Índice da edição de 25/04/2009

Pesquisa relaciona a exposição a agrotóxicos com o aumento do risco de desenvolvimento da doença de Parkinson Caminho de Santiago ameaçado por refinaria de petróleo Invasão ou ocupação de terras? Quem é o vilão nesta história, artigo de Delze dos Santos Laureano Desemprego no Brasil atinge número recorde de 2 milhões de pessoas, segundo IBGE Íntegra dos dados da Pesquisa Mensal do Emprego do IBGE: Taxa de desemprego sobe para 9% em março Violência no

Pesquisa relaciona a exposição a agrotóxicos com o aumento do risco de desenvolvimento da doença de Parkinson

Imagem: UC Regents / UCLA [Por Henrique Cortez, do EcoDebate] Pesquisadores já demonstraram, em estudos animais e em culturas de células, que os agrotóxicos podem estimular o desenvolvimento de doenças neurodegenerativas, tais como a doença de Parkinson. Agora, pesquisadores da University of California - Los Angeles (UCLA) demonstraram que o mesmo processo também ocorre em seres humanos. A pesquisa foi realizada na região de Central Valley, a mais importante região agrícola da

Caminho de Santiago ameaçado por refinaria de petróleo

[EcoDebate] Entidades ambientalistas da Espanha e de Portugal estão contra a construção de uma refinaria de petróleo que afetará profundamente todo o sudoeste da Península Ibérica. Estão em perigo a Extremadura, Andaluzia, Alentejo e Algarve e o Caminho de Santiago. A refinaria irá danificar a qualidade ambiental e obstruirá o desenvolvimento sustentável destas regiões. 12798

Invasão ou ocupação de terras? Quem é o vilão nesta história, artigo de Delze dos Santos Laureano

[EcoDebate] Às vezes dá até preguiça de ficar explicando todo dia o óbvio. Mas, é recorrente o mesmo fato. Toda vez que noticiamos a ocupação de terras rurais ou urbanas por famílias empobrecidas, o senso comum fala mais alto. Usualmente vamos ouvir de muitos dos nossos interlocutores: “Não sou contra a distribuição de terra e casa para quem precisa, mas tem muito oportunista no meio desta gente que só

Desemprego no Brasil atinge número recorde de 2 milhões de pessoas, segundo IBGE

O mercado de trabalho no país reflete as conseqüências da crise financeira. O contingente de desempregados atingiu, em março, cerca de 2 milhões de pessoas – o maior contingente em 18 meses - e a taxa de desocupação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem (24), avançou pelo terceiro mês consecutivo para o patamar mais alto desde setembro de 2007, ficando em 9%. 12790

Íntegra dos dados da Pesquisa Mensal do Emprego do IBGE: Taxa de desemprego sobe para 9% em março

A taxa de desocupação de março foi 0,5 ponto percentual maior que a de fevereiro (8,5%) e manteve-se estávelna comparação com marçode 2008 (8,6%). A população desocupada (2,1 milhão) teve um acréscimo de 141 mil pessoas (7,3%) em relação a fevereiro, e de 130mil pessoas(6,7%) se comparada a março de 2008.A variação da população ocupada (21,0 milhões) não foi estatisticamente significativa(mais 9 mil pessoas) em relação a fevereiro e na

Violência no campo aumentou em 2008, aponta levantamento da CPT

A violência no campo aumentou em 2008 apesar da redução no número de conflitos. Enquanto, em 2007, a contabilidade dos confrontos agrários era de uma morte para cada 54 conflitos, em 2008 foi de uma para 42 episódios. O dado faz parte de levantamento da Comissão Pastoral da Terra (CPT) que será divulgado no próximo dia 28. “Dois mil e oito foi um ano muito mais violento que 2007. Proporcionalmente, o

Crianças que almoçam e jantam todos os dias estão mais protegidas da anemia

O hábito de substituir o jantar por um lanche, assimilado por famílias urbanas brasileiras nas últimas décadas, pode ter reflexo nos índices de anemia entre a população, enfatizou a coordenadora da Política de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Ana Beatriz Vasconcelos, ao apresentar ontem (24) dados da Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde da Criança e da Mulher, levantamento realizado pelo Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap),

Pobreza aumenta nas metrópoles do Brasil

Proporção de pessoas vivendo com menos de meio salário mínimo nas nove maiores regiões metropolitanas cresce 4,9% entre 2000 e 2007 Análise feita pelo site de estatísticas Portal ODM mostra que a pobreza nas maiores regiões metropolitanas brasileiras cresceu 4,9% de 2000 a 2007, se considerado o critério de pessoas ganhando menos de meio salário mínimo. Em 2000, 20,02% das pessoas que viviam nessas regiões estavam abaixo da linha de pobreza;

Ignorância deliberada: a FAO e as plantações industriais de árvores

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação há muito tempo vem trabalhando em defesa da indústria das plantações. Uma das estratégias da FAO para apoiar o avanço das monoculturas é fazer de conta que as plantações industriais de árvores são florestas. Em dezembro de 2008, o Forest Products Journal publicou um relatório intitulado “Wood from planted forests: A global outlook 2005-2030”[Madeira de florestas plantadas: Uma perspectiva global de 2005

China em face de dois males: o desmatamento e as plantações de monoculturas de árvores

A entrada da China no mercado capitalista mundial com a conseguinte expansão acelerada de sua economia veio marcada por uma crescente avidez de madeira. Na trilha da industrialização, primeiramente foram engolidas as florestas do país. O desmatamento galopante levou à perda irreparável da riqueza natural da China decorrente da desertificação acelerada, o declínio da biodiversidade e a perda de florestas ao ponto de quase não restar nenhuma floresta primária no país.

Top