Índice da edição de 04/04/2009

Minc diz que vai ao STF questionar o novo Código Ambiental de Santa Catarina Nota da Secretaria Executiva do Fórum Carajás: Audiência Pública Alto Parnaíba Minc rebate críticas de produtores ilegais de carne bovina ao acordo com Abiec Agonia do Rio Paraíba do Sul Estudo adverte que mudança climática é ‘irreversível’ Brasil: um país cheio de energia. Mas qual é o destino de toda essa energia? Entrevista especial com Célio Bermann O debate sobre as mudanças

Minc diz que vai ao STF questionar o novo Código Ambiental de Santa Catarina

Santa Catarina: áreas desmatadas e queimadas em Passos Maia. Foto do sítio Flora e Fauna O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, disse ontem (3) que o governo vai questionar no Supremo Tribunal Federal (STF) o novo Código Ambiental de Santa Catarina, aprovado no último dia 31 e que, entre outras medidas polêmicas, reduziu a área de preservação permanente (APP) ao longo de rios e cursos d’água no estado. Segundo Minc, a

Nota da Secretaria Executiva do Fórum Carajás: Audiência Pública Alto Parnaíba

Os assaltos da parte de instituições de financiamento multilaterais, dos órgãos ambientais, do empresariado e de algumas organizações da sociedade civil ao licenciamento ambiental e as etapas que devem ser obedecidas pelos diversos atores se tornam mais constantes e mais evidentes à medida que o Estado sucumbe a e defende uma lógica desenvolvimentista de apropriação, de extorsão e expropriação dos recursos naturais e dos conhecimentos tradicionais em curto, médio e

Minc rebate críticas de produtores ilegais de carne bovina ao acordo com Abiec

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, afirmou, no dia 2/4, que os produtores de carne ilegal do Mato Grosso não podem obrigá-lo a fazer um acordo “mais frouxo” com a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec). Ao comentar as críticas feitas por parte do setor de que eles não estariam sendo ouvidos pelo governo na negociação para reverter os efeitos da crise financeira internacional, Minc disse que alguns

Agonia do Rio Paraíba do Sul

‘Teste da cebola’ atesta agonia do Paraíba - Método de detecção de poluentes pode complementar monitoramento de rios feito pela Cetesb Recorrendo ao teste com Allium cepa (cebola) para avaliar a qualidade da água em um trecho crítico do rio Paraíba do Sul, a bióloga Agnes Barbério chegou a resultados positivos para substâncias poluentes que não haviam sido detectadas pela Cetesb (Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental) em seu rigoroso

Estudo adverte que mudança climática é ‘irreversível’

Mesmo que a humanidade pare de um dia para outro de imitir CO2, a temperatura continuará subindo nos próximos mil anos, conclui um estudo da Escola Politécnica Federal de Zurique. Os cientistas Reto Knutti e Gian-Kasper Plattner pesquisaram com colegas dos EUA e da França o que aconteceria se a humanidade de repente interrompesse as emissões dos gases do efeito estufa. Os resultados publicados na revista especializada PNAS (Proceedings of the National

Brasil: um país cheio de energia. Mas qual é o destino de toda essa energia? Entrevista especial com Célio Bermann

Discutir, de forma geral e unida, para mudar os paradigmas atuais. Essa é a alternativa dada pelo professor Célio Bermann em relação ao Plano Decenal de Energia, em vigor no Brasil, que planeja (e já está fazendo isso) ampliar a oferta de energia no país. No entanto, fica claro, pelas palavras de Bermann, que essa energia é para produção de produtos que, em grande parte, são destinados à exportação. Ou

O debate sobre as mudanças climáticas, artigo de Myanna Lahsen

“É perigoso e errado é sugerir que os cientistas céticos e o relatório do NIPCC são fontes mais confiáveis para o conhecimento científico do que o IPCC” [Folha de S.Paulo] É fácil criar confusão sobre a ciência do clima. E as consequências dessa confusão podem ser enormes e catastróficas. O exemplo são os EUA, onde, desde os anos 90, uma dezena de cientistas contrários (em inglês, "contrarians") têm dado uma força

Código ambiental de Santa Catarina causará novas tragédias, alertam cientistas

Desmatamento em área de encosta, foto de arquivo MMA A lei do desastre - O novo código ambiental de Santa Catarina fará com que o estado seja vítima de mais inundações, alertam cientistas e ambientalistas. Ignorando o parecer contrário de especialistas, a Assembleia Legislativa catarinense aprovou na terça-feira um projeto de lei — a ser encaminhado para a sanção do governador do Estado, Luiz Henrique da Silveira — que reduz o

Temperatura do Ártico já atinge o nível previsto para 2070

Imagem NOAA Gelo do Ártico está derretendo mais rápido que o esperado - Elevação de temperatura na região já chega a níveis que só eram previstos para 2070, diz relatório O gelo sobre o Oceano Ártico derrete-se tão depressa que a maior parte desse reservatório terá desaparecido dentro de 30 anos. Uma nova análise das condições na região, valendo-se de complexos modelos computadorizados do tempo e do clima, diz que as

Estudo conclui que sequestro geológico induzido pode ser capaz de armazenar CO2 por milhões de anos

Carbono sequestrado no subsolo – O processo de remoção de dióxido de carbono, conhecido como sequestro de carbono, tem sido discutido há mais de dez anos como uma das principais alternativas para tentar controlar os níveis do gás na atmosfera e diminuir o efeito estufa e as mudanças climáticas. Esse mecanismo ocorre naturalmente em oceanos, florestas e em outros organismos que, por meio de fotossíntese, capturam o carbono e lançam oxigênio

China terá que provar ao resto do mundo que pode crescer sem destruir meio ambiente

Poluição em Pequim (Beijing) à época das olimpíadas. Foto do National Geographic A degradação ambiental foi um dos resultados do desenvolvimento acelerado da China desde a abertura econômica do país há 30 anos. Mas, para chegar a 2020 como liderança respeitada pelo, a China terá que provar ao resto do mundo que pode se desenvolver sem destruir o planeta. O país se tornou recentemente o maior emissor mundial de dióxido de carbono,

Top