Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.952, de 31/10/2013

    Quatro mil anos para restaurar a unidade da Mata Atlântica, artigo de Efraim Rodrigues Mandacaru vai de encontro a simbolismo verbal e mostra que pode sim dá sombra e encosto, por Gervásio Lima Agricultores do Semiárido garantem fertilidade do solo com manejo ecológico Cartilha mostra importância do quintal para o sustento das famílias do Semiárido Campanha mostra efeitos de agrotóxicos em abelhas e alerta população para seu desaparecimento em larga

Quatro mil anos para restaurar a unidade da Mata Atlântica, artigo de Efraim Rodrigues

    [EcoDebate] Quando você ouve falar em Mata Atlântica, pensa logo na proximidade com o Oceano, mas nem imagina os efeitos que este Oceano pode ter 500 km para o interior, em Londrina, ou até mais longe. A umidade quente que vem do litoral influencia a Floresta Atlântica daqui em sua diversidade e tamanho. A coisa não é simples como a raiz das árvores penetrando as entranhas da terra roxa. As raízes

Mandacaru vai de encontro a simbolismo verbal e mostra que pode sim dá sombra e encosto, por Gervásio Lima

  Mandacaru quando flora lá na seca, é o sinal que a chuva chega no sertão ...     [EcoDebate] Um pé de mandacaru situado em uma pequena propriedade localizada no povoado de Quebra-Côco, próximo ao município de Caém, há anos vem chamando a atenção dos moradores e de visitantes e já está sendo considerado patrimônio cultural e atração turística da localidade. A robustez da árvore e sua altura vão de encontro à média

Agricultores do Semiárido garantem fertilidade do solo com manejo ecológico

  Seu Louro conta sua experiência para o grupo de agricultoras/es visitantes. | Foto: Verônica Pragana/Arquivo Asacom   Campina Grande (PB) - Experiências de manejo agroecológico promovidas por famílias paraibanas das regiões da Borborema, do Cariri e do Curimataú foram apresentadas ontem (30) aos cerca de 300 participantes do 3º Encontro Nacional de Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Semiárido. O manejo consiste no plantio consorciado de árvores frutíferas, grãos, tubérculos, plantas medicinais, espécies forrageiras

Cartilha mostra importância do quintal para o sustento das famílias do Semiárido

  3º Encontro Nacional de Agricultoras e Agricultores Experimentadores do Semiárido. Foto: AS-PTA – Agricultura Familiar e Agroecologia   O espaço ao redor da casa tem se tornado cada vez mais um local de auxílio no sustento e na garantia da segurança alimentar para as famílias do Semiárido brasileiro. A importância dos quintais como lugares de produção foi tema de uma publicação lançada ontem (30) no 3º Encontro Nacional de Agricultores e Agricultoras

Campanha mostra efeitos de agrotóxicos em abelhas e alerta população para seu desaparecimento em larga escala

  Estudos mostram que uso de agrotóxicos reduz populações de abelhas   Reduzir o uso de pesticidas tóxicos que causam o desaparecimento de abelhas em larga escala é um dos objetivos da campanha coordenada pelo professor Lionel Segui Gonçalves, do Departamento de Biologia da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP. Atualmente aposentado da FFCLRP, o professor preside o Centro Tecnológico de Apicultura e Meliponicultura do Rio Grande

Mapeamento constata ameaça a biomas em unidades de conservação

  Grupo de pesquisa do IG aponta elevado estágio de fragilidade ambiental na Serra da Canastra e na APA Fernão Dias O geógrafo Marcos César Ferreira e seus orientados Danilo e Cassiano apontam, nos mapas, as áreas em tom de vermelho de duas relevantes unidades de conservação do Cerrado e da Mata Atlântica brasileira. Quanto mais avermelhadas as áreas mapeadas, maior a suscetibilidade a fragilidades ambientais, explicam. Eles também mostram fotografias produzidas

Ativistas que se opõem a projetos de desenvolvimento são criminalizados, alerta relatora da ONU

  Cerca de 150 índios mundurukus, vindos do Pará, se reuniram em junho de 2013 na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, em protesto contra projeto do governo de construir uma usina hidrelétrica no Rio Tapajós. Foto: Antônio Cruz/ABr Ativistas que se opõem a projetos de desenvolvimento em larga escala, como a construção de hidrelétricas, barragens e estradas, são muitas vezes “perseguidos, estigmatizados e criminalizados por fazerem o

MT: Justiça suspende obra da hidrelétrica Ilha Comprida

    Decisão acatou argumentos do Ministério Público Federal de que pelo impacto gerado em comunidades indígenas o pedido de licenciamento deveria ter sido analisado pelo Ibama e não pelo órgão estadual ambiental O recurso proposto pelo Ministério Público Federal no Mato Grosso (MPF/MT) pedindo a suspensão das licenças ambientais e a paralisação das obras da pequena central hidrelétrica Ilha Comprida foi acatado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). A decisão

Imprensa mundial é chamada a dizer a verdade sobre exploração da Chevron na Amazônia equatoriana

  Resíduos da Chevron no Equador. Foto do CUBADEBATE   O ministro de relações exteriores equatoriano, Ricardo Patiño, pediu, na última terça feira, 22 de outubro, para que a imprensa mundial diga a verdade sobre os acontecimentos em torno da Chevron-Texaco no Equador e defendeu a ideia de que a verdade está do lado dos afetados da Amazônia e do Estado, devido às ações que a transnacional realiza contra a comunidade e contra

Desenvolvimento sustentável. Disciplina obrigatória nos cursos de jornalismo. Entrevista com André Trigueiro

