessoas e povos. Nós temos aqui no São Francisco, na carne, o que significa a imposição de uma obra, contrariando toda legislação, todo parecer técnico, todo bom senso, todo respeito pelos direitos dos povos que ainda habitam essa terra. Desde

Superando Malthus: o bem-estar populacional, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

[EcoDebate] Thomas Robert Malthus (1766-1834) foi um escritor, pastor da igreja anglicana e economista inglês conservador que defendia os privilégios dos latifundiários do seu tempo e atuava contra os interesses da nascente burguesia industrial, sendo especialmente contra a melhoria do bem-estar dos camponeses e do proletariado. Malthus defendia a manutenção da “renda da terra” dos proprietários rurais visando maximizar suas receitas. Por isto foi contra o livre comércio de alimentos

Medicina: Ciência-Arte-Negócio? artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] “Estou desanimado! – Não sei o que fazer! – Eu já fui a muitos médicos e, cada um diz uma coisa a respeito do meu problema!”. Volta e meia, sou questionado no consultório a respeito da “ineficácia” da atual medicina tecnológica e da falta de vocação para o “sacerdócio” da profissão. Desde que me conheço por gente; durante o curso de formação médica; e hoje, mais ainda; eu sempre me questionei: Porque

Resistir e Impedir a Construção de Belo Monte Ricardo Machado

“Hoje, para quem quiser se engajar, não é mais possível ser só ambientalista, ou só militante de causas sociais, políticas, culturais. É preciso se engajar em tudo, ser militante da civilização." Marina Silva. [EcoDebate] Em seu primeiro discurso como presidente eleito, em 2003, Lula declarou que seu governo seria "um guardião da Amazônia e da sua biodiversidade" e que seu programa de desenvolvimento, em especial para a região, seria "marcado pela

O trabalho na terra do carnaval, artigo de Bruno Peron

[EcoDebate] Os conceitos de trabalho e emprego confundem-se no Brasil. O primeiro tem para todos desde que haja vontade de fazer e dedicação para continuar, enquanto o segundo depende das decisões governamentais, do modelo de desenvolvimento do país e das instabilidades das economias internacionalizadas. Já vi pessoas com anúncios escritos a mão em cartazes pendurados no pescoço oferecendo serviços na rua num desejo explícito de trabalhar, enquanto outras esperaram meses ou anos

Canasvieiras: Morte Anunciada, artigo de James Pizarro

[EcoDebate] Areia cheia de bitucas de cigarro. Papéis. Embalagens plásticas. Palitos de madeira dos queijinhos assados e picolés. Latas de cerveja. Sabugos de milho. E não se diga que não existem lixeiras. Porque elas existem de trinta em trinta metros. E os garis, em dupla, rastelam a praia bem cedo. Mas o povo não colabora. Banheiros públicos não existem ao longo de toda a praia. Trinta ou quarenta mil pessoas urinando e

Carta Aberta à População Brasileira: IBAMA 21 anos

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, criado em 22 de fevereiro de 1989, com o objetivo de integrar e agilizar o gerenciamento, a formulação, a coordenação e a execução da Política Nacional do Meio Ambiente, acumulou em curto intervalo de tempo, importantes avanços e consolidou-se como uma Instituição forte, reconhecida pela sociedade brasileira e pela comunidade internacional, como principal Órgão de defesa do

Pesquisadores da Farmanguinhos/Fiocruz apostam em fármacos baseados em produtos naturais contra a tuberculose

Tísica, vampirismo, doença-ruim, moléstia-magra, mal-do-peito, capitã de todas as mortes: estes são alguns dos nomes que foram dados à tuberculose, doença que assombrou o mundo entre os séculos 18 e 19, quando matou cerca de um bilhão de pessoas. Nas últimas décadas, com o avanço da Aids e o surgimento de cepas de bactérias resistentes a antibióticos, a tuberculose voltou a chamar atenção como problema de saúde pública mundial. Para

Fechem o Ibama! O aval a Belo Monte significa a implosão do sistema de licenciamento ambiental brasileiro, artigo de Carlos Tautz

[Correio da Cidadania] Lula deveria fechar o Ibama. Afinal, de que adianta o Instituto manter as aparências e formalidades de órgão regulador se sete de seus analistas afirmam que não tiveram tempo de analisar adequadamente o pedido de licenciamento para construção da hidrelétrica de Belo Monte (rio Xingu, no Pará)? Emitida após ampla e pública pressão do governo, a licença significa a implosão do sistema de licenciamento ambiental brasileiro, que já

Saúde é direito, e não simples mercadoria, artigo de Dirceu Raposo de Mello e Gustavo Henrique Trindade da Silva

[Folha de S.Paulo] As novas regras para farmácias e drogarias aprovadas em agosto de 2009 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que entraram em vigor nesta semana reacendem um antigo debate na sociedade brasileira: saúde é direito ou simples mercadoria? De acordo com o regulamento, as farmácias e drogarias terão que cumprir novas regras sanitárias. Alguns medicamentos isentos de prescrição, que apresentam maior risco e necessitam de maior cuidado

Os subsídios agrícolas agravam a fome, artigo de Alberto Tamer

...uma vaca na Suíça recebe US$ 3 de subsídio por dia, três vezes mais do que ganha em média um trabalhador rural africano - isso quando encontra emprego, o que é raro... [O Estado de S.Paulo] A fome atinge 1 bilhão de pessoas, mas não há crise alimentar no mundo. No ano da grande fome nos países subdesenvolvidos, em 2008, a safra mundial de grãos foi a maior da história. Teria

Top