Índice da edição de 02/04/2009

Estatísticas de acesso ao EcoDebate, em março de 2009 Ambientalistas pretendem frear MP que autoriza venda de terras sem licitação na Amazônia Pará: Sema e Ibama identificam fraudes na atividade florestal Pesquisadora desenvolve processo e fortalece potencial do uso de fungos para degradação de garrafas PET Substituição de energia térmica por eólica pode reduzir custo da energia produzida Descoberto novo método para análise de DNA de insetos fossilizados ou preservados em museus que não destrói

Estatísticas de acesso ao EcoDebate, em março de 2009

Os acessos ao EcoDebate mantêm a sua curva de crescimento, graças ao apoio e generosidade de nossos(as) leitores(as), colaboradores(as) e articulistas. Este é o resultado de um esforço coletivo, do esforço de diversas pessoas para que o Ecodebate tenha um conteúdo relevante, centrado em temas ligados às questões sócio-ambientais, dosando cidadania e meio ambiente como questões centrais dos grandes debates. Ao mesmo tempo procuramos manter uma atualizada editoria de ciências e

Ambientalistas pretendem frear MP que autoriza venda de terras sem licitação na Amazônia

Organizações não-governamentais (ONGs) e parlamentares da bancada ambientalistas deverão dificultar a aprovação da Medida Provisória 458, que autoriza a transferência de terras na Amazônia sem licitação. A MP já está trancando a pauta de votações da Câmara. O Plenário deverá analisar o relatório do deputado Asdrubal Bentes (PMDB-PA), apresentado no último dia 18, que ampliou as possibilidades de transferência de terras da Amazônia sem licitação previstas no texto enviado pelo governo,

Pará: Sema e Ibama identificam fraudes na atividade florestal

Em novembro de 2006, quando o Ibama transferiu a gestão florestal para a Sema, o governo estadual baixou um decreto instituindo um prazo de 90 dias para que as empresas cadastradas no Ceprof demonstrassem sua documentação. Boa parte não se manifestou. Atualmente existem 2.800 empresas cadastradas no sistema. Uma revisão feita pela Sema, visando aperfeiçoar o sistema, identificou que de 2000 empresas cadastradas no sistema, 458 (23%) estão sem licença; 964

Pesquisadora desenvolve processo e fortalece potencial do uso de fungos para degradação de garrafas PET

Fungos da biodegradação – A aluna da Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Kethlen Rose Inácio da Silva desenvolveu um processo para a degradação de garrafas à base de polietileno tereftalato (PET) por meio de fungos. O trabalho de pesquisa sobre a biodegradabilidade de polímeros sintéticos por ação de microrganismos conhecidos como “basidiomicetos de podridão branca”, cultivados em resíduos agroindustriais com diferentes fermentações, correspondeu

Substituição de energia térmica por eólica pode reduzir custo da energia produzida

A substituição de 4 mil megawatts (MW) de energia produzida por usinas térmicas ao longo de dez anos pela mesma quantidade de energia eólica (energia dos ventos) pode resultar em um valor médio da energia de R$ 17,00 por megawatt/hora (MWh), em vez de R$ 60,00 por MWh previstos pelo governo no Plano Decenal de Energia Elétrica. A projeção da empresa PSR Consultoria foi apresentada, no dia 31/03, em um fórum

Descoberto novo método para análise de DNA de insetos fossilizados ou preservados em museus que não destrói os espécimes

Fósseis preservados - Um importante problema com a análise genética de organismos fossilizados é que a extração do DNA implica a eventual destruição dos espécimes. Mas um novo estudo destaca que é possível retirar DNA antigo e conservar as valiosas peças. Publicado na edição desta quarta-feira (1º/4) no PLoS ONE, revista eletrônica de acesso aberto, o método de extração foi aplicado em insetos fossilizados em sedimentos de gelo e pertencentes a

Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) defende ‘economia global verde’ junto ao G20

Ajuda ao desenvolvimento não deveria sofrer em função do desvio de recursos para 'pacotes nacionais' "Não vamos pagar pela crise de vocês" é um dos lemas das manifestações contra a cúpula financeira internacional do G20 em Londres. O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) também defende nova economia. De Londres a Berlim, de Frankfurt a Viena: milhares de pessoas têm ido às ruas das grandes cidades europeias, demonstrando a

14% dos municípios estiveram em situação de emergência por estiagem ou seca em 2007 e 3% por a enchentes, inundação ou alagamentos

Muita água, pouca água – No encerramento do mês em que se comemorou o Dia Mundial da Água (22/3), a Agência Nacional de Águas (ANA) apresentou a primeira edição do Relatório de Conjuntura dos Recursos Hídricos no Brasil. A quantidade e a qualidade das águas brasileiras e a situação da gestão desses recursos até 2007 estão detalhadas na publicação, que deverá ser atualizada anualmente. 11896

Comissão de Agricultura da Câmara aprova derrubada de Mata Atlântica por produtor

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural aprovou nesta quarta-feira o Projeto de Lei 2441/07, que permite ao pequeno produtor rural derrubar árvores da vegetação primária da Mata Atlântica, de forma sustentável, para uso exclusivo em sua propriedade, como na construção de casa ou galpão. De autoria do deputado Celso Maldaner (PMDB-SC), a proposta também permite, em caráter excepcional, o corte, a supressão e a exploração da vegetação

O debate sobre os biocombustíveis é demagógico. Entrevista com Jaime Terceiro

Os especialistas advertem que a crise ameaça a luta contra a mudança climática. Temem que se desviem dos esforços para a recuperação de um crescimento econômico baseado na superexploração do Planeta. “É preciso abordar a mudança climática o quanto antes, ou as consequências serão arriscadas e caras”, vaticina Jaime Terceiro. O professor de Economia apresentou o seu livro A economia da mudança climática [ainda sem tradução para o português], que pretende

O arroz transgênico da Bayer em debate. O Brasil vetará? Entrevista especial com Gabriel Fernandes

Recentemente, a audiência pública encarregada de decidir a liberação do cultivo de arroz transgênico no Brasil votou a favor da população, da saúde e do meio ambiente, recusando a plantação nas lavouras brasileiras. Segundo o agrônomo Gabriel Fernandes, “a maior parte dos membros da CTNBio é favorável à liberação dos transgênicos e defende por princípio que a engenharia genética é segura”. Apesar de manter essa posição, depois de ouvir integrantes

Top