  “A intenção do MEC é oxigenar as escolas de jornalismo de forma geral. O mundo mudou e as dinâmicas de ensino precisam acompanhar as mudanças do mundo", avalia o jornalista. Foto: http://bit.ly/19GPBLb Com a intenção de “oxigenar os cursos de Jornalismo”, o MEC está revendo as diretrizes curriculares dos cursos de graduação brasileiros. Em breve, com a reformulação dos currículos, as universidades deverão incluir a disciplina de Desenvolvimento Sustentável na grade curricular. A

Comissão Europeia reduz cotas de pesca de bacalhau, merluza e linguado em 2014

  Navios fábrica esvaziaram sistematicamente os Grandes Bancos de bacalhau. Os estoques nunca chegaram a recuperar desde 1992, altura em que a pesca foi proibida da secção canadiana desta região. No entanto os arrastões continuam a pescar bacalhau nas águas internacionais dos Grandes Bancos. Foto: © Greenpeace / Visser, Robert   A Comissão Europeia pediu nesta quarta-feira a redução drástica das cotas de pesca de bacalhau, merluza e linguado no Atlântico e no

Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.951, de 30/10/2013

    Abate humanizado ou o fim da escravidão animal? artigo de José Eustáquio Diniz Alves Anos 2000: continuidade ou ruptura do desmonte neoliberal? por André Antunes Relatório da Anvisa indica resíduo de agrotóxico acima do permitido em 29% das amostras de treze alimentos monitorados Liberações de dióxido de carbono, dos setores de energia e agropecuária, aumentaram de 1995 a 2010 Mudanças climáticas no Brasil devem trazer prejuízo e pobreza Estudo do

Abate humanizado ou o fim da escravidão animal? artigo de José Eustáquio Diniz Alves

  Foto: Prefeitura Municipal de Garibaldi   [EcoDebate] Dezenas de ativistas invadiram, na madrugada do dia 18 de outubro de 2013, o laboratório do Instituto Royal elevaram vários animais que sofriam os conhecidos maus-tratos que quase sempre ocorrem nas pretensas pesquisas científicas. Subitamente, cresceu no Brasil o questionamento sobre o uso de animais sencientes nas pesquisas científicas e nas pesquisas cosméticas. As pessoas começaram a perceber os abusos que existem contra os animais,

Anos 2000: continuidade ou ruptura do desmonte neoliberal? por André Antunes

    Mudanças na Constituição no período aprofundam perdas de direitos sociais que marcaram a década anterior Cinco anos atrás, quando a Constituição Federal de 1988 completava duas décadas de existência, saía a primeira edição da Poli, toda dedicada ao tema. Ali, a revista falou sobre o processo de mobilização popular que marcou a redemocratização do Brasil, e que garantiu, no texto constitucional, o compromisso do Estado brasileiro em garantir direitos sociais

Relatório da Anvisa indica resíduo de agrotóxico acima do permitido em 29% das amostras de treze alimentos monitorados

    Os resultados do Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA) mostram que ainda é preciso investir na formação dos produtores rurais e no acompanhamento do uso de agrotóxicos. O programa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) avalia continuamente os níveis de resíduos de agrotóxicos nos alimentos que chegam à mesa do consumidor. O resultado do monitoramento do último PARA (2011/2012) mostra que 36% das amostras de 2011

Liberações de dióxido de carbono, dos setores de energia e agropecuária, aumentaram de 1995 a 2010

    Estudo mostra que, mesmo com o avanço do Brasil na redução de emissões de gases de efeito estufa pela diminuição do desmatamento, as liberações de dióxido de carbono equivalentes às dos setores de energia e agropecuária, aumentaram 41,5% e 23,8% entre 1995 e 2005, e 21,4% e 5,3%, respectivamente, entre 2005 e 2010. Os números fazem parte da pesquisa Pegada de Carbono da Política Tributária Brasileira, divulgada ontem (29) em Brasília,

Mudanças climáticas no Brasil devem trazer prejuízo e pobreza

    Secas mais intensas, prejuízo na agricultura, diminuição do pescado, reformulação da matriz energética – esses são alguns dos impactos que as mudanças climáticas devem gerar no Brasil. E os mais afetados serão os brasileiros de classes econômicas menos favorecidas. Esse é o cenário descrito no sumário executivo do Grupo de Trabalho 2 (GT2) do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), divulgado sexta-feira (25/10) na Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS),

Estudo do IPAM rastreia a pegada de carbono da política tributária brasileira

  Incentivos tributários federais para indústria, agropecuária, energia, e transportes pesam na balança das emissões de gases de efeito estufa, diz a pesquisa. O Brasil avança na redução de emissões de gases de efeito estufa pela redução do desmatamento, mas as emissões de dióxido de carbono equivalente dos setores de energia e agropecuária aumentaram 41,5% e 23,8% entre 1995 e 2005,  e 21,4% e 5,3% entre 2005 e 2010, respectivamente. Juntos, os

Tim Jackson lança ‘Prosperidade sem Crescimento – Vida Boa em um Planeta Finito’ em português

    A edição em português do livro “Prosperity without Growth: Economics for a Finite Planet" do economista britânico Tim Jackson, obra com imensa repercussão internacional nos últimos anos, será lançada no dia 30 de outubro, às 11 horas, em evento com a participação do autor na Faculdade de Economia Administração e Contabilidade (FEA) da USP. A tradução leva o título "Prosperidade sem Crescimento — Vida Boa em um Planeta Finito" (Editora Planeta

Top