OIT: mais da metade das mulheres trabalhadoras tem empregos vulneráveis. Taxa de desemprego feminina é maior que a masculina

A diarista Maria Luzinete de Souza trabalha de segunda a sábado, em seis casas diferentes. Embora não tenha os benefícios de quem trabalha com carteira assinada, ela optou por trabalhar como autônoma por acreditar que a renda seja maior do que em um emprego fixo. Mesmo assim, a diarista gostaria de ter uma colocação formal no mercado de trabalho. Matéria de Sabrina Craide, repórter da Agência Brasil, publicada pelo EcoDebate,

III Fórum das Hidrelétricas – Sociedade e governos terão oportunidade para debater o caso da UHE Pai Querê

No dia 13 de março, às 8h30min, a coordenadora de projetos do Núcleo Amigos da Terra/Brasil, Elisangela Soldatelli, fará a abertura do III Fórum sobre o impacto das hidrelétricas no RS – O caso da UHE de Pai Querê. Ela vai contextualizar o projeto vigente no âmbito dos empreendimentos planejados para bacia do rio Uruguai, destacando os problemas sociais e ambientais decorrentes da construção das usinas de Barra Grande e

UHE Pai Querê: Tiro de misericórdia

Com a bandeira do progresso nas mãos, o presidente Lula já anunciou por aí que seu Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) vai fazer emergir dos rios brasileiros mais de 60 novas usinas hidrelétricas. Algumas delas têm lugar cativo no Sul do país, na bacia do Rio Uruguai. Debaixo de protestos que remetem ao episódio fraudulento de Barra Grande, o projeto hidrelétrico de Pai Querê aguarda sua vez para receber

A Volta do Regime Militar ao Riacho Grande

Repassamos a nota em anexo sobre o despejo ocorrido no dia de ontem, 6/03/08, na comunidade de Riacho Grande, município de Casa Nova/Ba. A nota é assinada pelas seguintes entidades: União das Associações de Casa Nova, Comissão Pastoral da Terra. Instituto Regional da Pequena Agropecuária Adaptada ( IRPAA), APLB; STR de Casa Nova, Paróquia de Casa Nova; Paróquia de Sobradinho; SINTAGRO; ASA REGIONAL e Vereador Pedro Costa.

Alta da soja põe em xeque pacto na Amazônia

O aquecimento do mercado internacional de soja pode levar as grandes tradings do setor a rediscutir alguns tópicos da moratória que proíbe a compra de grãos de áreas da Amazônia. A guinada na demanda pela commodity, que tem provocado recordes sucessivos nos preços, já levanta questionamentos sobre algumas "amarras" do acordo. Por César Felício e Bettina Barros, Valor Online, 07/03/2008. 341

Cientistas vêem ligação entre seca e aquecimento

Fenômeno que atingiu a Amazônia em 2005 teria sido intensificado - Um estudo realizado por cientistas brasileiros indica que o aquecimento global pode ter piorado a seca que atingiu a Amazônia Ocidental em outubro de 2005, uma das mais severas já registradas na região. Na época, rios caudalosos, como o Solimões, secaram a ponto de a navegação ser interrompida. Por Cristina Amorim, O Estado de S.Paulo, 07/03/2008. 340

Comissão do Senado quer investigar conflito entre camponeses e militares no Rio Grande do Sul

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado deve realizar uma audiência pública para discutir o confronto que ocorreu no Rio Grande do Sul na última terça-feira (4) entre mulheres que faziam manifestação contra a compra de terras pela empresa Stora Enzo e a Brigada Militar do estado. Matéria de Ana Luiza Zenker, da Agência Brasil, publicada pelo Ecodebate, 08/03/2008. 339

Plano para controle do desmatamento emperra

Levantamento do Greenpeace mostra que mais de dois terços das 32 ações previstas pelo governo, há quatro anos, não saíram do papel - Quem acompanha a recente discussão sobre o desmatamento na Amazônia pode não lembrar, mas o governo federal - na figura de 11 ministérios - desenhou um complexo plano para controlar o problema há quatro anos. Só que ele pouco caminhou desde seu lançamento, indica uma análise feita

ONU prevê mais fome e distúrbios devido a preço de alimentos

BRUXELAS, Bélgica (Reuters) - Os aumentos recorde do preço dos alimentos e a inflação decorrente disso devem continuar até ao menos 2010, alimentando uma "nova fome" em todo o mundo e conflitos nas ruas de países mais pobres, afirmou uma autoridade da Organização das Nações Unidas (ONU). Matéria de Darren Ennis, da Agência Reuters, publicada pelo UOL Notícias, 06/03/2008 - 14h01. 337

Top