Portal EcoDebate: Índice da edição nº 2.160, de 24/09/2014

    O colapso das sociedades complexas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Secou a nascente histórica do São Francisco, por Roberto Malvezzi (Gogó) Declaração de Nova York firma compromissos de reduzir o desmatamento, mas Brasil não assina carta Cúpula do Clima termina com compromissos, mas poucos resultados concretos Fundo Verde para o Clima será destinado a programas de baixo carbono dos países em desenvolvimento Força-tarefa internacional fará diagnóstico sobre polinização no

O colapso das sociedades complexas, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    [EcoDebate] O livro "The Collapse of Complex Societies" (Colapso das sociedades complexas), de Joseph Tainter, descreve o processo de ascensão e queda das civilizações e mostra que os colapsos ocorrem quando os custos da complexidade superam os benefícios. O livro demonstra que o colapso das sociedades ocorre baseado em quatro axiomas: 1) Sociedades humanas são organizações voltadas para a solução de problemas; 2) sistemas sociopolíticos necessitam de energia para a sua manutenção; 3)

Secou a nascente histórica do São Francisco, por Roberto Malvezzi (Gogó)

  [EcoDebate] Como num funeral, ontem – 23/09/2014 - é um dia de luto histórico para o rio São Francisco e seu povo. Segundo o diretor do Parque Nacional da Serra da Canastra sua nascente histórica secou (G1).     Como dizia Shakespeare pela boca de Macbeth: Amanhã, e amanhã, e ainda outro amanhã arrastam-se nessa passada trivial do dia para a noite, da noite para o dia, até a última sílaba do registro dos

Declaração de Nova York firma compromissos de reduzir o desmatamento, mas Brasil não assina carta

    A Cúpula do Clima terminou com o compromisso assumido por 150 países e organizações, entre os quais 28 Estados-Membros, 35 empresas, 16 grupos indígenas e 45 grupos da sociedade civil, de reduzir o desmatamento pela metade, até 2020, e zerá-lo totalmente até 2030. O Brasil, contudo, não assinou a Declaração de Nova York durante a reunião. A informação foi confirmada pelo Ministério das Relações Exteriores, o Itamaraty. Segundo o órgão, o

Cúpula do Clima termina com compromissos, mas poucos resultados concretos

    Os líderes mundiais se comprometeram nesta terça-feira em Nova York a aumentar os esforços para conter a "crescente" ameaça do aquecimento global, em uma cúpula organizada pela ONU sobre o clima com poucos resultados concretos. Por Por Mariano Andrade, da AFP, no Yahoo Notícias. "Há uma questão que marcará este século de modo mais espetacular do que em todos os outros: trata-se da ameaça urgente e crescente das mudanças climáticas", disse

Fundo Verde para o Clima será destinado a programas de baixo carbono dos países em desenvolvimento

    Durante a Cúpula do Clima, nesta terça-feira (23), governos, investidores e instituições financeiras se comprometeram a mobilizar 200 bilhões de dólares até o final de 2015 para o “Fundo Verde para o Clima”, destinado a ajudar os programas de baixo carbono dos países em desenvolvimento. O acordo deve dar um impulso significativo para a meta da ONU de obter 100 bilhões de dólares por ano até 2020. “Isso vai servir como

Força-tarefa internacional fará diagnóstico sobre polinização no mundo

  Primeira avaliação da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos será sobre polinizadores, polinização e produção de alimentos. Trabalho é coordenado por pesquisador inglês e por brasileira.     Um grupo de 75 pesquisadores de diversos países-membros da Plataforma Intergovernamental de Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES, na sigla em inglês), que reúne 119 nações de todas as regiões do mundo, fará uma avaliação global sobre polinizadores, polinização e produção de alimentos. O escopo do

Projeto de Lei prevê desapropriação para reordenamento do solo urbano

    Tramita na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) projeto de lei que autoriza a desapropriação por utilidade pública para reparcelamento do solo urbano e, assim, viabilizar seu adequado aproveitamento (PLS 504/2013). A proposta do ex-senador Wilder Morais (DEM-GO) tem como objetivo facilitar a renovação da paisagem urbana das grandes cidades, cujas áreas centrais, dotadas de toda a infraestrutura, estão perdendo população. O projeto também visa favorecer o adensamento das áreas com

Desperdício global de alimentos representa perdas de quase dois bilhões de euros

    A perda e o desperdício de alimentos é a redução, ao longo de toda a cadeia alimentar (desde a produção até o consumo) e devido a qualquer causa, da quantidade de alimentos que em princípio estava prevista para ser destinada ao consumo humano. Estas perdas chegam a 1,3 milhão de toneladas métricas ao ano. A reportagem está publicada no sítio Derecho a la Alimentación, 22-09-2014. A tradução é de André Langer. A

Brasileiros gastam cada vez mais com ensino fundamental

  Conclusão de tese do IE contraria interpretação mais simples dos dados demográficos   A despeito do envelhecimento da população e da queda na taxa de fecundidade, os brasileiros passaram, na década iniciada em 2000, a gastar cada vez mais dinheiro nos primeiros estágios da educação – ensino fundamental e médio – e cada vez menos no ensino superior, revela análise apresentada na tese de doutorado “Estruturas familiares e padrão de gastos em

Renúncia fiscal destinada a custear o horário eleitoral custará R$ 839 milhões aos contribuintes

    Divulgada sem custos para partidos e políticos que disputam uma eleição, a chamada propaganda eleitoral gratuita custa milhões de reais aos bolsos dos contribuintes. Só este ano, a estimativa da Receita Federal é que a União deixe de arrecadar R$ 839.5 milhões em impostos com as inserções veiculadas entre 19 de agosto e 24 de outubro. A quantia será descontada do total de tributos pagos pelas empresas de rádio e TV

Top