Portal EcoDebate: Índice da edição nº 1.224, de 22/11/2010

Perguntas e Respostas sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei 12.305/2010, por Antonio Silvio Hendges Dor de ouvido em adultos, artigo de Américo Canhoto A transitoriedade das Gerações, artigo de Gilberto Barros Lima Economia da Cultura no Chile, artigo de Bruno Peron Loureiro Impactos Ambientais causados pela expansão urbana na perspectiva da Educação Ambiental, artigo de Marco Aurélio da Silva e Aristéia Mariane Kayser Professores do ensino básico que trabalham com educação ambiental

Perguntas e Respostas sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos – Lei 12.305/2010, por Antonio Silvio Hendges

1) O que é e como funciona a logística reversa? Logística reversa são ações, procedimentos e meios relacionados com a coleta e restituição dos resíduos sólidos (restos, embalagens, materiais desgastados, produtos vencidos e/ou obsoletos, etc.) aos setores empresariais para reaproveitamento em seu ciclo ou novos ciclos de produção, ou ainda, outras destinações ambientalmente adequadas. A logística reversa é um instrumento importante de desenvolvimento econômico e social, devendo ser operacionalizada através de

Dor de ouvido em adultos, artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Dor de ouvido? Parece criança! Quem tem dor de ouvido é criança! Coitado do adulto que se queixasse de dor de ouvido até algum tempo; ninguém respeitava sua dor - mas, hoje tornou-se uma queixa cada vez mais comum. Como e porque ocorrem as dores de ouvido? Há explicações para todos os gostos; desde os fatores anatômicos, fisiológicos, patológicos, hi-tec, e até psicológicos. As explicações psicológicas vão desde aquelas dos “entendidos” em

A transitoriedade das Gerações, artigo de Gilberto Barros Lima

[Ecodebate] A escrita desse artigo inspirou-se nas citações de Carlos Drumond de Andrade revelando que “Quem teve a ideia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial”. Essa primeira iniciativa estabeleceu a demarcação dos acontecimentos históricos e do mesmo modo aquilo que representou de mais importantes em nossas vidas. Drumond ainda se refere com a genialidade desse indivíduo, no trecho que

Economia da Cultura no Chile, artigo de Bruno Peron Loureiro

[EcoDebate] O Primeiro Seminário sobre "Cultura e Economia: uma oportunidade de desenvolvimento" teve lugar em Santiago, capital do Chile, em 3 de novembro de 2010. A dedicação de toda uma quarta-feira ao tema da economia da cultura foi um incentivo aos profissionais do setor. Com tantos indivíduos, grupos e instituições envolvendo-se em economia da cultura, um campo relativamente recente, cabe a pergunta de a quem ela pertence. A iniciativa é do Conselho

Impactos Ambientais causados pela expansão urbana na perspectiva da Educação Ambiental, artigo de Marco Aurélio da Silva e Aristéia Mariane Kayser

IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELA EXPANSÃO URBANA NA PERSPECTIVA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL SILVA, M. A1, KAYSER, A.M2 RESUMO Muito já foi feito para reeducar a sociedade na perspectiva da temática educação ambiental. Mas, sabemos, que um fator para esta falta de conscientização é o crescimento urbano populacional de forma desenfreada sem políticas públicas de conservação e prevenção do meio ambiente, conseqüentemente do solo regional. A sociedade vive uma crise ambiental jamais vista

Professores do ensino básico que trabalham com educação ambiental estão distantes da produção acadêmica na área

Distantes da produção científica – As principais fontes de informação para professores do ensino básico que trabalham com educação ambiental são revistas e livros didáticos e o conhecimento produzido nas universidades não atinge diretamente esses profissionais. A constatação é de uma pesquisa feita na Universidade Estadual Paulista (Unesp). O estudo avaliou as fontes de informação sobre educação ambiental dos professores de educação básica em 14 municípios de São Paulo que pertencem

Censos agropecuários de 1996 e 2006 revelam que produtividade é maior onde não há concentração de terra

Professora analisa em tese as contradições do agronegócio Ao final de 2010, a safra brasileira de grãos deverá bater o recorde nacional e atingir a marca de 148 milhões de toneladas, segundo informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A área a ser colhida é de 46,7 milhões de hectares, 1% inferior ao último ano. O Paraná é um dos responsáveis pelo recorde. Sozinho, o estado responderá por 21,5% da

MPF/MG recomenda suspensão da expedição de autorizações de funcionamento para mineração

