Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.264, de 24/01/2011

Tragédias: a tendência é o aumento da frequência e da letalidade, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos Estado privatizado, artigo de Gilvander Moreira Uma lei de responsabilidade sócio-ambiental? artigo de Leonardo Boff Pesquisador da Embrapa Solos diz que só obras pesadas de engenharia podem resolver deslizamentos de encostas Áreas de Nova Friburgo e Petrópolis, devastadas pela chuva, devem tornar-se áreas de proteção ambiental Região serrana fluminense poderá ter 'epidemia' de problemas mentais, alerta psicóloga Leptospirose,

Tragédias: a tendência é o aumento da frequência e da letalidade, artigo de Álvaro Rodrigues dos Santos

[EcoDebate] A continuar a omissão e/ou a insuficiência e/ou a impropriedade das ações públicas no tratamento dos gravíssimos problemas associados à ocorrência de enchentes e deslizamentos de encostas não há dúvida, as tragédias tenderão a se ampliar em sua intensidade, freqüência e letalidade. Consequência direta da incapacidade e/ou descompromisso para se tomar a elementar decisão de, no mínimo, parar de cometer os erros essenciais que estão na origem desses graves

Estado privatizado, artigo de Gilvander Moreira

Estado privatizado Gilvander Moreira1 “Vocês devoraram os campos e tudo o que foi roubado dos pobres está na casa de vocês. Que direito têm vocês de oprimir o meu povo e de esmagar a face dos pobres?” – oráculo de Deus Javé. (Isaías 3,14-15). [EcoDebate] Ao demonstrar a inconstitucionalidade e a imoralidade da privatização dos presídios, o que os Governos Aécio Neves e Antonio Anastásia (do PSDB/DEM) estão insistindo em fazer em Minas

Uma lei de responsabilidade sócio-ambiental? artigo de Leonardo Boff

[Ecodebate] Já existe a lei de responsabilidade fiscal. Um governante não pode gastar mais do que lhe permite o montante dos impostos recolhidos. Isso melhorou significativamente a gestão pública. O acúmulo de desastres sócio-ambientais ocorridos nos últimos tempos, com desabamentos de encostas, enchentes avassaladoras e centenas de vítimas fatais junto com a destruição de inteiras paisagens, nos obrigam a pensar na instauração de uma lei nacional de responsabilidade sócio-ambiental,

Pesquisador da Embrapa Solos diz que só obras pesadas de engenharia podem resolver deslizamentos de encostas

Obras de engenharia podem ser a solução para os deslizamentos de encostas no estado do Rio de Janeiro, mas exigem recursos elevados de que o governo não dispõe. A avaliação é do pesquisador da Área de Recuperação de Áreas Degradadas e Proteção de Encostas da Embrapa Solos, Silvio Tavares. Em entrevista à Agência Brasil, ele afirmou que o Brasil, como um país tropical, tem 39 classes de solo e que o

Áreas de Nova Friburgo e Petrópolis, devastadas pela chuva, devem tornar-se áreas de proteção ambiental

O governo do estado do Rio de Janeiro anunciou ontem (23) que será implantado um parque ecológico no distrito de Córrego Dantas, em Nova Friburgo, um dos locais mais castigados pelas fortes chuvas registradas na região serrana fluminense há 12 dias. Os estudos para implantação do parque serão iniciados nos próximos dias. O presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), vinculada à Secretaria de Obras do estado, Ícaro Moreno

Região serrana fluminense poderá ter ‘epidemia’ de problemas mentais, alerta psicóloga

Os municípios da região serrana do Rio atingidos pelas chuvas que já causaram mais de 790 mortes devem se preparar para enfrentar uma verdadeira "epidemia de problemas mentais". A perda de parentes e amigos vai deixar marcas que levarão meses, até anos para, cicatrizar. O alerta é da psicóloga Katrina Pereira, que trabalha no Hospital Pedro Ernesto, no Rio. Desde os primeiros dias da catástrofe, ela se transferiu para Nova

Leptospirose, transmitida por água e barro contaminados, é preocupação após enchentes

Além de perdas humanas e materiais, as chuvas que atingiram a Região Serrana do Rio de Janeiro trazem outro risco para a população: a leptospirose. Causada por uma bactéria presente na urina de animais, principalmente ratos, a doença pode levar a morte é comum em situações de enchente. A pesquisadora Ilana Teruszkin Balassiano, do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), aponta os cuidados que devem ser

Termina em 31/01 prazo para prefeitos do Pará assinarem pacto contra o desmatamento

30 prefeituras paraenses já aderiram ao termo de ajuste de conduta Prefeituras paraenses podem aderir até o próximo dia 31 ao pacto contra o desmatamento na pecuária, que garante mais prazo para que pecuaristas peçam a licença ambiental rural das propriedades. Até agora, 30 prefeituras assinaram o termo de ajuste de conduta (TAC). Para os municípios que não assinarem, ficam valendo as condições já acordadas com os frigoríficos: quem não tiver

Embrapa Cerrados avalia impacto da atividade mineradora de níquel na biodiversidade de solos em Barro Alto (GO)

