Índice da edição de 14/04/2010

Os efeitos do aquecimento global e as tragédias no Rio de Janeiro, artigo de José Eustáquio Diniz Alves Conforto humano é nocivo ao meio ambiente, artigo de Maurício Gomide Martins Mentiras e verdades sobre Belo Monte, por Telma Monteiro Na era da violência (Parte 1), artigo de Américo Canhoto O uso adequado do tempo, artigo de Benedicto Ismael C. Dutra Aldo Rebelo (PCdoB-SP) diz não ter data para concluir relatório sobre propostas de mudança do

Os efeitos do aquecimento global e as tragédias no Rio de Janeiro, artigo de José Eustáquio Diniz Alves

Foto: Tasso Marcelo/AE [EcoDebate] Eu não sei se as tragédias que aconteceram nas cidades do Rio de Janeiro e Niterói, neste começo de abril de 2010, foram causadas pelo aquecimento global. Nem pretendo tratar, neste artigo, dos problemas urbanos e do elevado número de pessoas que perderam a vida de forma dramática, como aquelas que foram soterradas por uma avalanche de terra e lixo, no morro do Bumba, nos bairros niteroienses

Conforto humano é nocivo ao meio ambiente, artigo de Maurício Gomide Martins

Imagem: Stockxpert [EcoDebate] Cada vez mais o homem procura o conforto. Desloca-se de um lugar a outro, perto ou longe, sentado em uma poltrona sem despender a energia natural – própria de seu organismo – a muscular. Comunica-se com outra pessoa, numa distância enorme, sem precisar ir lá. Vê o que está acontecendo em qualquer parte do mundo sem empregar esforço físico. Até no âmbito pequeno e simples, há um imenso

Mentiras e verdades sobre Belo Monte, por Telma Monteiro

Para gerar energia será represada a maior parte do Rio Xingu em um trecho conhecido como Volta Grande, no Pará. Canais levarão a água até uma casa de máquinas, enquanto uma porção do rio ficará com o fluxo de água reduzido. (Foto: EIA-RIMA/Montagem Globo Amazônia) [EcoDebate] 1. Saiba por que a energia gerada por Belo Monte não poderia ser considerada de uma fonte limpa * Mentira - as autoridades do governo

Na era da violência (Parte 1), artigo de Américo Canhoto

[EcoDebate] Um simples passar de olhos pelo jornal de hoje (Diário da Região de São José do Rio Preto) me fez repensar o sentido de agressividade e violência – a começar pela manchete: “Gado e cana devastam 35 mil teixeirões (campo de futebol da cidade) de mata ciliar na região de rio preto”. “No total 29,1 mil hectares da vegetação da beira dos rios da bacia do Turvo/Grande foram destruídos. Sem

O uso adequado do tempo, artigo de Benedicto Ismael C. Dutra

[EcoDebate] Um dos recursos mais valiosos de que dispomos é o tempo. Lamentavelmente, muitas pessoas supõem que o possuem de forma quase ilimitada, não se preocupando em utilizá-lo com eficiência, desperdiçando-o sem se darem conta de que tempo desperdiçado não se recupera mais. Como exemplo, lembro que em uma determinada empresa havia muitos problemas a serem superados, mas perdia-se um tempo enorme com inúmeras reuniões improdutivas. Nesses encontros, o precioso

Aldo Rebelo (PCdoB-SP) diz não ter data para concluir relatório sobre propostas de mudança do Código Florestal

O relator do Código Florestal, Aldo Rebelo (C), está disposto a votar a proposta ainda em 2010, mesmo sendo ano eleitoral. Foto de Brizza Cavalcante, Agência Câmara de Notícias. Relator da comissão especial crida pela Câmara dos Deputados para analisar 11 propostas de modificação do Código Florestal (Lei 4771/65) e da Lei de Crimes Ambientais (9.605/98), o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) disse ainda não saber quando apresentará o relatório a ser

CNRH aprova cobrança pelo uso das águas do Rio São Francisco

A iniciativa vai garantir recursos para revitalização da bacia. Os valores são diferenciados para a captação, o consumo e o lançamento de carga orgânica na água. A expectativa é que sejam arrecadados cerca de R$ 20 milhões por ano. O Conselho Nacional de Recurso Hídricos (CNRH) aprovou, nesta terça-feira (13/04), a cobrança pelo uso da água na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. A resolução que define os valores e mecanismo

Ibama apreende 60 m³ de mogno já embalado para exportação em Belém

A Operação Delta apreendeu nesta terça-feira sete contêineres com 200 m³ de madeira ilegalmente extraída da floresta amazônica em um dos armazéns da Companhia Docas do Pará, em Belém. Na carga havia 60 m³ de mogno, espécie ameaçada de extinção, cujo corte e comércio são proibidos pela legislação brasileira e dos países signatários da Convenção de Comércio Internacional das Espécies da Flora e Fauna Selvagens em Perigo de Extinção (CITES).

Professor da UnB cria tijolo feito com papel das embalagens de cimento

Buson desenvolveu tijolo que não contamina solo nem lençol freático. Foto Marcus Lacerda/UnB Agência Material é produzido com embalagens de cimento e pode ser uma alternativa para construções consideradas ecologicamente corretas. Considerado um produto altamente prejudicial ao meio ambiente, as embalagens de cimento podem ser aproveitadas na criação de um dos materiais mais utilizados nas próprias construções: o tijolo. É o que mostra o professor da Faculdade de Arquitetura

MPF/BA requer suspensão de audiência pública para implantação do Terminal Portuário da Ponta da Tulha

O relatório de impacto ambiental apresentado pela empresa não obedece exigências para que os cidadãos sejam informados acerca dos impactos ambientais causados pela construção do empreendimento O Ministério Público Federal em Ilhéus (BA) ajuizou hoje, 13 de abril, ação civil pública com pedido de suspensão da audiência pública convocada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) com o objetivo de analisar o processo de licenciamento ambiental

Delegações estrangeiras e nacionais denunciam Vale por problemas na área social e ambiental

Delegações do Chile, de Moçambique, do Canadá, da Argentina e de vários países onde a mineradora Vale mantém atividades estão reunidas para denunciar crimes ambientais e violação de direitos trabalhistas pela empresa. Eles participam do 1º Encontro Mundial de Afetados pela Vale. De acordo com o secretário nacional executivo da organização não governamental Coordenação Nacional de Lutas (Conlutas), Dirceu Travesso, na próxima quinta-feira (15) será divulgado um documento, na Assembleia Legislativa

Top