As autorizações vêm sendo utilizadas para empreendimentos minerários desde 2004, em desrespeito à Constituição O Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG) recomendou hoje, 19 de novembro, ao Estado de Minas Gerais, a imediata suspensão da expedição de Autorizações Ambientais de Funcionamento (AFF) para o setor minerário e convocação dos empreendedores para que realizem o devido licenciamento ambiental. A recomendação foi dirigida ao presidente do Conselho de Política Ambiental (Copam) e

GMWatch: Cresce rejeição dos europeus aos transgênicos

A pesquisa sobre biotecnologia divulgada pelo Eurobarometer mostra que para o público europeu a comida transgênica não oferece benefícios, é insegura, injusta e preocupante. De 1996 a 2010, os levantamentos realizados pelo Eurobarometer identificaram uma queda na tendência de apoio aos transgênicos na Europa, sendo que hoje são apenas 5% os que apoiam os fortemente. Mesmo na Espanha, um dos países que mais defendem os transgênicos no continente e que cultiva milho

De 30/11 a 3/12/2010: III Encontro Latino-Americano Ciências Sociais e Barragens

Construção de hidrelétricas e produção de energia é pauta do III Encontro Latino-Americano Ciências Sociais e Barragens Encontro reunirá, na Universidade Federal do Pará, em Belém, academia e sociedade civil para discutir a construção de barragens e seus desdobramentos na América Latina Entre 30 de novembro e 3 de dezembro de 2010, Belém do Pará será o cenário do III Encontro Latino-Americano Ciências Sociais e Barragens, evento que pretende reunir, na Universidade

COP-16: Via Campesina convoca ações pela justiça climática

Com a aproximação da 16ª Convenção das Partes (COP-16) e da 6ª Conferência das Partes – reunião das Partes do Protocolo de Kyoto (CMP-6), em Cancún, os debates sobre a mercantilização das condições de vida na terra voltam a tona. Na oportunidade, serão apresentados para os países desenvolvidos e economias em transição os resultados de dois grupos de trabalho da Convenção-Marco da ONU para o clima (AWG-KP e AWG-LCA, que respectivamente

COP-16: China não aceitará acordo conectando ajuda financeira a fiscalização de emissões

O país é atualmente o maior emissor de gases causadores do efeito estufa proveniente de atividades humanas A China disse nesta sexta que não vai concordar com nenhum acordo que conecte a ajuda das nações ricas à permissão de maior fiscalização dos esforços para limitar as emissões de gases de efeito estufa. Os comentários de Huang Huikang, Ministro das Relações Exteriores da China e representante do país nas negociações climáticas, abriram

Expectativas para o desenvolvimento brasileiro. Entrevista com William Vella Nozaki

Ao comentar o projeto de desenvolvimento mais adequado para o Brasil, William Vella Nozaki enfatiza que o melhor caminho para o país “é a integração” da atividade industrial com a exportação de commodities, “de forma que a industrialização tome a dianteira em face da exportação de commodities”. Em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line, ele enfatiza que o “fundamental e decisivo para os próximos anos é que as divisas

Intolerância e Preconceito: Que fizemos com nossos filhos? artigo de Eduardo Guimarães

[Blog da Cidadania] Não importa se o seu filho é decente. Todos os pais somos culpados por essa juventude que nas últimas semanas chamou atenção do país para o nível de degradação moral e para os instintos perversos que passou a exibir em sua parcela “bem-nascida”, que, portanto, não tem desculpa como a dos jovens carentes para agir de forma anti-social. Até por omissão, no mínimo permitimos que amigos ou parentes

Energia – mitos que custam caro, artigo de Washington Novaes

[O Estado de S.Paulo] É preciso prestar atenção ao estudo que acaba de ser divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (Estado, 11/11), segundo o qual a indústria brasileira pode economizar 25% da energia que consome, a começar pela indústria siderúrgica, seguida pelos setores de cerâmica, química, papel e celulose e cimento. É um trabalho na mesma direção do estudo feito em 2006 pela Unicamp, WWF e outras instituições, mostrando que

COP-16: ‘Seria estupendo, mas não espero um pacto em Cancún’, entrevista com Connie Hedegaard

Connie Hedegaard, de formação humanística, foi nomeada ministra do Meio Ambiente da Dinamarca em 2004, após exercer o jornalismo durante vários anos. Pertencente ao Partido Popular Conservador, ocupou em seu país as pastas de Cooperação Nórdica e de Clima e Energia. A atual comissária da Ação pelo Clima da União Europeia é uma militante apaixonada pelos assuntos ambientais, mas introduziu uma agenda carregada de realismo e de senso comum. Às

Top