Uma equipe de pesquisadores da Embrapa Cerrados irá estudar o impacto da atividade mineradora de níquel na biodiversidade de solos do município goiano de Barro Alto, que apresentam naturalmente concentração elevada de metais pesados, e definir as atividades que serão recomendadas para recuperação das áreas impactadas pela mineração. O convênio de Cooperação Técnica foi assinado no final do mês de dezembro com a Companhia Mineradora Anglo American Brasil Ltda. Para o

Livro ‘Routes to Cellulosic Ethanol’ reúne conhecimento consolidado sobre a produção do etanol a partir da celulose

Cientistas de todo o mundo estão em busca de uma tecnologia para a produção em escala industrial do etanol derivado da celulose da cana-de-açúcar. Atualmente, só se pode fabricar etanol a partir da sacarose, que corresponde a um terço da biomassa da planta. O etanol celulósico permitiria aproveitar os outros dois terços, aumentando a produtividade sem alterar a área plantada. Atingir esse objetivo, no entanto, não

Com fim do ‘Programa Luz Para Todos’ zonas rurais podem ficar no escuro novamente, afirma estudo

Estudo desenvolvido no Instituto de Eletrotécnica e Energia (IEE) da USP indica que a situação de exclusão deve retornar às regiões rurais com o fim do Programa Luz para Todos.  Segundo o pesquisador Ednaldo José Silva de Camargo, que foi coordenador adjunto do programa até janeiro deste ano, “não houve alteração nas normas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), ou seja, quando o programa

Alerta: plantas tóxicas para abelhas

FONTE: “The Hive and the Honey Bee”. Ed. Joe M. Graham (1992). Dadant & Sans, Hamilton, Illinois, USA. Envenenamento de abelhas por plantas nos EUA PLANTA Aesculus californica Solanum nigrum Zygadenus venenosus Cuscuta spp. Cyrilla racemiflora Astragalus diphysus = A. Lentiginosus v. diphysus Euphorbia marginata Datura spp. Kalmia latifolia Triglochin maritima Asclepias subverticilata Veratrum californicum Crilla racemiflora Gelsemium sempervirens Senecio jacobea Rhododendron e outros membros da família Ericaceae Na Russia Veratium album (pólen) Hyoscyamus niger Na Hungria Datura metel Na Dinamarca Aesculus hippocastanum Na Escocia Rhododendron spp. No Japão mel tóxico originado de Azalea - Tripetaleia paniculata causou

Pesticidas exterminam as abelhas. Desaparecimento ameaça a produção agrícola do planeta

O misterioso desaparecimento de abelhas observado em vários países, inclusive no Brasil, pode estar associado ao uso de novos pesticidas. Os venenos matam esses insetos, segundo estudo do Laboratório de Pesquisa sobre Abelhas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, divulgado no jornal britânico "Independent". A extinção das abelhas traz grande prejuízo à apicultura e contribui para a fome no planeta, pois 80% da produção de alimentos depende da polinização por

‘Venenos agrícolas matam’. Entrevista com Julio Cesar Rech Anhaia

“Venenos agrícolas matam”, ressalta o pesquisador e engenheiro agrônomo Julio Cesar Rech Anhaia. Em entrevista à IHU On-Line, realizada por telefone, ele destaca a importância de se abrir o debate sobre o uso dos transgênicos e agrotóxicos. “Não temos controle sobre o uso dos transgênicos. Quem tem o controle são as multinacionais que hoje estão posando de 'donas' das sementes. Com isso, nosso pequeno produtor vai ficar a mercê disso

Pesquisador Philip Fearnside questiona a necessidade de Belo Monte

A edição número 7 da revista eletrônica Política Ambiental, da Conservação Internacional, traz entrevista com o cientista Philip Fearnside, que respondeu a perguntas de sete jornalistas brasileiros sobre a usina hidrelétrica Na iminência da concessão da licença ambiental pelo Ibama da usina de Belo Monte, a Conservação Internacional lança a publicação eletrônica Política Ambiental: A usina de Belo Monte em pauta, na qual jornalistas brasileiros experientes, que atuam em diferentes regiões,

Mapeamento é desafio para alertar sobre catástrofes; Geólogos terão que visitar áreas de risco, afirma Carlos Nobre

Confeccionar um mapa detalhado de mais de 800 áreas de risco em todo o país é um dos maiores desafios para a implantação do Sistema Nacional de Alerta e Prevenção de Desastres Naturais, planejado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) para diminuir o número de mortes causadas por enchentes e deslizamentos. O projeto foi anunciado pelo governo federal na última segunda-feira (17). De acordo com o pesquisador Carlos Nobre, que

Agricultura urbana: Fazendas verticais em edifícios começam a surgir

Projetos de fazendas verticais, onde é possível produzir alimentos em edifícios, começam a surgir pelo mundo; no Brasil, ideia já ganha adesão Cultivar alimentos como hortaliças e frutas em espaços urbanos pode parecer coisa de visionário. Mas a ideia de se construir fazendas verticais, embora inusitada, começa a tomar força em vários projetos ao redor do mundo - até mesmo no Brasil. Ainda na faculdade, o arquiteto paulistano Rafael Gringberg Costa

Top