Índice da edição de 14/07/2007

O nó da Terra, artigo de Ermínia Maricato Grupo José Pessoa é excluído do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo expansão das lavouras de cana-de-açúcar x produção de alimentos: A receita do equilíbrio etanol de celulose: Palha e bagaço na linha de produção agricultura familiar: Assistência técnica, títulos de propriedade, preço dos insumos e garantias exigidas travam a produtividade Para ministro, apoio do governo à agricultura familiar pode aumentar a produção de alimentos e

Grupo José Pessoa é excluído do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo

O Comitê de Monitoramento do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo comunicou, do dia 11/07, que cinco empresas do grupo José Pessoa foram excluídas, em caráter definitivo, da lista de signatários do pacto. Trata-se da primeira ocorrência de exclusão de empresas. De acordo com nota pública divulgada pelo comitê, em dois momentos distintos operações de fiscalização do governo federal encontraram situações análogas à escravidão em áreas de responsabilidade das empresas

expansão das lavouras de cana-de-açúcar x produção de alimentos: A receita do equilíbrio

A expansão das lavouras de cana-de-açúcar para atender à crescente demanda pelo etanol ainda não ameaça a produção de alimentos, mas a situação poderá se alterar caso o Brasil não adote uma política agrícola eficiente e de longo prazo. A análise é do reitor da Unicamp, José Tadeu Jorge, que no próximo dia 17 abordará o tema “Produção de Alimentos x Produção de Biocombustíveis”, em conferência que integra a programação

etanol de celulose: Palha e bagaço na linha de produção

Carlos Rossel, pesquisador da FEQ e do Nipe: tecnologia promete revolucionar a produção de etanol (Fotos: Antoninho Perri) Depois de duas décadas ajustando e consolidando o modelo de usina que tem a sacarose da cana como matéria-prima na produção de açúcar e etanol, o Brasil vive a transição para uma outra unidade, que pode ser vista como uma fábrica de biocombustíveis. A matéria-prima usada nesta fábrica será a biomassa – material

agricultura familiar: Assistência técnica, títulos de propriedade, preço dos insumos e garantias exigidas travam a produtividade

Para agricultura familiar, pacote de crédito é pouco O governo reforçou a agricultura familiar como arma no combate à inflação, mas a elevação do custo de produção ameaça o "choque de produtividade" prometido pelo presidente Lula. O aumento do crédito não acompanhou a alta vertiginosa dos fertilizantes, transportes e da energia e a pressão sobre os preços dos alimentos não deve ser aliviada no curto prazo por esse caminho. Por Adriana

Para ministro, apoio do governo à agricultura familiar pode aumentar a produção de alimentos e ajudar a combater inflação

"Setor está longe da produtividade". Em meio ao processo de alta de preços dos alimentos, o ministro do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel, mobilizou rapidamente o discurso de combate à inflação em favor da agricultura familiar. Com base em dados compilados por sua assessoria econômica, o ministro levou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva um estudo que aponta a agricultura familiar como responsável pela produção de dois terços dos produtos

Central nuclear de Cofrentes, na Espanha, entrou em alerta de segurança pela abertura indevida de uma válvula

A central nuclear reduziu a potência do reator para evitar um vazamento e este é o terceiro incidente na central nas últimas semanas. A central nuclear, na localidade valenciana de Confrentes, declarou o alerta de emergência durante uma hora e meia, em razão da abertura indevida de uma válvula do circuito primário. O Conselho de Segurança Nuclear (CSN) informou que não ocorreram impactos sobre os trabalhadores ou o meio ambiente. Por

Tijuco Alto: Hidrelétrica faz 20 anos sem nunca ter gerado energia

Projeto da usina afunda em questionamentos ambientais depois de já ter sido visto e revisto inúmeras vezes SÃO PAULO - A Hidrelétrica de Tijuco Alto, no Vale do Ribeira (SP e PR), vai completar 20 anos em setembro sem nunca ter produzido um único megawatt (MW). Afundado em questionamentos ambientais, o projeto da usina, concedida em 1988, por meio de decreto, à Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), do Grupo Votorantim, já

O preço do índio, artigo de Rogério Grassetto Teixeira da Cunha

[Correio da Cidadania] Você sabia que o preço do índio subiu mais de 1500% em pouco mais de três anos, valendo mais de mil dólares o quilo em agosto de 2006? Refiro-me aqui ao elemento químico índio. Isto vem ocorrendo devido à exploração e uso cada vez mais intensos e à diminuição dos estoques, tal como tem acontecido com um sem-número de outros minerais. O problema é que extraímos recursos

Falta energia ou falta visão? artigo de Washington Novaes

“A quantidade de água armazenada em reservatórios ou barragens já é, no mínimo, três vezes maior que a contida nos rios” [O Estado de S.Paulo] O tema das barragens e usinas hidrelétricas volta a ocupar espaço abundante no noticiário, por muitas razões: 1) Por ser essa uma fonte renovável e menos poluente de energia, num momento de crise, e que abre a possibilidade de reduzir, com seu uso, as emissões de

Programa da ONU subsidia emissão de gases poluentes, diz jornal

Um programa das Nações Unidas destinado a combater a mudança climática concedeu subsídios para a construção de centrais elétricas na Índia e na China que emitem gases responsáveis pelo aquecimento global. A informação foi publicada nesta sexta-feira pelo "The Wall Street Journal". O jornal afirma que o programa outorgou ajudas a 13 centrais de gás natural, e estuda fazê-lo também com outras que consomem carvão mineral que, assim como o petróleo,

Top